SÃO JOSÉ DE RIBAMAR: Acadêmicos do Tatuapé prestigia lançamento do Carnaval da cidade 2

A escola paulistana Acadêmicos do Tatuapé participou neste domingo (04) do lançamento do Carnaval de São José de Ribamar que este ano acontece de 10 a 13 de fevereiro. Com o tema “São José de Ribamar na Passarela do Mundo”, a edição 2018 faz alusão à homenagem feita pela escola, que este ano conta no sambódromo a rica história do santo padroeiro do Maranhão.

E foram eles, os legítimos representantes da agremiação campeã do carnaval de 2017, que deram o tom do que promete dominar nos dias oficiais da folia momesca. A programação também contou com o reforço e talento da cantora Negra Jane, de Goiânia, da bateria forte da Escola Unidos de Ribamar, Império Serrano de São Luís, Bloco Fênix, além da participação do cantador de Bumba Meu Boi, Chagas.

Para o prefeito ribamarense, Luis Fernando, o momento é de alegria e emoção, afinal o município ganhou de presente grande destaque internacional. “Estamos muito felizes em poder receber hoje aqui representantes da escola que cantam esse ano a religiosidade do nosso município além é claro do reforço que recebemos para alavancar cada vez mais o nosso carnaval”, completou.

A agremiação que esteve em São Luís para cumprir agenda carnavalesca, fez visita de cortesia para conhecer o município, receber as bênçãos do padroeiro, além é claro de apresentar oficialmente à população, o samba enredo que destaca as belezas e religiosidade do município que completou 65 anos de emancipação política.

Emocionado com a receptividade dos ribamarenses, o presidente da Acadêmicos do Tatuapé, Eduardo Santos, destacou toda a empolgação e expectativa da escola para mostrar na avenida a história do Maranhão. “Estamos muito felizes pela escolha e ansiosos para apresentar os detalhes de todo um trabalho que ao longo do ano estamos desenvolvendo. Temos certeza que São José de Ribamar, já abençoou”, brincou o presidente cantando o refrão do samba “Viva São José” que desfila na madrugada do dia 10.

A emoção também tomou conta de dona Elisa Moura. Ela conta que nasceu, foi criada no município, mas que não vai conseguir conter as lágrimas quando ouvir o nome do seu santo preferido ser cantado por uma verdadeira multidão. “Tô ansiosa querendo assistir esse desfile e pode ter certeza que eu e todos os ribamarenses vamos vibrar com a escola na avenida”, contou.

Circuitos da folia

A programação oficial vai contar com apresentações de cerca de 130 agremiações, genuinamente ribamarense, entre blocos organizados, afro, escolas de samba, bandas, artistas locais, dentre outros.

Além da Sede e Vilas, os circuitos da folia ainda contam com outros seis endereços, Parque Vitória, Matinha, Mata Grande, Vila Sarney Filho, Turiúba, e Nova Terra.

A segurança tanto para a prévia quanto dos espaços oficiais da folia, será reforçada por homens da polícia militar, corpo de bombeiros além da Guarda Municipal e seguranças.

Lava-Pratos

A 72ª edição do Carnaval do Lava Pratos será realizada nos dias 17 e 18 de no Parque Municipal do Folclore Therezinha Jansen, na orla marítima da sede da cidade.

VITÓRIA DO MEARIM: Roberto Rocha ajuda ações da gestão de Dídima Coelho

Atendendo solicitação da prefeita Dídima Coêlho (PMDB), o senador Roberto Rocha (PSDB) conseguiu viabilizar junto à Associação do Produtores Rurais do Maranhão, uma Escavadeira Hidráulica que já está em plena operação fazendo a drenagem do Igarapé do Puraqueú que corta a cidade.

Esse serviço de limpeza do leito do Igarapé é de fundamental importância para a cidade uma vez que vai evitar a inundação de bairros centrais de Vitória do Mearim.

A Prefeita Didima Coelho determinou que, além do Igarapé do Puraqueú, o Igarapé da Bucanha também será drenado nos trechos assoreados, o que significa maior produção de peixe.

