FAKE NEWS: Editor de política do Jornal O Estado do MA nega demissão do matutino “do outro lado da ponte”

O editor de política do Jornal O Estado do Maranhão, jornalista e blogueiro Marco D’Eça, afirmou ao Blog do Robert Lobato que se trata de “fake news” que ele tenha sido demito do matutino “do outro lado da ponte”.

“Nada a ver. Alguém vê algo, não entende e interpreta do jeito que quer. Já li tanta bobagem sobre essa minha demissão'”, disse ‘D’Eça.

Grupo Sarney aposta em “plebiscito” entre Flávio Dino e Roseana Sarney. Melhor para o comunista! 4

Ao defender uma eleição plebiscitária a meses do início efetivo da campanha, onde muita coisa ainda pode acontecer, o jornal da família Sarney parece que prefere perder de vez a eleição, e o poder que ainda resta ao grupo, a fazer com que outras forças alternativas ajudem derrotar os atuais inquilinos do Palácio dos Leões.

Em editorial intitulado “Cenário Consolidado”, da coluna Estado Maior, do jornal O Estado do Maranhão, edição desta terça-feira, 6, revela que o próprio grupo Sarney parece apostar num “plebiscito” entre o governador Flávio Dino (PCdoB) e a ex-governadora Roseana Sarney (MDB).

Curiosamente, isso é tudo o que sonham os comunistas para garantir a reeleição do atual chefe do executivo estadual já em primeiro turno.

Flávio Dino e todo o seu grupo político torcem para que o pleito de 2018 seja polarizado entre “sarneysistas” versos “antissarneysistas” como forma manter o debate em torno de uma dicotomia que só tem feito mal ao estado, na medida que empobrece uma discussão mais de fundo sobre os reais problemas que emperram o desenvolvimento do Maranhão.

Ao defender uma eleição plebiscitária a meses do início efetivo da campanha, onde muita coisa ainda pode acontecer, o jornal da família Sarney parece que prefere perder de vez a eleição, e o poder que ainda resta ao grupo, a fazer com que outras forças alternativas ajudem derrotar os atuais inquilinos do Palácio dos Leões.

Uma visão mesquinha e tacanha de um grupo que pode evaporar de vez do cenário político maranhense caso insista em eleição plebiscitária entre Flávio e Roseana.

Fiquem com o editorial do Estado Maior.