VÍDEO: Maura Jorge tira “onda” com Flávio Dino através de Jair Bolsonaro 6

A candidata à governadora Maura Jorge (17) divulgou vídeo nas redes sociais em que tira “onda” com o candidato à reeleição Flávio Dino.

No vídeo, o comunista desdenha da candidatura de Jair Bolsonaro afirmando que o projeto do “capitão” seria “uma coisa muito residual, que não vai crescer porque é uma caricatura, não é uma proposta política que merece ser levada a sério”. É hilário!

Confira o vídeo.

Maura Jorge, o alvo 2

A candidata à governadora Maura Jorge virou algo da máquina comunista de moer reputações.

Temorosos com um crescimento da ex-prefeita de Lago da Pedra a ponto de levar a eleição para o segundo turno, os comunistas liderados pelo governador Flávio Dino (PCdoB) partem com tudo pra cima da candidata do PSL que tenta subir nas pesquisas aproveitando a onda Bolsonaro.

ELEIÇÕES 2018: A quem interessa tirar Maura Jorge da disputa? 6

É bom que aqueles que acham que podem ganhar no grito, na base das pesquisas tabajaras, e principalmente no uso e abuso poder político, ir logo tirando os “dois leõezinhos” da chuva.

A candidata à governadora Maura Jorge (PSL) sempre teve a convicção de que deveria entrar na disputa pelo executivo estadual.

Não obstante ser de um partido pequeno, como pouco tempo tevê e escassos recursos do fundo eleitoral, a ex-prefeita de Lago da Pedra não se deixou intimidar ou se abater com a sua realidade partidária e entrou de corpo, alma e coragem, muita coragem, na disputa pelo Palácio dos Leões.

Contudo, parece haver forças ocultas que desejam tirar a brava loira da disputa.

Nesse sentido, uma pergunta que não quer calar é: A quem interessa tirar Maura Jorge da disputa das eleições de 2018?

O Ministério Público desenterrou um processo de 2011, ou seja, coisa de quase 15 anos atrás que agora aparece às vésperas de uma eleição em que os atuais inquilinos do Palácio dos Leões fazem de tudo para não que não haja segundo turno, inclusive com práticas de abusos do poder da máquina do Estado talvez jamais vistas antes,

Na coletiva concedida na tarde desta segunda-feira, 24, porém, Maura Jorge foi categórica ao afirmar: “No meu currículo não existe desistência. Confio na Justiça do meu estado!”.

Então é bom que aqueles que acham que podem ganhar no grito, na base das pesquisas tabajaras, e principalmente no uso e abuso poder político, ir tirando os “dois leõezinhos” da chuva.

Se depender das oposições, e principalmente do povo maranhense, vai ter segundo turno, sim!

É aguardar e conferir.

MAURA JORGE: A nossa Kolinda 16

Tal como a loira da Croácia, Maura é linda, simpática, carismática e ainda tem uma vantagem sobre a Kolinda: os olhos gatinhados. A crota tem as “pitanguinhas” no olhar e a nossa Maura tem aqueles “olhão” verde, azul, sei lá…

Modric, Mbappé coisa nenhuma!

Quem “ganhou” a Copa da Rússia foi a presidenta, nem sei se ela gostaria de ser chamada assim, Kolinda Grabar-Kitarovic.

Linda, simpática, carismática, a presidenta da Croácia roubou a cena nesse mundial de 2018.

Kolinda –  o nome diz tudo – é um símbolo que até as mais chatas das feministas têm que reconhecer: não é obrigado ser chata para dizer que é mulher!

A presidenta da Croácia não teve como deixar Bob Lobato lembrar de outra loira, essa uma maranhense de Lago da Pedra: Maura Jorge.

Tal como a loira da Croácia, Maura é linda, simpática, carismática e ainda tem uma vantagem sobre a Kolinda: os olhos “engatinhados”.

A crota aparenta ter umas “pitanguinhas” no olhar, já e a nossa Maura tem aqueles “olhão” escancarado verde, azul, sei lá…

O fato é que Kolinda e a nossa Maura tem muita coisa em comum.

Principalmente a beleza e o carisma.

Beijo no coaração das duas loiras.

Política é grupo e para formar grupo é preciso lealdade 30

Quem acompanha o Blog do Robert Lobato sabe da defesa que sempre fez a favor do surgimento de novos atores e forças políticas para superar o “bipartidarismo” que há décadas tem marcado a política maranhense.

Em qualquer estado do Norte ou do Nordeste é possível identificar vários campos políticos que disputam o poder local dando a oportunidade para que os eleitores tenham opções para além de simplesmente serem obrigados a escolher entre grupo A ou grupo B.