Em do povo vitoriense, a gestora Dídima Coêlho agradeceu mais essa ação parlamentar do senador Roberto Rocha.

Confira o vídeo do início dos trabalhos no Igarapé do Puraqueú.

SÃO JOSÉ DE RIBAMAR: Luis Fernando assina ordens de serviços que resolvem coleta e destinação final do lixo ribamarense

Lixo produzido no município deixa de ir para o aterro do Canavieira e agora será destinado ao aterro sanitário localizado em Rosário.

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, assinou na quarta-feira (31), ordens de serviços que resolvem problemas históricos de coleta, transporte e disposição final de resíduos sólidos, gerados no município. O ato ocorreu no gabinete e contou com a presença de representantes das empresas vencedoras da concorrência pública, Ciano Soluções Ambientais Ltda, Central de Gerenciamento Ambiental Titara S/A, do vice-prefeito Eudes Sampaio, presidente da Câmara Municipal, Beto das Vilas, e vereadores Professor Cristiano, José Lázaro, Moisés Gama, Nádia Barbosa e Nonato Lima.

Além da coleta diária em todo território ribamarense, um segundo contrato estabelece o transbordo e transporte do lixo até o aterro sanitário da empresa Central de Gerenciamento Ambiental Titara S/A, localizado no município de Rosário. Com o início dos serviços, já neste primeiro dia de fevereiro, outros problemas que vinham se arrastando na justiça desde 2012 serão resolvidos, entre eles o descumprindo das exigências do Plano Nacional de Resíduos Sólidos e o fim do lixão do Canavieira.

Para o prefeito Luis Fernando a contratação dos serviços, não apenas resolve o problema como também resgata a conformidade com o Plano Nacional de Resíduos Sólidos. “Apresentamos soluções e resolvemos um problema histórico e que envergonhava a todos nós. É assim que trabalhamos, dentro da legalidade, reconstruindo o que foi destruído e que não deram solução há anos”, completou o gestor ribamarense.

Luis Fernando também explicou que a nova contratação prevê uma rigorosa fiscalização para o seu cumprimento. “Uma balança de pesagem do lixo, vai permitir um maior controle do lixo recolhido além é claro da segurança que possibilita para a realização das medições e pagamentos, além dos veículos compactadores e caçambas que são dotados de GPS que vão permitir acompanhar, em tempo real, os serviços de coleta”, detalhou.

Em média, são geradas cerca de 130 toneladas/dia de lixo no município, o que equivale a 4mil toneladas/mês. A coleta será realizada por oito caminhões equipados com compactador, sistema de coleta e armazenamento de chorume, além de dois caminhões para coleta mecanizada e uma retroescavadeira. Já o transbordo de todo o resíduo será feito por duas carretas com caçamba.

Presidente da Agência Executiva Metropolitana, Pedro Lucas Fernandes, assina ordem de serviço para o Plano de Acessibilidade Metropolitano

“Um dia para ficar na história” .

Assim classificou o presidente da Agência Executiva Metropolitana (Agem), Pedro Lucas Fernandes, ao assinar a ordem de serviço para a elaboração do Plano de Acessibilidade Metropolitano, durante solenidade realizada no Salão de Atos, do Palácio dos Leões.

A partir deste Plano, será feito um diagnóstico de toda a região metropolitana, construído por pessoas que vivem esta realizada – portadores de deficiências, como ressaltou o presidente. “Essas pessoas que realmente sabem as dificuldades do dia a dia e elas que vão apontar as soluções. Estou muito feliz em representar o Governo do Maranhão, neste ato tão importante”, disse.

Será a primeira vez que um plano metropolitano será elaborado e executado no Brasil. Serão três importantes etapas, com a capacitação dos servidores, consultas a entidades, para conhecimento das necessidades locais e apontar as alterações que deverão ser feitas e por fim, as demandas de transporte público da Região Metropolitana, que atenda às pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida, observando as regras de acessibilidade.

