IMPUGNAÇÃO DE FLÁVIO DINO: Governador usa as redes sociais para pedir uma espécie de “habeas corpus preventivo” 14

E até de se entender o desespero do chefe do executivo estadual uma vez que corre a notícia, pelos bastidores da política e da imprensa, de que um secretário de Estado pode realmente ser preso pelos próximos dias ou pelas próximas semanas.

Definitivamente a decretação da inelegibilidade de Flávio Dino (PCdoB) mexeu como os seus miolos.

Quando a gente pensava que já havia visto de tudo quando o assunto é o comunista e as redes sociais, eis que o governador candidato à reeleição aparece com essa aqui:

“Avisaram-me que o grupo Sarney está tramando um novo factoide querendo usar a Polícia Federal. Não quero crer que um delegado se preste a esse tipo de armação. Seria mais uma desmoralização”.

As palavras acima fazem parte de um post que Flávio Dino publicou no Twitter. No que pode parecer uma mera “acusação de golpe”, na verdade é mais do que isso: trata-se de uma espécie de “habeas corpus preventivo”.

É como se o governador estivesse adiantando-se a alguma operação da Polícia Federal em curso e que, agindo assim, pode impedir de que a mesma seja deflagrada. Loucura total!

Contudo, é até de se entender o desespero do chefe do executivo estadual uma vez que corre a notícia, pelos bastidores da política e da imprensa, de que um secretário de Estado pode realmente ser preso pelos próximos dias ou pelas próximas semanas.

Se realmente isso vier acontecer, aí, meus caros leitores, “adeus Maria Preá”.

É aguardar e conferir.