Coroatá: Após cobrança do Podemos, prefeito exonera diretor do SAMU preso pela PF

O diretório municipal do Podemos de Coroatá, presidido pelo jovem e aguerrido Saddan Nunes, foi o único partido a cobrar a exoneração do médico e a puxar o debate sobre a moralidade na gestão pública local

Demorou, mas, enfim, o prefeito de Coroatá, Luís da Amovelar Filho (PT), exonerou o médico Mariano de Castro Silva, diretor do SAMU da cidade.

Mariano foi preso pela Polícia Federal no último dia 16, após ser implicado na Operação Pegadores que o apontou como um dos mentores de um grande esquema de corrupção que desviava até recentemente milhões de reais da Secretaria de Saúde do Maranhão.

Na casa do médico, em Teresina, foram apreendidos mais de R$1 milhão em cheques de uma empresa que presta serviços à secretaria de saúde de Coroatá. A empresa, por sua vez, é do filho do secretário de saúde do município.

Mariano de Castro Silva.

O diretório municipal do Podemos de Coroatá, presidido pelo jovem e aguerrido Saddan Nunes, foi o único partido a cobrar a exoneração do médico e a puxar o debate sobre a moralidade na gestão pública local. A Câmara de Vereadores, por sua vez, simplesmente ignorou o caso, deu uma de “João-sem-braço”. Uma vergonha!

O próprio pai do atual prefeito, Luís da Amovelar, tentou visitar o médico no complexo penitenciário de Pedrinhas, mas não conseguiu devidos os protocolos de segurança.

Sem alternativa, depois de um desgaste de 15 dias mantendo o médico no cargo mesmo ele estando preso, após a grande pressão e, claro, pela repercussão provocada pela posição do Podemos na imprensa, o prefeito assinou a exoneração nesta quarta-feira, apesar do documento ter efeito retroativo ao dia 24.

São José de Ribamar: Prefeitura adquire mais 4 ambulâncias e renova a frota do SAMU

Com disponibilização de recursos inteiramente próprios, o prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, entregou nesta quinta-feira (19) quatro ambulâncias totalmente equipadas para atender o Serviço Móvel de Urgência (SAMU). O objetivo é ampliar e reforçar o atendimento e resgate dos pacientes nas zonas urbana e rural do município.

Os veículos, dois básicos e dois avançados, foram totalmente equipados com aparelhos e instrumentos médicos de reanimação e manutenção de órgãos vitais, de acordo com as normas do Ministério da Saúde, o que, de acordo com a enfermeira Katiane França, membro da equipe do SAMU, é vital para o atendimento.

“Estamos lidando com vidas e para isso precisamos de equipamentos específicos para o bom atendimento, que na maioria das vezes minimiza o número de óbitos”, pontuou a profissional que trabalha há oito anos no SAMU de São José de Ribamar e parabenizou a aquisição das novas ambulâncias.

O Prefeito Luis Fernando ponderou como “urgente e necessária” toda e qualquer conquista da saúde pois o rápido atendimento pode ser decisivo na hora de salvar vidas.

“São José de Ribamar assim como todo o país continua atravessando essa forte crise econômica, mas não podemos parar muito menos os investimentos na saúde. Apesar dos recursos limitados, estamos investindo na reconstrução da saúde e agora sobe para 10, o número total de ambulâncias e se Deus quiser vamos seguir, no mesmo compasso, trabalhando em prol da população e da reconstrução do nosso município”, garantiu o prefeito.

As ambulâncias serão também utilizadas no Serviço de Suporte Avançado, que prestam atendimentos às vítimas mais graves, inclusive com a presença de médicos socorristas e enfermeiros.

A solenidade de entrega dos equipamentos aconteceu em frente à unidade de saúde Honório Gomes e contou com a presença dos vereadores Cristiano Pinheiro, Cassio Salis, Paulo Alencar, Nádia Barbosa, Marlene Monroe, do vice-prefeito Eudes Sampaio, entre outras lideranças políticas do município.