Para o presidente da Agência Estadual de Mobilidade Urbana (Mob), Lawrence Melo, “é mais uma prova material que o governador Flávio Dino dá pra sociedade e pro Brasil, no tocante a responsabilidade das políticas públicas voltadas para a inclusão social no país”. Assim que o trabalho for concluído, o documento será encaminhado a Mob.

Ivo Diniz, que é membro do Fórum Metropolitano de Acessibilidade, acompanhou a assinatura da ordem de serviço. “Foi uma grande vitória pra gente, um começo pra quem tem mobilidade reduzida, cadeirante e com deficiência visual”, comemorou.

O promotor de Defesa da Pessoas Idosa, José Augusto Cutrim Gomes, também participou da solenidade e destacou a importância do plano. “Isso é fundamental para as pessoas com deficiência, inclusive pessoas idosas, que muitas vezes tem mobilidade reduzida e assim garantir o direito de ir e vir. Parabenizo o presidente Pedro Lucas e tenho a certeza de que isso terá efeitos práticos. Esperamos que todos os municípios se envolvam nessa construção”.

A Isabelle Passinho tem uma deficiência física, é vice presidente do Conselho da Pessoas com Deficiência e diretora comercial da empresa que venceu a licitação para desenvolver o plano. Ela destaca que já começou a execução do trabalho, dentro do processo de construção, que vai trabalhar a partir de etapas que já estão definidas. “A perspectiva da metropolização vem da ideia daquilo que é de interesse comum, como diz a Lei. Vamos apontar as intervenções necessárias, para nivelamento das demandas das cidades para que tenham duas necessidades atendidas”, concluiu.

A elaboração do Plano de Acessibilidade Metropolitano faz parte das ações planejadas e diretrizes estratégicas, de acordo com o campo de atuação do órgão, definido pela Lei Complementar Estadual nº 174/2015, que dispõe sobre a Região Metropolitana da Grande São Luís.

URBANO SANTOS: Folia carnavalesca de qualidade e funcionários com o “faz-me rir” no bolso

Enquanto vários municípios maranhenses estão penúria seja por dificuldades econômicas conjunturais ou por incompetência e malversação dos recursos públicos, em Urbano Santos, cidade localizada na Região do Baixo Parnaíba, é só alegria.

Além de contar com uma vasta e qualificada animação carnavalesca, o povo urbano-santense vai brincar o carnaval em meio a mais obras que serão entregues pela prefeita reeleita Iracema Vale (PT).

Outro diferencial da gestão de Urbano Santos é a situação do funcionalismo público que vai cair na folia com o salário no bolso e totalmente em dia, o que vai de encontro ao que acontece com centenas de outros municípios que estão com meses de vencimentos dos servidores em atraso.

“Em Urbano Santos na Gestão todos os funcionários estão em dias: efetivo, comissionados, contratados, ou seja, todos os nossos colaboradores passarão o carnaval com dinheiro no bolso. E ainda iremos inaugurar 5 escolas construídas com recursos próprios. O trabalho não para”, comemora a prefeita.

É isso aí…

SÃO JOÃO DOS PATOS: Pela primeira vez a cidade pode ficar sem carnaval 4

O caos administrativo por qual passa São João dos Patos pode deixar não somente os servidores municipais sem salário, como também os foliões sem o velho e bom carnaval da cidade

É de revolta o sentimento entre a população de São João Patos, principalmente dos foliões patoenses que podem ficar pela primeira vez sem brincar um dos mais tradicionais festas populares do município localizado na Região do Médio Sertão maranhense.

Segundo informações que chegam ao Blog do Robert Lobato, o assunto tomou conta da cidade desde a última entrevista do chefe de gabinete da Prefeitura, o ex-prefeito Zé Mário, revelou as supostas dificuldades de promover o carnaval.

Zé Mário é marido da prefeita Gilvana Evangelista, ambos do PDT, e é quem de fato dá as cartas na gestão municipal de São João dos Patos.

O principal motivo da possível não realização da festa momesca patoense teria a ver com os salários do funcionalismo que encontram-se atrasados. Segundo uma fonte da cidade são “aproximadamente 150 servidores em sua maioria da área da saúde”.

