DUARTE JÚNIOR: Começando mal na Assembleia Legislativa 2

Poderia ter sido melhor a estreia de Duarte Júnior como deputado estadual, divulgando, por exemplo, a relação dos aprovados no “concurso” que ele promoveu para preenchimento de vagas na sua assessoria parlamentar.

Reza a lenda que o advogado, hoje deputado estadual pelo PCdoB, Duarte Júnior, é cria de Márcio Jerry, hoje deputado federal igualmente pelo PCdoB.

Foi o Márcio quem teria inspirado o ex-presidente do Procon-MA a lançar-se candidato em 2018, só que não imagina que o desempenho eleitoral do nosso querido “ShockTok” fosse tão impressionante quanto foi: mais de 65 mil votos, tornando Duarte em um dos pretendentes a prefeito de São Luis na próxima eleição municipal.

Pois bem. Ontem, 5, durante a primeira sessão plenária do ano na Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema), Duarte Júnior tinha tudo para fazer uma grande estreia no parlamento maranhense, mas preferiu se meter numa polêmica artificial, por assim dizer, com o experiente deputado César Pires (PV).

César, em verdade, não somente um deputado experiente, mas um parlamentar bem relacionado e respeitado entre os seus pares, além de um excelente tribuno.

Ao irritar-se com um pronunciamento de César Pires, como se tivesse acusado um golpe pelo fato do deputado do PV se referir ao “comportamento daqueles que defendem o consumidor aqui [na Assembleia]”, Duarte Júnior demonstrou imaturidade política. Mais: revelou que vai precisar de um tempo para se adaptar ao novo ambiente de trabalho, muito diferente daquele dos tempos de Procon-MA em que mandava e desmandava no órgão. Não será assim numa casa essencialmente política como é o caso da Alema.

O fato é que poderia ter sido melhor a estreia de Duarte Júnior como deputado estadual, divulgando, por exemplo, a relação dos aprovados no “concurso” que ele promoveu para preenchimento de vagas na sua assessoria parlamentar.

Perdeu para o seu colega Wellington do Curso (PSDB), que, mesmo não sendo novato, roubou a cena ontem ao chegar de bike na casa do povo.

Pauta, aliás, da próxima postagem.

ELEIÇÕES 2018: O candidato “Shoktox” e o folclore eleitoral 18

Para quem deseja ser um deputado estadual qualificado, Duarte Jr. está se saindo uma exímio “Shoktox” nesta campanha.

Duarte Jr.: Trepado no telhado da sede do Viva Cidadão.

Todas as eleições aparecem aqueles candidatos que são verdadeiros personagens de humor. Alguns são até engraçados mesmo, ainda que eleição seja coisa séria e não palco para “palhaçadas”, mas outros são simplesmente ridículos.

O candidato a deputado estadual pelo PCdoB Duarte Jr., por exemplo, tem se notabilizado, negativamente, diga-se, por posturas incompatíveis para que quem é considerado um profissional competente – ao menos para os seus chegados.

Primeiro apareceu feito um gato de rua trepado nos telhados de uma unidade do Viva Cidadão; depois de tentou tirar proveito do um gesto de cantor Roberto Carlos que quase lhe custou uma indenização milionária por uso indevido da imagem do “rei”; em seguida foi pedir aos seus seguidores, nas redes sociais, sobre qual a cor da camisa que lhe cai melhor; ato contínuo foi desautorizado pelo seu colega governista secretário Felipe Camarão (Educação) sobre suposto apoio a sua candidatura, o que lhe custou ainda a perda do apoio do também secretário Diego Galdino (Cultura); agora o ex- gestor do Procon-MA surge com uma ideia inusitada, para não dizer coisa pior.

Pela rede social do Twitter, Duarte Jr. anuncia que, se eleito, apresentará um tal programa “Nova Oportunidade”, cujo objetivo é incentivar e facilitar inserção de pessoas com mais de 50 anos no mercado de trabalho.

