O violento bate-boca entre Adriano Sarney e Rogério Cafeteira confirma o quanto faz mal ao MA a dicotomia sarneysismo X antissarneysismo 8

A sessão histórica de ontem na Assembleia Legislativa foi emblemática no sentido da superação desse “Maranhão em preto e branco” que o Blog do Robert Lobato costuma chamar

Quase os deputados Adriano Sarney (PV) e Rogério Cafeteira (PSB) ‘engatam’ no plenário da Assembleia Legislativa na sessão de ontem, 26.

Foi um festival de baixarias, um debate, se é que se pode chamar aquilo de debate, completamente desqualificado onde faltou bom senso e sobrou ataques pessoais, xingamentos mútuos e exposição de mazelas familiares.

Desgraçadamente, a única coisa de positivo que é possível tirar do telequete verbal entre os deputados Adriano Sarney e Rogério Cafeteira é que o lamentável episódio serviu para confirmar o quanto faz mal ao Maranhão a dicotomia sarneysismo versus antissarneysismo.

Uma espécie de bipardarismo que há tempos tem puxado o estado para baixo e submetido a sociedade maranhense a uma lógica perversa de ser obrigada a escolher um dos dois lados da moeda como se não existissem outros horizontes a perseguir.

Se um dia já fez algum sentido esse bipartidarismo, atualmente ele se revela completamente anacrônico diante não somente às necessidade do povo maranhense, mas também em relação às potencialidades socioeconômicas do estado e a exploração sustentável das suas riquezas.

O fato é que a sessão histórica de ontem na Assembleia Legislativa foi emblemática no sentido da superação desse “Maranhão em preto e branco” que o Blog do Robert Lobato costuma chamar.

E mais emblemática ainda pelos sobrenomes dos protagonistas que encenaram tão deselegante acontecimento…

Rogério Cafeteira elogia voto do senador Roberto Rocha contra medidas cautelares do STF 2

Rogério Cafeteira elogiou a coragem do senador tucano que não se rendeu à pressão da chamada opinião pública.

O deputado Rogério Cafeteira (PSB), líder do governo Flávio Dino na Assembleia Legislativa, elogiou o voto do senador Roberto Rocha (PSDB) contra as chamadas medidas cautelares impostas pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a membros do Poder Legislativo, no caso específico da votação de ontem, a situação do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

“Sobre o voto do Roberto em relação ao afastamento do Aécio eu concordo e acho que foi corajoso em relação a opinião pública”, assegurou o líder governista.

O elogio foi feito num grupo da rede social do WhatsApp composto por vários políticos, jornalistas e formadores de opinião do município de São João dos Patos e outras cidades maranhenses.

Para não parecer que o parlamentar ficou só no elogiou a senador, que será adversário do governador Flávio Dino em 2018, Rogério Cafeteira lamentou: “Ele [Roberto Rocha] só deveria ter tido a mesma postura de coragem e justiça no caso do impeachment da Dilma, no segundo caso ele preferiu as conveniência política”.

O curioso é que não se tem notícias de que o deputado Rogério foi um árduo defensor da presidente Dilma na época do impeachment…

Sem falar que o próprio governador Flávio Dino foi completamente omisso em relação ao impeachment quando o processo chegou ao Senado Federal.

Faltou o líder registar esse fato.