A mesma fonte afirmou ao Blog do Robert Lobato que Zé Mário, o prefeito de fato, em reunião recente com o promotor da cidade teria recebido a determinação do Ministério Público para que somente realize o carnaval mediante o pagamento de todos os salários atrasados.

“Nos bastidores já se comenta que essa possibilidade na verdade é só uma estratégia para que a informação não cause impacto imediato, mas já se sabe que de fato não terá carnaval em 2018. Outra desculpa da atual gestão é que o atraso é em decorrência da crise financeira, mas tudo não passa de pura incompetência, pois o evento já havia sido licitado em torno de R$ 400.000,00. A cidade de São João dos Patos passa por uma grave crise administrativa onde só em janeiro teve o FPM bloqueado por duas vezes, sujeira,mato nas ruas, obras paradas além de salários atrasados”, informou uma fonte qualificada da cidade.

O fato é que o caos administrativo por qual passa São João dos Patos pode deixar não somente os servidores municipais sem seus salários, como também os foliões sem o velho e bom carnaval da cidade.

Fiquem “Retalhos de Cetim”, do grande Benito Di Paula:

Ensaiei meu samba o ano inteiro,
Comprei surdo e tamborim.

Gastei tudo em fantasia,
Era só o que eu queria.
E ela jurou desfilar pra mim,

Minha escola estava tão bonita.
Era tudo o que eu queria ver,

Em retalhos de cetim.
Eu dormi o ano inteiro,
E ela jurou desfilar pra mim.

Mas chegou o carnaval,
E ela não desfilou,
Eu chorei na avenida, eu chorei.

Não pensei que mentia a cabrocha,
Que eu tanto amei...

O Governo do Maranhão começa a liberar créditos do Bolsa Escola 2018 na próxima semana.

Cerca de 1.800 estabelecimentos estão aptos a realizar a venda de material escolar aos beneficiários do Bolsa Escola neste ano. O quantitativo é 22% maior do que o alcançado no ano passado

“Dia 31, na próxima quarta-feira, estará disponível crédito em cartões das nossas crianças para que possam garantir a compra de seu material escolar”, conta o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, responsável pelo Bolsa Escola.

O Bolsa Escola concede crédito para famílias cadastradas no Bolsa Família, do Governo Federal, com filhos em idade escolar.

Trata-se de um complemento de renda feito pelo Governo do Maranhão para garantir caderno, livro, canetas e outros itens escolares às crianças e aos adolescentes.

Esta é a terceira edição do Bolsa Escola. Para liberar os créditos, o Governo do Maranhão estava aguardando o Governo Federal revisar a lista dos beneficiados do Bolsa Família, já que esta é a base de quem será alcançado pelo programa maranhense.

Com a revisão concluída, o Governo do Estado pôde organizar o cronograma para a concessão do crédito.

Quem tiver dúvidas pode acessar www.bolsaescola.sedes.ma.gov.br/site/ ou usar os aplicativos referentes ao programa.

Comércios credenciados

Cerca de 1.800 estabelecimentos estão aptos a realizar a venda de material escolar aos beneficiários do Bolsa Escola neste ano. O quantitativo é 22% maior do que o alcançado no ano passado.

Por meio de um cartão magnético tipo débito, as famílias beneficiárias poderão realizar compras nas lojas e comércios autorizados em seus próprios municípios para a venda de material escolar.

Confira a mensagem do secretário Neto Evangelista:

EDUCAÇÃO: Projeto de Lei do senador Roberto Rocha cria a Universidade Federal Maranhão do Sul 8

Goiás, Piauí, Mato Grosso, Pará e Maranhão poderão contar com a criação de mais uma universidade federal em seus territórios. A instituição dos centros universitários está prevista em projetos de lei em análise no Senado em 2018. As propostas preveem o desmembramento de unidades de universidades federais já existentes e, no caso do estado do Maranhão, a construção de um novo espaço de ensino superior.