No Maranhão estamos diante da possibilidade de, pela primeira vez, sairmos das amarras entre “sarneysismo” versus “antissarneysismo” e contar com mais de uma via política e eleitoral.

Acontece que não interessa nem aos atuais inquilinos do Palácio Leões e muito menos aos “ex” a construção/consolidação de uma terceira via na disputada eleitoral de 2018, daí movimentos que consistem claramente de dividi-la.

Concretamente, quem reúne as maiores e melhores condições de levar a cabo um projeto alternativo de sociedade no Maranhão pela terceira via é o senador Roberto Rocha (PSDB). Tem partido, está no meio do mandato, tempo de tevê, disponibilidade de recursos do fundo eleitoral, que será a única fonte de financiamento das campanhas para quem não quer correr o risco de ser preso, tem capilaridade no estado, conhece cada palmo do Maranhão, seus números e estatísticas.

Mas é justamente Roberto Rocha que alguns desejam tirá-lo da disputa a favor de quem não tem a metade das condições políticas, eleitorais e estruturais que o tucano possui.

O mais preocupante é que gente que sequer tinha partido para concorrer no próximo pleito e foi recebido de braços abertos no PSDB, agora parece fazer o papel de “Cavalo do Troia” no sentido de desagregar, desgastar e inviabilizar o projeto Roberto Rocha governador-45.

Nada contra as candidaturas de Ricardo Murad, Maura Jorge, Eduardo Braide, entre outras que podem surgir, como a do PT. Pelo contrário: que seja inaugurado um novo ambiente político que supere o esse Maranhão em “branco e preto” que só interessa ao presente comunista e ao passado sarneysista.

O que não é justo é querem sacrificar alguém que vem de longe e se preparou para ser governador do Maranhão, como é o caso do senador Roberto Rocha.

Política é grupo e para formar grupo é preciso lealdade.

#FicaAdica

Quem tem medo de Roseana Sarney? 40

Refém de sucessivos escândalos, assombrado pelos fantasmas de Mariano de Castro e do “PMgate”, caso da espionagem da Polícia Militar contra adversários, Flávio Dino a cada dia ver o seu projeto de reeleição ir para o quinto dos infernos.

O ex-governadora Roseana Sarney (15) tem causado uma espécie de suspense sobre sua candidatura ou não ao governo do estado, o que alimenta a desconfiança se ela vai ou não para a disputa de um quinto mandato de chefe do executivo estadual.

Como o Maranhão inteiro sabe, o sonho do governador Flávio Dino (65) é fazer das eleições de 2018 um “Fla-Flu”, fazer do clássico de futebol um “clássico” político do “saneísmo versus antissaneísmo”.

Acontece que não haverá esse “Fla-Flu”, pois Roseana tem reafirmado categoricamente que será candidata, além de Roberto Rocha (45), Maura Jorge (17) e provavelmente Eduardo Braide (33).

Mas, respondendo à pergunta que dá título a esta postagem, quem mais tem medo da candidatura de Roseana é Flávio Dino. O comunista sabe que a “Branca” na disputa é segundo turno garantido e seja ela ou quem for para esse eventual segundo turno é o fim do mandarinato do PCdoB no estado.

É esse medo, aliás medo não, pavor, que faz com que as masmorras do Palácio dos Leões produzam, diariamente, “fake news” sobre desistência de Roseana em disputar o governo.

Refém de sucessivos escândalos, assombrado pelos fantasmas de Mariano de Castro e do “PMgate”, caso da espionagem da Polícia Militar contra adversários, Flávio Dino a cada dia ver o seu projeto de reeleição ir para o quinto dos infernos.

É aguardar e conferir.

Quem tem medo de Roberto Rocha e Eduardo Braide? 2

Até as eleições a ordem, tanto no Palácio dos Leões quanto nas redações do sistema Mirante, é estimular a cizânia não somente entre Roberto Rocha e Eduardo Braide quanto entre eles e Ricardo Murad e Maura Jorge

A resposta para a pergunta acima é óbvia: O grupo Sarney e Flávio Dino.

Basta ver como os apoiadores de Roseana Sarney e de Flávio Dino analisam os movimentos da pré-campanha eleitoral de 2018.

Tanto roseanistas quanto dinistas fazem questão de estimular a intriga entre o senador Roberto Rocha (PSDB) e Eduardo Braide (PMN). Fazem tempestade em copo d’água para criar um clima de discórdia entre os dois pré-candidatos a governador.

