SÃO JOÃO DOS PATOS: Pela primeira vez a cidade pode ficar sem carnaval

O caos administrativo por qual passa São João dos Patos pode deixar não somente os servidores municipais sem salário, como também os foliões sem o velho e bom carnaval da cidade

É de revolta o sentimento entre a população de São João Patos, principalmente dos foliões patoenses que podem ficar pela primeira vez sem brincar um dos mais tradicionais festas populares do município localizado na Região do Médio Sertão maranhense.

Segundo informações que chegam ao Blog do Robert Lobato, o assunto tomou conta da cidade desde a última entrevista do chefe de gabinete da Prefeitura, o ex-prefeito Zé Mário, revelou as supostas dificuldades de promover o carnaval.

Zé Mário é marido da prefeita Gilvana Evangelista, ambos do PDT, e é quem de fato dá as cartas na gestão municipal de São João dos Patos.

O principal motivo da possível não realização da festa momesca patoense teria a ver com os salários do funcionalismo que encontram-se atrasados. Segundo uma fonte da cidade são “aproximadamente 150 servidores em sua maioria da área da saúde”.

A mesma fonte afirmou ao Blog do Robert Lobato que Zé Mário, o prefeito de fato, em reunião recente com o promotor da cidade teria recebido a determinação do Ministério Público para que somente realize o carnaval mediante o pagamento de todos os salários atrasados.

“Nos bastidores já se comenta que essa possibilidade na verdade é só uma estratégia para que a informação não cause impacto imediato, mas já se sabe que de fato não terá carnaval em 2018. Outra desculpa da atual gestão é que o atraso é em decorrência da crise financeira, mas tudo não passa de pura incompetência, pois o evento já havia sido licitado em torno de R$ 400.000,00. A cidade de São João dos Patos passa por uma grave crise administrativa onde só em janeiro teve o FPM bloqueado por duas vezes, sujeira,mato nas ruas, obras paradas além de salários atrasados”, informou uma fonte qualificada da cidade.

O fato é que o caos administrativo por qual passa São João dos Patos pode deixar não somente os servidores municipais sem seus salários, como também os foliões sem o velho e bom carnaval da cidade.

Fiquem “Retalhos de Cetim”, do grande Benito Di Paula:

Ensaiei meu samba o ano inteiro,
Comprei surdo e tamborim.

Gastei tudo em fantasia,
Era só o que eu queria.
E ela jurou desfilar pra mim,

Minha escola estava tão bonita.
Era tudo o que eu queria ver,

Em retalhos de cetim.
Eu dormi o ano inteiro,
E ela jurou desfilar pra mim.

Mas chegou o carnaval,
E ela não desfilou,
Eu chorei na avenida, eu chorei.

Não pensei que mentia a cabrocha,
Que eu tanto amei...

4 comentários sobre “SÃO JOÃO DOS PATOS: Pela primeira vez a cidade pode ficar sem carnaval

  1. júnior disse:

    Hoje com 45 anos lembro que na minha juventude o carnaval era melhor e não era bancado com o dinheiro publico, há mais ou menos 25 anos alguns prefeitos com interesses eleitoreiros começaram a patrocinar o carnaval e virou moda, na minha opinião tem setores mais importantes para investir o dinheiro publico do que o carnaval, e não sou evangélico, kkkk.

  2. júnior disse:

    Por isso que sou contra gestor publico evangélico, pois eles deixam questões religiosas influenciarem seus governos, o carnaval pelos menos é um festa popular e tradicional, enquanto os retiros são privados o que não justifica o uso de dinheiro publico.

Deixe uma resposta