Apresentado no fim de dezembro de 2017, o PLS 505/2017, do senador Roberto Rocha (PSDB),  cria a Universidade Federal do Maranhão do Sul. Se aprovado, o novo espaço universitário será construído no município de Imperatriz (MA). Segundo o autor da proposta, a instalação da universidade proporcionará maior apoio tecnológico para a cadeia produtiva local. A matéria aguarda designação de relator na CE.

“O setor produtivo se concentra nessa região [Maranhão do Sul] que não é amparada com os recursos necessários para esse desenvolvimento, inclusive na questão acadêmica de formação de jovens talentos que contribuirão ainda mais para o desenvolvimento local”, argumenta Roberto Rocha.

A transferência de campi universitários para a constituição de cinco novas universidades federais foi assinada em 2016 pela ex-presidente Dilma Rousseff. O objetivo exposto pelo governo foi o de interiorizar o ensino superior e democratizar o acesso à universidade pública.

IFMA DE CAXIAS

Outra ação louvável do senador Roberto Rocha diz respeito à  emenda, de aproximadamente 4,8 milhões de reais, que foi destinada pelo parlamentar maranhense Roberto Rocha ao IFMA Campus Caxias para construção de nova biblioteca e teatro.

A emenda foi garantida pelo senador maranhense Roberto Rocha, em visita ao Campus em julho de 2017. Os recursos serão destinados à construção de uma nova biblioteca e um teatro.  A atual biblioteca tem uma área de 190,5 m2, acomodando um acervo em 26 estantes de dupla face, 05 estantes simples em um espaço de aproximadamente 47 m² de acervo. Sua área destinada à consultas e estudo individual é 90,3 m2 e ao processamento técnico é de 7,53 m². Suas duas salas de estudo em grupo têm 15,06 m², comportando até 12 pessoas. De acordo com o projeto, a nova biblioteca será seis vezes maior que atual, ocupando um espaço de 1.149 m² e acomodará 37 estantes de dupla face, com 18 mesas para estudos e 18 terminais de pesquisas com computadores. O espaço para catalogação será de 49,66 m2 e de atendimento passará a ser de 49.66 m2. Haverá ainda um espaço para administração de 24.37m². O destaque na nova biblioteca será a construção de um auditório com capacidade para 50 pessoas, numa área de aproximadamente 100 m².

Para o professor Raimundo Nonato Assunção Filho, chefe do departamento de ensino, a consolidação dessa emenda vai facilitar a oferta de novos cursos e uma melhoria na avaliação dos cursos já ofertados. “Uma nova biblioteca será essencial para o desenvolvimento do ensino, pesquisa e pesquisa, pois irá aliar-se ao aprendizado teórico que a leitura facilita. Além disso, a biblioteca é um item essencial na avaliação realizada pelo MEC dos cursos superiores.”

O professor também destaca que o teatro e a biblioteca são espaços de uso por toda comunidade caxiense. “Eles serão fundamentais para que continuemos realizando um ensino de qualidade, porque vai dar todo o aporte didático e pedagógico para que os professores consigam realizar o seu trabalho. Além disso, toda população será beneficiada, visto que são espaços abertos ao público da cidade”, avalia.

Dona Francinele de Oliveira Xavier Martins dos Santos, mãe da aluna Maria Catarina Oliveira Martins dos Santos, acredita que a nova biblioteca será importante na formação de técnica em Agroindústria de sua filha. “Disponibilizando esse novo ambiente, o IFMA estimula o hábito de leitura, o que desperta novas ideias e atitudes para os futuros profissionais.”

O diretor-geral, João da Paixão Soares, recebeu a notícia com muito entusiasmo. “Foi uma união de esforços entre toda a nossa equipe e políticos da região. Agradecemos ao Senador Roberto Rocha pela atenção dedicada ao Instituto, em especial ao nosso Campus. Essa emenda parlamentar é um recurso importante para o fortalecimento do Campus Caxias, pois temos somente sete anos de fundação e esses recursos serão fundamentais para atuação do instituto em prol da educação profissional e tecnológica de Caxias e região”, destaca o diretor. Ele complementa que “ao fazer essa destinação, o senador investe no futuro de centenas de jovens e adultos que o IFMA Campus Caxias atende, garantindo, dessa forma, qualidade de vida para as futuras gerações”, pontua. As informação são do IFMA de Caxias.