Ocorre que Roberto e Braide têm conversado mais do que simplesmente a questão eleitoral de 2018. O que tem pautado as conversas entre os dois pré-candidatos ao governo é o Maranhão! Aliás, não somente Roberto e Braide, mas outros pré-candidatos como Ricardo Murad (PRP) e Maura Jorge (Podemos).

Ora, é lógico que essas conversas incomodam roseanistas e comunistas num só tempo.

E até as eleições a ordem, tanto no Palácio dos Leões quanto nas redações do sistema Mirante, é estimular a cizânia não somente entre Roberto Rocha e Eduardo Braide quanto entre eles e Ricardo Murad e Maura Jorge.

Só o ex-presidente Sarney para segurar esse povo.

Mas, infelizmente, no Brasil só Rosena não escuta o mestre da política.

Fazer o quê?

ELEIÇÕES 2018: “Nada vai abalar minha disposição de continuar nesta luta”, assegura Maura Jorge 3

Maura Jorge terá um papel importante no processo eleitoral de 2018 enquanto candidata ao governo, uma vez que seu nome ganhou projeção para além da região de Lago da Pedra onde é, sem dúvida alguma, a maior liderança

Em conversa com o Blog do Robert Lobato, a ex-prefeita de Lago da Pedra e pré-candidata à governadora Maura Jorge (Podemos) assegurou que continua firme na disposição de disputar a sucessão do governador Flávio Dino (PCdoB) e comentou ainda a decisão em apoiar a reeleição do deputado estadual Fábio Macedo, que em breve deve deixar o PDT.

“Lago da Pedra é uma situação a parte, uma vez que nossos vereadores assumirão as pré-campanhas para deputados estadual, federal e apoiarei incondicionalmente suas decisões,pois nosso grupo político é livre e democrático. Nada vai abalar minha disposição de continuar nesta luta, mesmo sendo considerada o Davi diante dos Golias”, disse.

Mulher de opinião e personalidade fortes, focada e determinada naquilo que quer, Maura Jorge terá um papel importante no processo eleitoral de 2018 enquanto candidata ao governo, uma vez que seu nome ganhou projeção para além da região de Lago da Pedra onde é, sem dúvida alguma, a maior liderança.

O fato é que não se pode subestimar alguém com a garra e espírito que movem o coração e a mente de Maura Jorge.

Fique a íntegra das palavras da pré-candidata do Podemos.

Não deixa de ser interessante ver o quanto hoje incomodo aos que se acham maior e donos do nosso Estado. Mas o certo é que ,em virtude de estar hoje como pré-candidata a governadora do Maranhão, apoiaremos todos aqueles que estão ou virão para o nosso projeto.

Lago da Pedra é uma situação a parte, uma vez que nossos vereadores assumirão as pré-campanhas para deputados estadual, federal e apoiarei incondicionalmente suas decisões,pois nosso grupo político é livre e democrático.

Não posso olhar a campanha política que ainda não começou, tendo como referência apenas o atual o momento, pois até a consolidação de grupos ,coligações etc. é prematuro qualquer ilação.

Portanto, nada vai abalar minha disposição de continuar nesta luta, mesmo sendo considerada o Davi diante dos Golias.

ELEIÇÕES 2018: Maura Jorge segue recebendo apoio a sua pré-candidatura ao governo

Uma série de agendas nas comunidades, previstas para os próximos meses, prometem repercutir e reconfigurar o cenário na capital

A ex-prefeita de Lago da Pedra, Maura Jorge (Podemos), segue recebendo apoio a sua pré-candidatura ao governo do Maranhão.

Dessa vez foram ex-secretário de abastecimento e secretário adjunto de esporte de São Luis, Aldo Rogério, o ex-vereador, Ferreirinha, dono da Estrela do Som, uma das maiores e mais tradicionais radiolas de reggae da capital, que vitaminaram o projeto Maura Jorge governadora-19.

Nos últimos dias, Maura Jorge têm recebido inúmeras lideranças de São Luis, a exemplo do ex-secretário de abastecimento e secretário adjunto de esporte de São Luis, Aldo Rogério e do ex-vereador, Ferreirinha, dono da Estrela do Som, uma das maiores e mais tradicionais radiolas de reggae da capital.

Aldo Rogério (ex-PSB) assume a presidência do Podemos em São Luis e sairá candidato a deputado estadual pelo partido.

Ferreirinha, que já foi vereador em São Luis integra a equipe responsável pela popularização de Maura Jorge como pré-candidata a governadora na capital, coordenada por Correia Filho, secretário municipal do Podemos.

Uma série de agendas nas comunidades, previstas para os próximos meses, prometem repercutir e reconfigurar o cenário na capital.

É aguardar e conferir.