DEU NO ESTADÃO: Ricardo Saud pode revelar o que disse reservadamente a parlamentares após sessão da CPMI da JBS

Após a sessão, Saud teria dito, reservadamente, que tem mais a falar sobre o dinheiro dado aos políticos, inclusive a governadores

A edição de ontem, 1, do Jornal O Estado de São Paulo, traz uma nota (veja abaixo) que pode ter deixado muito político de cabelo em pé, principalmente aqueles quem receberam dinheiro e/ou propina da JBS.

Segundo o Estadão, via coluna assinada pela jornalista Naira Trindade em colaboração com o seu colega Leonel Rocha, o ex-executivo da JBS, Ricardo Saud, está disposto a falar o que não teve coragem de revelar na última sessão da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI), que investiga esquemas de corrupção e outras maracutaias envolvendo políticos e a empresa do famigerado Joesley Batista.

Após a sessão, Saud teria dito, reservadamente, que tem mais a falar sobre o dinheiro dado aos políticos, inclusive para alguns governadores.

Em nome da CPMI, o deputado Fernando Francischini (SD/PR) resolveu propor à Procuradoria-Geral da República um novo depoimento do delinquente Ricardo Saud.

Confira a nota do Estadão.

2 comentários sobre “DEU NO ESTADÃO: Ricardo Saud pode revelar o que disse reservadamente a parlamentares após sessão da CPMI da JBS

  1. O CERCO ESTÁ SE FECHANDO disse:

    Talvez eis aí a razão que Flávio Dino não deu um piu até agora sobre o assunto!? E sequer promete processar Roberto Rocha pelas revelações gravíssimas, na CPMI da JBS, que teria recebido propina da JBS via o PCdoB!? Põe somente os seus esbirros, capitaneados por Márcio Jerry, a chamar Roberto Rocha simplesmente de “traidor”. O que causa muita inquietação e desconfiança.

Deixe uma resposta