Bequimão: Secretaria de Saúde faz balanço com mais de 40 mil atendimentos em 2017

A Secretaria Municipal de Saúde de Bequimão, tem sido uma das referências na gestão do prefeito Zé Martins (MDB) desde 2013. O bom serviço desempenhado levou a pasta por duas vezes ao prêmio de gestão em saúde, ficando entre as cinco pastas mais eficientes do Maranhão. Em 2015 foi premiada na gestão de Bastico Moraes e em 2017 no comando do secretário Sidney Bouéres. Com um atendimento de excelência à população, a secretaria está prestes a receber o terceiro prêmio da categoria.

Formada por grandes profissionais, as equipes que compõem a Secretaria de Saúde, desempenham um trabalho humanizado que chega à toda população bequimãoense por meio de ações desenvolvidas através de parcerias com outras secretarias da gestão do prefeito Zé Martins. Todas as campanhas são implantadas, como forma de prevenir, evitando uma sobrecarga no hospital Lídia Martins, que tem atendimento 24h e dispõe dos melhores profissionais do Estado.

O quantitativo de atendimentos mostra a qualidade dos serviços prestados pela Prefeitura de Bequimão, por meio da Secretaria Municipal de Saúde. Entre os 23 municípios da região da baixada e litoral maranhense, Bequimão está disparado à frente dos demais, quando o assunto é saúde. O balanço abaixo vai mostrar os atendimentos e ações realizados durante o ano de 2017 em Bequimão. Enquanto o país atravessa por um caos na saúde pública nacional, Bequimão é referência para os demais municípios do Maranhão.

Na atenção básica os números são satisfatórios em todas as especialidades médicas disponibilizadas pela prefeitura durante os 12 meses de 2017. Foram realizados 1.823 exames de ultrassom de janeiro a dezembro de 2017. Já nas especialidades entre exames e consultas encaminhadas para o Hospital Macro Regional, responsável pela Alta Complexidade da baixada foram realizados 6.264 atendimentos, sendo que os exames laboratoriais chegaram a marca de quase 4 mil procedimentos.

O Hospital Municipal Lídia Martins, que atende até pacientes de municípios vizinhos, também reuniu números de atendimentos que comprovam a eficácia e a credibilidade do trabalho realizado pelo prefeito Zé Martins. Durante os 12 meses do ano de 2017, a secretaria registrou um bom número de atendimentos e procedimentos realizados pelas equipes. As consultas somaram 13.077, uma média de 1.089 por mês. Já os atendimentos de Urgência em Atenção Básica foram 14.905, uma média mensal de 1.242. Nos demais procedimentos (urgência com remoção, drenagem de abscesso, sutura simples, pequenas cirurgias e retirada de corpo estranho) o número de atendimento foi bem abaixo dos anos anteriores. Na totalidade, a secretaria de saúde realizou 44.838 atendimentos durante o ano de 2017, uma média de 3.684 atendimentos por mês.

PARCERIAS QUE TROUXERAM BONS RESULTADOS

Os avanços são visíveis aos olhos da população que tem um atendimento de excelência tanto no Hospital Lídia Martins, quanto nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) da zona rural do município. A prova de um trabalho sério é a parceria entre as Secretarias de Saúde e Educação que já dura 5 anos e traz bons resultados para a gestão municipal. Um termo de adesão ao Programa Saúde na Escola (PSE) foi assinado, e tem como objetivo promover a saúde de estudantes através de ações de promoção à saúde e prevenção de doenças para o desenvolvimento pleno de alunos da rede pública de ensino. Em 2017 foram incluídas no PSE doze escolas da rede municipal e uma da rede estadual, que atendeu um total de 2.705alunos, abrangendo nove equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF).

