IMPUGNAÇÃO DE FLÁVIO DINO: Governador usa as redes sociais para pedir uma espécie de “habeas corpus preventivo”

E até de se entender o desespero do chefe do executivo estadual uma vez que corre a notícia, pelos bastidores da política e da imprensa, de que um secretário de Estado pode realmente ser preso pelos próximos dias ou pelas próximas semanas.

Definitivamente a decretação da inelegibilidade de Flávio Dino (PCdoB) mexeu como os seus miolos.

Quando a gente pensava que já havia visto de tudo quando o assunto é o comunista e as redes sociais, eis que o governador candidato à reeleição aparece com essa aqui:

“Avisaram-me que o grupo Sarney está tramando um novo factoide querendo usar a Polícia Federal. Não quero crer que um delegado se preste a esse tipo de armação. Seria mais uma desmoralização”.

As palavras acima fazem parte de um post que Flávio Dino publicou no Twitter. No que pode parecer uma mera “acusação de golpe”, na verdade é mais do que isso: trata-se de uma espécie de “habeas corpus preventivo”.

É como se o governador estivesse adiantando-se a alguma operação da Polícia Federal em curso e que, agindo assim, pode impedir de que a mesma seja deflagrada. Loucura total!

Contudo, é até de se entender o desespero do chefe do executivo estadual uma vez que corre a notícia, pelos bastidores da política e da imprensa, de que um secretário de Estado pode realmente ser preso pelos próximos dias ou pelas próximas semanas.

Se realmente isso vier acontecer, aí, meus caros leitores, “adeus Maria Preá”.

É aguardar e conferir.

14 comentários sobre “IMPUGNAÇÃO DE FLÁVIO DINO: Governador usa as redes sociais para pedir uma espécie de “habeas corpus preventivo”

  1. joaozinho disse:

    Ora, se já teve um palhaço que anunciou uma lista de 400 fantasmas que nunca publicou ! Para começo de conversa, um grupo de 150 médicos, de uma associação prestadora de serviço, fez logo nota repudiando a fantasmice dos seus membros. Passaram 02 anos grampeando a cúpula e só encontraram os mesmo, da Rosângela ao Mariano, enfim , insinuaram tudo contra o governo, mas não atingiram com provas nem o secretário Lula, a não ser com dossiê apócrifo ” atirado por cima do muro KKKKKK”. ARMAÇÃO MEU AMIGO, nada mais …

    • Pablo disse:

      Mas acho que você esqueceu que a PF tá tipo, “trocando ideias” com o Mariano de Castro… não esqueceu? A PF não está aqui à toa, amigo. O cerco já começou a se fechar pro teu governador. É tiro e bomba pra tudo qué lado, bicho e tudo que ele terá que fazer é choramingar nas redes sociais para comover seus cupinchas.

  2. celso disse:

    Minha impressão é que o governador começa a viver um inferno astral por conta de fatos que realmente aconteceram .Na saúde o rôlo é grande com provas contudentes .Tem até carta deixada que demonstra tudo.O Brandão assumiu o governo por uns dias neste ano(não tem como negar).Em Coroatá está bem evidente o vacilo dele e pessoas do governo na campanha eleitoral.E agora estão dizendo que vem PF numa determinada secretaria…Será q tá todo mundo errado e tudo isso é só coisa de oposição?

  3. Eden Jr. disse:

    Contráditorio é que até 2014 as ações de combate à corrupção organizadas pela PF e pelos órgãos de controle e que atingiam os governantes passados eram louvadas pelos atuais governantes. Mas foi só mudar o ano, e os alvos das operações, para os atuais governantes tentar desmerecer o trabalho sério e imparcial de combate à corrupção desenvolvido pela PF e demais órgãos de controle. Ou seja o trabalho dos mesmos agentes públicos que antes era aplaudido hoje é ridicularizado. É muito ridículo.

Deixe uma resposta