MAIS MÉDICOS MARANHÃO: Yglésio Moyses gera constrangimento ao governo Dino

A proposta foi recebida muito mal pelo Palácio dos Leões e contestada, por exemplo, pelo próprio secretário de Saúde, o advogado Carlos Lula.

Há semanas o Governo do Maranhão vem tentando desfazer um factoide produzido pelo deputado estadual eleito Yglésio Moyses (PDT).

Ocorre o seguinte.

No afã de jogar para a plateia, Yglésio Moyses sugeriu, nas redes sociais, e depois repercutido em blogs, que o governador Flávio Dino (PCdoB) criasse o “Mais Médicos Maranhão”.

No que poderia ser considerado um gol de placa do “Dr. Maluquinho”, como Yglésio é carinhosamente chamado entre os mais chegados, acabou virando um tremendo “tiro no pé”, “tiro pela culatra” ou mesmo um “gol contra”. Contra o governo e a ele mesmo!

A proposta foi recebida muito mal pelo Palácio dos Leões e contestada, por exemplo, pelo próprio secretário de Saúde, o advogado Carlos Lula, que pela rede social do Twitter postou:

“Nos últimos dias viralizou (mais uma) notícia fake sobre a contratação de médicos cubanos pelo Governo do Maranhão. Isso é juridicamente IMPOSSÍVEL de ocorrer porque só a União tem tal prerrogativa. Os mesmos de sempre querendo criar pânico e transtorno à rede de saúde.”

O secretário só errou no “mesmos de sempre”, já que não foram os “mesmos de sempre” que saíram com essa ideia do Governo do Estado contratar médicos cubanos. Aliás, o ainda líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Rogério Cafeteira, também meio que desautorizou Yglésio Moyses afirmado, igualmente pelas redes sociais, que o deputado eleito “já começou mal”, numa alusão do que pode ser o mandato do jovem médico na Assembleia Legislativa.

O fato é que Yglésio Moyses começou combatendo o “Mais Médicos” quando foi lançado pela presidente Dilma em 2013, associando-se, assim, à classe médica que praticamente ficou contra o programa quase na sua totalidade. Aliás, Yglésio Moyses sequer votou em Dilma em 2014 quando ele ainda era filiado ao PT. Eleito deputado estadual, o agora pedetista passou a defender os médicos cubanos. Oportunismo?

Enfim, um deputado estadual governista, ouvido pelo Blog do Robert Lobato, resumiu bem o que se pode esperar do futuro parlamentar Yglésio Moyses. Assim:

“Com Yglésio Moyses como aliado, Flávio Dino não vai precisar de Wellington do Curso na oposição para dar trabalho”.

Bingo!

A seguir o post do “Dr. Maluquinho” propondo o “Mais Médicos Maranhão”. Diga aí, Yglésio:

2 comentários sobre “MAIS MÉDICOS MARANHÃO: Yglésio Moyses gera constrangimento ao governo Dino

  1. Dione disse:

    Cara, muito engraçado (triste) esse post dele: só em propor o Governo pagar 700 médicos (mais de 8 milhões por mês no mínimo), já mostra o quanto é despreparado pra assumir qq mandato. Sem falar na falta de conhecimento sobre a contratação de médicos de outros países e a onírica adesão de outros Governadores ao referido Programa. Os amigos comunistas que já foram outrora ingênuos, tão rindo dele até agora. Ah, ainda é péssimo em dar nomes a Programas. kkkkkkkkkkkkkkkkkk 😂😂😂😂😂😂🤣🤣🤣

Deixe uma resposta