Além da educação, o Programa Saúde na Escola (PSE) também atua em parceria com a Vigilância Epidemiológica, onde todo ano desenvolve a Campanha Nacional de Combate à Hanseníase e Verminoses, que em 2017, deu início às ações do programa incluindo a adesão da campanha em 26 escolas, das quais 20 foram atendidas, com a participação de 2.990alunos. Outra parceria de sucesso aconteceu entre a Comunidade Escolar e o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), que desenvolveu um programa para Verificação da situação vacinal, atendendo 13 escolas com participação de 2.450 alunos, que na oportunidade foram imunizados contra diversas doenças, atualizando-se assim, o calendário vacinal.

CUIDADO COM A SAÚDE ATRAVÉS DE EXERCÍCIOS

Em setembro do ano passado um programa foi implantado para Promoção das práticas corporais, da atividade física e do lazer nas escolas, sendo desenvolvidas atividades como dança das cadeiras, pula corda, bambolês, corrida do saco, futebol e dinâmicas de recreação. Uma forma de praticar uma atividade física à escolha do estudante. Ainda no mês de setembro de 2017 o prefeito criou o projeto Agita Bequimão, que dispõe de Dança Aeróbica ministrada pelo professor Nilson Almeida na Praça da Matriz todas as terças e quintas-feiras a partir das 18h, e conta com profissionais de saúde presentes momentos antes das atividades para aferir a pressão arterial dos alunos, prevenindo eventuais situações adversas. O Agita Bequimão já possui em média 150 alunos por tarde e será implantado nos principais pólos da zona rural de Bequimão, a exemplo da comunidade Mojó.

AS CAMPANHAS REALIZADAS PELA SECRETARIA

A prefeitura, através da secretaria municipal de saúde, realizou 4 mutirões do glaucoma em 2017 e beneficiou 624 pacientes. Além disso, o município de Bequimão aderiu à Campanha Antirábica e vacinou centenas de animais em todo município. Já no mês de outubro a secretaria trabalhou Ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, com realização de palestras, exposição de vídeos, debates, distribuição de panfletos, além de aula prática através da busca ativa de criadouros do mosquito nas proximidades das escolas juntamente com os estudantes. Para fechar o mês, a secretaria abraçou a Campanha Outubro Rosa, em que realizou inúmeras ações de combate ao câncer de mama e colo do útero, finalizando a campanha com uma passeata pelas ruas da cidade, reunindo dezenas de pessoas.

Em novembro a Secretaria de Saúde abraçou a campanha Novembro Azul, em combate ao câncer de próstata. As equipes da saúde bequimãoense reuniram homens, realizaram palestras e explicaram a importância de prevenir. Foi um ano cheio de ações e os resultados foram satisfatórios para a gestão e principalmente para a população, que foi a principal beneficiada. A continuidade das ações do PSE em 2018, ocorrerá após o reinício do ano letivo, focando a prevenção e promoção da saúde da rede pública de ensino do nosso município.

SEMANA DO BEBÊ QUILOMBOLA

Uma parceria entre as Secretarias de Saúde e Promoção da Igualdade Racial levou atendimento de saúde na Semana do Bebê Quilombola em novembro de 2017 para centenas de pessoas. As equipes de saúde percorreram as 11 comunidades certificadas com atendimento para crianças de 0 a 6 anos. Com essa parceria a Secretaria de Saúde aproveita para levar dignidade às famílias mais distantes que muita vezes não procuram a unidade de saúde do município. Mas onde tiver uma residência, por mais longe que seja, a prefeitura vai está garantindo o direito à saúde dos bequimãoenses. É um dever do município e isso é cumprido rigorosamente pela gestão de Zé Martins.

