ANTES TARDE DO QUE NUNCA: Enfim, um pedido de impeachment de Flávio Dino 10

Se é verdade que o pedido de impeachment protocolado pelo deputado Edilázio Júnior não tem a mínima chance de vingar na Assembleia Legislativa do Maranhão, não é menos verdade que esse pedido, por si só, já gera um desgaste “miseravi” para Flávio Dino

Demorou, mas aconteceu.

Enfim, um deputado teve a coragem de apresentar um pedido de impeachment do governador Flávio Dino (PCdoB). E olha que não faltam motivos!

Veio do deputado Edilázio Júnior (PV) o pedido de afastamento do chefe do executivo estadual com o argumentando de que houve crime de responsabilidade de Flávio Dino ao usar a polícia do estado como uma polícia política para perseguir adversários.

“É notório que existe este abuso de poder usando uma polícia de estado como uma polícia política partidária para perseguir seus adversários”, declarou.

Segundo o parlamentar, em entrevista ao jornal O Estado do Maranhão, “se não houvesse acontecido o vazamento dos documentos ordenando a espionagem, a oposição estaria sendo monitorada pela PM até hoje”.

E olhem que essa história de fazer da polícia um instrumento de perseguição política contra adversário é o menor, digamos, dos crimes de responsabilidade de Flávio Dino.

Há os escândalos de corrupção na Secretaria de Saúde, esquemas na Emap, farra dos capelães, uso do Palácio dos Leões como palaque eleitoral, repasses fundo a fundo para cooptar prefeitos, uso indevido de recursos dos aposentados/servidores públicos para bancar o famigerado “Mais Asfalto” etc, etc, etc.

Emfim, se é verdade que esse pedido de impeachment protocolado pelo deputado Edilázio Júnior não tem a mínima chance de vingar na Assembleia Legislativa do Maranhão, não é menos verdade que o pedido, por si só, já gera um desgaste “miseravi” para Flávio Dino.

Que assim seja!