SENADO 2018: Flávio Dino vai comprar a briga no PT a favor de Eliziane Gama?

Não basta a deputada está bem posicionada nas pesquisas para o Senado Federal. Será fundamental ela consolidar politicamente a sua pré-candidatura à Câmara Alta, que passa pelo convencimento do PT em aderir ao seu projeto. E nesse processo de convencimento Flávio Dino será imprescindível, fundamental, essencial e decisivo

No PT maranhense não há convergência nem quando é necessário fazer um minuto de silêncio para homenagear algum companheiro, pois às vezes aparece um petista sugerindo dois minutos ao invés de um.

Contudo, se há uma coisa que une o PT local atualmente é o veto à deputada Eliziane Gama (PPS) para ocupar a segunda vaga ao Senado Federal na chapa liderada por Flávio Dino (PCdoB) nas eleições de 2018.

Até o impeachment da Dilma Rousseff em 2016, Eliziane tinha uma boa relação com o PT e com muitos e muitas petistas. Não foram poucas vezes que, na condição de então deputada estadual, contou com a contribuição de petistas como a professora e militante feminista Mary Ferreira, além de sempre ter contado com a admiração da ex-deputada Helena Heluy, uma reserva moral do Partido dos Trabalhadores no Maranhão. Mesmo quando foi candidata à prefeita de São Luis conseguiu atrair apoios de correntes e coletivos petistas.

Contudo, após votar a favor do afastamento de Dilma, a deputada Eliziane Gama caiu em desgraça nas hostes petistas e terá muita, mas muita dificuldade de convencer dirigentes e principalmente a militância de tê-la no mesmo palanque que o PT.

Nesse contexto, surge uma perguntinha inocente: o governador Flávio Dino vai comprar a briga a favor de Eliziane Gama por dentro do PT?

Não vale dizer que o comunista não vai se meter nas questões internas do partido até porque o governo já está no PT e não o contrário. Logo, o futuro do projeto Eliziane senadora-230 depende do governador entrar na briga a favor da irmã e centralizar o PT. Aliás, em entrevista ao programa Resenha, da TV Difusora, ontem, 2, o pré-candidato a senador Márcio Jardim, aliado de primeira hora de Flávio Dino, foi categórico: “Nós [petistas] temos um critério de não apoiar candidaturas que são responsáveis por este estado que vive o país”. Uma clara alusão ao fato de Eliziane Gama parlamentar ter votado a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Além de Márcio Jardim, o PT tem ainda o professor Nonato Chocolate registrado no PT como pré-candidato a senador.

O fato é que não basta a deputada federal Eliziane Gama está bem posicionada nas pesquisas para o Senado Federal. Será fundamental que ela consolide politicamente a sua pré-candidatura à Câmara Alta e isso passa pelo convencimento do PT em aderir ao seu projeto.

E nesse processo de convencimento Flávio Dino será imprescindível, fundamental, essencial e decisivo.

Sem esse empenho expresso do governador, Eliziane Gama muito dificilmente terá êxito de sequer ser candidata ao Senado Federal.

Portanto, a nossa querida irmã corre o sério risco de ir para o “PE” (Partido dos Enjeitados).

É aguardar e referir.

8 comentários sobre “SENADO 2018: Flávio Dino vai comprar a briga no PT a favor de Eliziane Gama?

  1. Cunha disse:

    Bob,o que interessa ao FD é o tempo de TV ao qual o PT tem direito.Para FD,o PT e m****é a mesma coisa.Vc pode ter certeza de uma coisa:Uma grande parcela de PeTistas não votará em FD.

  2. Pablo disse:

    Talvez o PT já esteja bolando o momento certo de abandonar o barco dinista de vez.. e ir para o outro barco.. aquele outro, sabe?

Deixe uma resposta