Para o secretário de saúde, Sidney Bouéres, o trabalho desenvolvido é baseado no planejamento feito pelo prefeito Zé Martins e os resultados mostram o compromisso da gestão com a população bequimãoense. “Em um ano à frente da secretaria de saúde, estamos com a sensação de dever cumprido, estabelecemos e cumprimos metas que fizeram com que o serviço de saúde funcionasse da melhor forma possível, dentro de nossas possibilidades, em meio a um ano difícil em todos os aspectos, porém, obtivemos resultados satisfatórios e expressivos. Agradecemos de coração à toda nossa equipe, ao prefeito Zé Martins que foca sempre em fazer o melhor, ao sempre líder Juca Martins que sempre foi o maior entusiasta para aceitarmos esse desafio e a minha família como um todo que sempre apoia e alicerça nossas ideias”, destacou o secretário que foi premiado em 2017 como um dos melhores gestores de saúde do Maranhão.

Já o prefeito Zé Martins destaca o desempenho da gestão e pontua os segredos que mostram um trabalho de excelência na saúde em Bequimão.

“Não é fácil manter a saúde de um município com quase 25 mil habitantes e muitas vezes ainda atender pacientes de outros municípios. O Brasil atravessa um momento complicado político e economicamente, mas nossa gestão trabalhou com os pés no chão para que tudo desse certo, e deu graças a Deus. Talvez nosso hospital seja o único que funcione como deve funcionar. Nossa luta é constante, sabemos de nossa responsabilidade e contamos com uma equipe formada por grandes profissionais que contribuem bastante para que nossa gestão seja vista como referência no Estado. Estamos trabalhando para melhorar ainda mais nossa saúde, novos programas serão implantados, novos equipamentos serão adquiridos e colocados nas unidades de saúde do município. Fico feliz pelo reconhecimento de nosso trabalho e isso mostra que estamos no caminho certo”, disse.

SÃO JOSÉ DE RIBAMAR: Ataques a Luis Fernando tem a ver com o esforço do gestor em reconstruir a cidade

É pelo trabalho de reconstrução da cidade de São José de Ribamar que as “viúvas” piram e atacam o prefeito Luis Fernando, conhecido e reconhecido como um dos melhores gestores públicos do estado

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva (PSDB) virou alvo de setores da imprensa, principalmente na blogosfera, pelo fato do município, localizado na Região Metropolitana de São Luis, ser homenageada pela Escola de Samba Unidos do Tatuapé, campeã do carnaval de São Paulo em 2017, cujo enredo será “Maranhão, os tambores vão ecoar na terra da encantaria”.

Ora, está claro como dia ensolarado na Prainha de Ribamar que essa falsa polêmica em torno da homenagem da Unidos do Tatuapé é apenas pano de fundo para o que de fato tem incomodado os adversários do prefeito: o árduo trabalho de recuperação da imagem da cidade que foi muito mal administrada na gestão anterior.

Luis Fernando está reconstruindo a cidade desde o primeiro dia em que assumiu o mandato, em janeiro do ano passado. Não é uma tarefa fácil, já que o desmantelo foi grande e vai levar tempo para Ribamar voltar a ser uma cidade organizada, limpa, urbanizada etc.

A maioria do que já foi feito até aqui deu-se por conta da boa, correta e competente aplicação dos recursos dos cofres municipais. E reparem que estamos falando investimentos a partir de recursos próprios numa conjuntura econômica completamente adversa aos municípios.

Nesse sentido, é o trabalho de reconstrução da nossa querida cidade de São José de Ribamar e a exposição pública do que foi feito em termos de malversação na gestão passada, que tem feito do prefeito Luis Fernando virar saco de pancadas de agentes a serviço daqueles que acabaram com o município.

No mais, o convite feito pelo presidente da Escola de Samba Unidos do Tatuapé, Eduardo Santos, que além de carnavalesco é maranhense, não poderia de maneira alguma ser dispensado uma vez que, além de não haver quaisquer despesas para o erário municipal, é uma excelente oportunidade para a gestão Luis Fernando “vender” a cidade para o Maranhão, o país e o mundo, atraindo não somente turistas, mas potenciais investidores para a bela e acolhedora São José de Ribamar.

É por tudo isso que as “viúvas” piram e atacam o prefeito Luis Fernando, conhecido e reconhecido como um dos melhores gestores públicos do estado.

É isso aí.