SISTEMA ITALUÍS: “Lambança”, assim resumiu Andrea Murad a “barbeiragem” de Flávio Dino com a nova adutora

“Alteraram o projeto, fizeram aditivo de 25%, mudaram o local e a forma de conexão da nova adutora, e deu no que deu. Deveriam ter deixado a mesma equipe técnica, mas a vaidade de Flávio Dino não deixou. Isso é decorrência da gestão criminosa de Davi Teles”

A deputada estadual Andrea Murad (PMDB) usou a rede social do Facebook para bater forte no governo Flávio Dino em relação ao rompimento da nova adutora do Sistema Italuís, ocorrido neste domingo, 10, e que deixou a capital maranhense sem água.

“Amadorismo e incompetência, além de covarde, a explicação de Flávio Dino para o desastre acontecido na ativação da nova adutora da Caema, projetada e construída na gestão do ex-deputado Ricardo Murad, no governo de Roseana”, escreveu.

A deputada oposicionista afirmou ainda que o governo Flávio Dino alterou o projeto original da nova adutora, deixado pelo governo Roseana Sarney (PMDB), aditivando-o em 25%. A peemedebista se referiu a atual gestão da Caema, sob comando do advogado Davi Teles, como sendo “criminosa”.

“Alteraram o projeto, fizeram aditivo de 25%, mudaram o local e a forma de conexão da nova adutora, e deu no que deu. Deveriam ter deixado a mesma equipe técnica, mas a vaidade de Flávio Dino não deixou. Isso é decorrência da gestão criminosa de Davi Teles”, detonou.

Leia a íntegra do comentário a brava deputada Andrea Murad:

MAIS UMA LAMBANÇA DE FLÁVIO DINO.
NOVA ADUTORA NÃO FUNCIONA E A VELHA ESTÁ SENDO REATIVADA.

Amadorismo e incompetência, além de covarde, a explicação de Flávio Dino para o desastre acontecido na ativação da nova adutora da Caema, projetada e construída na gestão do ex-deputado Ricardo Murad, no governo de Roseana.

Culpar as empresas privadas, que ganharam a licitação e construíram a obra com o acompanhamento da equipe técnica da Caema, apenas para se justificar perante a opinião pública, demonstra a falta de caráter e espírito de liderança do governador. Fosse o ex-deputado Ricardo Murad e o engenheiro João Moreira Lima, ex-presidente da Caema, a conduta seria outra. Uma tristeza para o Maranhão ter de aguentar tanta incompetência e cinismo.

Alteraram o projeto, fizeram aditivo de 25%, mudaram o local e a forma de conexão da nova adutora, e deu no que deu. Deveriam ter deixado a mesma equipe técnica, mas a vaidade de Flávio Dino não deixou. Isso é decorrência da gestão criminosa de Davi Teles.

Pra este sim deveria chamar a polícia. Mas pra resolver a lambança que provocou, Flávio Dino deveria chamar quem entende, ou seja, a diretoria anterior, a equipe técnica e competente que concebeu o projeto desde o início dessa grande obra que hoje se transformou num verdadeiro pesadelo para milhares de moradores que estão há dias sem água.

A nova adutora, construída para melhorar o abastecimento de água de São Luís, que sofre há anos com a falta de água, agora não tem nem prazo para acontecer. Vamos continuar com a velha adutora. Tristeza.

4 comentários sobre “SISTEMA ITALUÍS: “Lambança”, assim resumiu Andrea Murad a “barbeiragem” de Flávio Dino com a nova adutora

  1. Washingthon Luiz de Freitas disse:

    Esta senhora deveria ter vergonha de falar de um projeto que foi saqueada ao longo de duas décadas, por eles que se estivessem estariam comendo o dinheiro do povo.

Deixe uma resposta