“Como Deputado Estadual, criarei o programa “Uma Nova Oportunidade”. Por meio de incentivos fiscais, vamos gerar emprego e renda para pessoas com mais de 50 anos. Garantindo dignidade e perspectiva de vida para esta mão-de-obra madura, experiente e capacitada!”, tuitou o candidato comunista com direto até a um ‘emoticon’ do Papai Noel!

Não se sabe ao certo se a referida proposta de Duarte Jr. seria digna de aplausos ou se estaria mais para uma denúncia junto ao Procon-MA por propaganda enganosa.

O que se sabe é que, para quem deseja ser um deputado estadual qualificado, Duarte Jr. está se saindo uma exímio “Shoktox” nestas eleições.

Resta saber se tal postura folclórica lhe renderá votos.

O palhaço Tiririca se deu bem…

Para saber mais sobre “Shoktox”, clique AQUI.

Sobre a Tuiuti e o “Dino, eu te amo”. OU: De Choquitox a Tiririca 13

Duarte Júnior tem chances de se eleger deputado estadual, mas corre o sério risco de até as eleições de outubro trocar, de uma vez por todas, o figurino do inocente palhaço Choquitox pelo do folclórico Tiririca

Imagens que marcaram o carnaval de 2018 no Brasil e no Maranhão.

O carnaval vai chegando ao fim e algumas imagens e símbolos já fazem parte da memória popular.

Nacionalmente, o Michel Temer estigmatizado pela Paraíso do Tuiuti, segunda colocada no desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro, possivelmente é a imagem que marca o carnaval de 2018.

Já por estas terras, a imagem/símbolo do carnaval de 2018 fica por conta de um exultante Duarte Júnior comando um grito de guerra de gosto duvidoso: “Dino, eu te amo”. Bom, os comunistas já tiverem gritos de guerra, digamos, mais profundos politica e socialmente falando…

O diretor do Procon-MA vai ficar no imaginário popular mais pelo comportamento bizarro durante o “Dino, eu te amo”, do que de um folião alegre que está de olho numa vaga de deputado estadual pelo PCdoB.

Nem Márcio Jerry chegaria a tanto, convenhamos.

Enfim, se é verdade que Duarte Júnior tem chances de se eleger deputado estadual, não é menos verdade que ele corre o sério risco de até as eleições de outubro trocar, de uma vez por todas, o figurino do inocente palhaço Choquitox pelo do folclórico Tiririca, palhaço eleito deputado federal com votação histórica pelo estado de São Paulo, mas que atualmente se diz decepcionado com a política e os políticos.

É aguardar e conferir.

Para deputado, vote em… ShokTox 20

por Marco Aurélio D’Eça

Shoktox é o nome do ingênuo palhaço que o hoje superintendente do Procon-MA, Duarte Júnior, encarnava em um programa infantil da TV Maranhense na década de 90.

Hoje, Duarte – homem feito e com projeto político definido – não suporta sequer ouvir falar do personagem que encarnou com destaque.

Tanto que é quase impossível encontrar registros do programa, exibido com relativo sucesso

Protagonista das grosserias proferidas contra autoridades que discursavam quinta-feira, 11, na entrega da duplicação da BR-135, Duarte Júnior poderia até passar incólume das críticas fosse só esta sua traquinagem.

Mas, nas última semana, ele foi personagem principal de cenas dignas de sub-celebridades em busca de fama.

BIANKA & CIA. Cenas do programa infantil; ShokTox desapareceu da Internet

Participou de bate-boca violento e agressivo com o ex-vereador Paulo Roberto Pinto, o Carioca, em pleno salão de beleza no Calhau.

Depois, eis que aparece trepado no telhado da sede do Viva Cidadão, na avenida Beira-Mar, sabe-se lá com que objetivo.

Jovem, arrojado, Duarte Júnior pretende disputar uma vaga na Assembleia Legislativa como um dos homens de frente do governador Flávio Dino (PCdoB).

Mas, ao tentar seguir os passos histriônicos do chefe, acaba sendo mais caricato que ele; e isso serve apenas para levá-lo ao ridículo.

E se continuará assim, é sua candidatura que poderá subir no telhado…

PS: Título original: Duarte Júnior na versão ShokTox..