ESPIONAGEM DO GOVERNO: Flávio Dino sugere que deputados maranhenses são mafiosos 7

A continuar com esse festival de declarações estapafúrdias, a oposição terá que pedir não a intervenção federal no Maranhão, mas a intervenção psiquiátrica e psicológica do governador do Maranhão.

Em mais um surto de arroubos, o governador Flávio Dino (PCdoB) sugeriu que deputados maranhenses de oposição são “mafiosos”. Isso mesmo!

Pelas redes sociais, o comunista escreveu que a oposição quer ganhar a eleição no “tapetão” e classificou de “esdrúxula” o pedido de intervenção federal feito por parlamentares com base em denúncias de que o Governo estaria usando a Polícia Militar para espionar, monitorar e perseguir adversários políticos.

Contudo, foi tom agressivo, autoritário e sem precedentes na história política do Maranhão de chamar de “máfia” os deputados que defendem a intervenção federal no estado, que assusta nas declarações do senhor Flávio Dino.

A máfia maranhense agora quer intervenção federal no Maranhão, com base em um papel assinado por um oficial do 5º escalão da PM. Não querem eleições, querem “tapetão”. Deve ser saudade do tempo da ditadura militar, quando mandavam sem ter votos. No esdrúxulo pedido de intervenção federal, a máfia demonstra insatisfação contra a Polícia que tirou São Luís das 50 cidades mais violentas do mundo, acabou com o caos em Pedrinhas, reduziu os crimes violentos. Sarney não deve gostar desses êxitos, postou.

A continuar com esse festival de declarações estapafúrdias, a oposição terá que pedir não a intervenção federal no Maranhão, mas intervenção psiquiátrica e psicológica do governador do Maranhão.

“Ô, louco meu!”, como diria o Faustão!