SENADO 2018: Entenda por que para o Palácio dos Leões serve qualquer senador menos Waldir Maranhão

Como Waldir Maranhão está colado em Roberto Rocha e convencido da eleição do pré-candidato a governador do PSDB, claro que isso o torna um adversário dos Leões a ser derrotado de qualquer jeito, de qualquer forma e seja por quem for!

O Palácio dos Leões teve orgasmos múltiplos com um vídeo que circulou em blogs e redes sociais onde o ex-governador de São Paulo e pré-candidato a presidente da República, Geraldo Alckimin (PSDB), aparece manifestando apoio à pré-candidatura do deputado federal José Reinaldo ao Senado Federal.

Ora, é lógico que enquanto presidente nacional do PSDB, e ainda mais na condição de presidenciável, o Geraldo gravaria e grava vídeos para qualquer pré-candidato tucano no país inteiro. Faria o mesmo para Alexandre Almeida e para Waldir Maranhão, também pré-candidatos a senador.

Ocorre que os comunistas, embora já tenham escolhidos os seus pré-candidatos à Câmara Alta do Congresso Nacional, aceitam a vitória de qualquer um: José Reinaldo, Lobão ou Sarney Filho, mas não aceitam jamais a de Waldir Maranhão.

Isso porque Waldir colocou o dedo na ferida dos comunistas em especial na de Flávio Dino quando revelou ao Brasil o ato de traição do governador maranhense ao então presidente da Câmara dos Deputados no episódio do impeachment de Dilma.

Com o ego ferido e vaidade ofendida depois de ser chamado por Waldir Maranhão de “maior traidor do país”, Flávio Dino quer ver o diabo no Senado Federal menos o seu ex-aliado, o homem que foi orientado, pelo próprio Flávio Dino, a anular o ato de afastamento de uma presidente honesta do Palácio do Planalto em 2016.

O fator Roberto Rocha

Mas não é só o fato de Waldir Maranhão expor as vísceras de traidor de Flávio Dino ao país que faz do pré-candidato a senador tucano um alvo a ser abatido pelo Palácio dos Leões.

Um outro aspecto fundamental é a lealdade que Waldir tem demonstrado ao projeto Roberto Rocha governador-45. Isso tem tirado o sono do comuna-mor do Maranhão!

Como Waldir Maranhão está colado em Roberto Rocha e convencido na eleição do pré-candidato a governador do PSDB, claro que isso o torna um adversário a ser derrotado de qualquer jeito, de qualquer forma e seja por quem for!

São esses fatos acima que explicam toda a euforia dos comunistas e sua camarilha com o vídeo pró-José Reinaldo gravado pelo Geraldo Alckimin.

Vídeo, repito, que o presidenciável tucano gravaria para qualquer correligionário seu no Maranhão e no resto do país.

11 comentários sobre “SENADO 2018: Entenda por que para o Palácio dos Leões serve qualquer senador menos Waldir Maranhão

  1. Antonio disse:

    Já quer Geraldo Alckmin grava vídeo para qualquer um, então por quer ainda não gravou um para Waldir Maranhão? Duvido q Waldir ainda não tenha pedido, ainda mais esse Waldir q andava de cima para baixo com Lula em sua caravana pelo nordeste esperando uma minima delação de Lula e nunca teve, esperou de Flávio Dino e nunca teve e agora nunca terá de Geraldo Alckmin, esse Geraldo q grava para qualquer um rs

  2. JUCA disse:

    Que matéria chula!! Roberto Rocha não é opção para o Maranhão, o cara é pior que Dino e Roseana juntos. Prepotente, arrogante, e só procura quando precisa ou amigo quando lhe serve. Depois… quanto ao Waldir é marionete

  3. Emanuel disse:

    Para o PSDB num nível superior (nacional), a candidatura de Waldir respinga mal, pois todos sabemos do papelão que ele já protagonizou, desde a época de Eduardo Cunha passando pela tentativa de impedir o Impeachment da Rousseff e por último ele passar de aspirante a candidato a Senador pelo PT, dizendo-se amigo do peito e das cachaças de Lula e Dino, para querer ser candidato ao senado pelo PSDB no vai ou rocha.

  4. Gustavo disse:

    Se é verdade que ele gravaria para qualquer correlegionário, que Waldir consiga o seu vídeo. Até o momento está óbvio que a vaga de Zé Reinaldo está garantida.

  5. júnior disse:

    O nome mas fraco para uma vaga no senado é o de Waldir Maranhão, mas admiro sua persistência nessa ideia, mas além de fraco eleitoralmente ele pode ser confrontado por não ter ideologia, afinal em menos de um mês lutou para se filiar no PT, como não teve exito foi para o PSDB.

Deixe uma resposta