Deputados levam a crer que Márcio Jardim caiu da Sedel pelos seus méritos. Que coisa! 2

A partir dos pronunciamentos dos parlamentares, chega-se à conclusão que Márcio Jardim caiu pelas suas qualidades e méritos. Como diria um secretário de Estado xará do agora “ex” da Sedel: Que coisa!

Ontem, durante sessão plenária na Assembleia Legislativa, os deputados Rogério Cafeteira (PSB), Roberto Costa (PMDB) e Othelino Neto (PCdoB) elogiaram o desempenho do professor Márcio Jardim (PT) frente ao período que esteve no comando da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel).

Coube ao líder do governo Rogério Cafeteira inciar os elogios ao ex-secretário afirmando que: “Márcio Jardim à frente da Sedel ele fez um grande trabalho. E tenho certeza de que, como um guerreiro, como um lutador, vai seguir seu caminho com o PT, cerrando fileiras junto ao governador Flávio Dino em 2018 e tenho certeza, também, que como um lutador ainda será agraciado com grandes vitórias”.

Em seguida, o “sarneysista” Roberto Costa reforçou as palavras do líder governista ao afirmar: “Márcio Jardim é um companheiro nosso antigo, que sempre militou dentro do movimento estudantil, dos movimentos sociais em São Luís, apesar de nossas posições políticas sempre de lados opostos, mas sempre mantivemos o respeito e admiração. E o Márcio, eu sempre dizia que ele precisava de uma oportunidade para mostrar toda sua capacidade, a sua competência e o seu compromisso com o estado do Maranhão. E ele, como secretário de Esporte, fez um grande trabalho à frente da Sedel”.

Por fim, o vice-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto arrematou: “Não poderia deixar de registrar com veemência o papel, o trabalho feito pelo agora ex-secretário Márcio Jardim à frente da Secretaria de Esportes. Márcio Jardim é um quadro político de grande valia, que cumpriu bem a sua missão, agora cumprirá outra missão. E certamente o fará com a competência de sempre. “.

O Blog do Robert Lobato não tem quaisquer motivos para duvidar da sinceridade dos referidos parlamentares, pelo contrário, até reforçaria as loas ao professor Márcio Jardim. Aliás, este humilde blogueiro já havia elogiado o desempenho do petista como gestor da Sedel,embora, também, tenha criticado práticas questionáveis de alguns dos seus auxiliares mais próximos – lamentavelmente perdemos alguns post nos arquivos por irresponsabilidade do antigo serviço de hospedagem do nosso blog.

O fato é que, a partir dos pronunciamentos dos parlamentares acima, chega-se à conclusão que Márcio Jardim caiu da Sedel pelas suas qualidades e méritos.

Como diria um certo secretário de Estado xará do agora “ex” da Sedel: Que coisa!