Você já ouviu sobre Foliculite? Procurando sobre o FOLIPRO?

FOLIPRO

Você já ouviu sobre Foliculite? Procurando sobre o FOLIPRO?

Provavelmente você já teve ou tem, mas confunde ela com espinhas no bumbum ou na virilha. Essas bolinhas que parecem espinhas coçam e muitas vezes estão com aquela aparência de infeccionada são as Foliculites!

Elas podem surgir por diversos motivos diferentes. As causas mais comuns que causam foliculite são: – Fricção do barbear e depilar ou roupas apertadas; – Calor e suor, como o causado pelo uso de luvas ou botas de borracha; – Certas condições da pele, como dermatites e acne; – Lesões na pele por arranhões ou feridas cirúrgicas; – Curativos de plástico ou fita adesiva em contato com áreas de pelo.

A dermatologista Flávia Bittencourt afirma que a foliculite pode ocorrer por conta de fungos, bactérias e até vírus. Outras causas são também a depilação a cera e por gilete, que causam micro traumas na pele e facilmente transmitem bactérias ou fungos, vestir roupas com a pele úmida, ou com suor, e até mesmo o atrito gerado entre a pele e as roupas que usamos ou ainda lesões por arranhões ou feridas cirúrgicas.

Em termos mais técnicos a Foliculite é uma infecção de pele que se inicia nos folículos pilosos. Geralmente, é motivada por uma infecção bacteriana ou fúngica, mas também pode ser causada por vírus e, até mesmo, por uma inflamação de pelos encravados. A infecção se apresenta no formato de pequenas espinhas, de pontas brancas, em torno de um ou mais folículos pilosos. A maioria dos casos de foliculite é superficial, mas pode coçar e doer.

Muitas vezes essa foliculite deixa manchas na pele e essas não saem sozinhas. No desespero as pessoas buscam na internet formas de eliminar a foliculite e suas manchas, mas aí caem nas armadilhas das receitas caseiras.

As receitas caseiras apresentam um grande perigo para quem faz uso delas e não garantem resultados positivos. Um dos motivos desse resultado variar é o tipo de pele da pessoa. A pele do tipo sensível, por exemplo, é muito menos resistente que uma pele do tipo normal, assim como uma pele seca é muito mais difícil de se manter hidratada do que uma pele oleosa, ou seja, depende muito do tipo de pele que irá receber a receita.

Às vezes em uma pele normal uma receita de clareamento pode funcionar mais e apresentar menos consequências do que na pele seca, oleosa ou sensível.

Cada uma dessas receitas caseiras tem uma variante que por sorte ou azar pode acabar beneficiando, ou prejudicando sua pele. Como é o caso do limão que basta o azar da sua substância penetrar na pele para o estrago ser grande, ou da água-oxigenada que um ml a mais e um segundo no sol te deixa queimada.

No início parece funcionar, mas depois a situação piora, pois a maioria dessas receitas possuem ativos que não foram estudados e pesquisados para esse fim. Logo elas podem trazer resultados variados, sendo assim um grande perigo para quem faz.

Uma das receitas muito usadas é a de limão para clarear a pele. Mas a fruta possui uma substância chamada furocumarina, que ao entrar em contato com a pele penetra e não sai facilmente. Essa substância ao ter o menor contato possível com o sol já é ativada e potencializada. O resultado imediato dessa reação é vermelhidão e ardência.

Há muitas indicações de que para acabar de vez com a foliculite o único jeito é com a depilação a laser. Esse procedimento realmente ajuda a dar fim no sofrimento, pois o pelo é retirado da base da pele, mas não tem um efeito longo. A depilação a laser não é definitiva e precisa sempre ser refeita com sessões de manutenção para manter seu efeito, mas o grande problema é o seu valor.

Sessões a laser podem ser bastante dolorosas, mas a parte que mais dói é a do bolso. Um tratamento a laser em uma virilha, por exemplo, precisa de um pacote de, no mínimo, 10 sessões com um investimento de três a cinco mil reais e fora as sessões de manutenção que chegam a custar 500,00 por cada uma. Para quem esse tratamento não é uma opção, e corre riscos com receitas caseiras, fica sem muitas opções de tratamento.

Buscando formas seguras, mais econômicas e com garantias de resultados foram feitas diversas pesquisas por dermatologistas e cientistas. Durante uma dessas pesquisas foi descoberta uma fórmula no Japão, usada há gerações pelas mulheres da alta sociedade japonesa, que são conhecidas por terem a pele lisa e impecável. Essa fórmula foi trazida para o Brasil e adaptada para o nosso tipo de pele e o nosso clima tropical.

Durante o mesmo estudo foi concluído que a fórmula deveria ser adaptada para a pele brasileira, pois é muito exposta aos raios solares UVA e UVB e com isso é mais propensa a sofrer alterações em sua estrutura e também enfrenta a transpiração em excesso que faz anular o efeito de produtos corporais usados.

Pensando nisso, essa fórmula foi desenvolvida com partículas de nanotecnologia que permitem que seja absorvida rapidamente pela camada mais profunda da pele, pois possuem uma espessura 600 vezes menor que os folículos pilosos, enquanto as partículas tradicionais ficam restritas na superfície da pele. Essa rápida absorção potencializa o efeito e garante que não tenha a sensação de “melequenta” na pele.

Esta fórmula revolucionária foi a que gerou o sérum conhecido como Folipro. E seu resultado é garantido, já que possui ácido salicílico e age em três etapas na pele.  Na 1.ª etapa a pele precisa ser acalmada e hidratada, pois ela está cheia de sequelas e muito agredida. Com isso, o sérum de alto desempenho irá acalmá-la através das suas partículas de nanotecnologia e realizar a hidratação do organismo, atingindo até as camadas mais profundas da pele.

Em sua 2.ª etapa a pele ainda sofre muito com a inflamação dos folículos pilosos. Com isso, o ácido salicílico, que é um dos principais ativos da fórmula, será fundamental no combate à inflamação dos tecidos, eliminando a inflamação de forma segura e eficaz.

E por fim, na 3.ª etapa a pele ainda sofre com as alterações na cor dos pigmentos e o ácido salicílico entrará agindo novamente. Com poderosa ação secativa cicatrizante, ele renovará as camadas da pele, com uma leve descamação, que consequentemente levará ao clareamento da pele.

O Folipro é capaz de: aliviar as coceiras e irritações causadas pela depilação; eliminar a Foliculite e Pelos encravados de qualquer parte do corpo, proteger a pele de novos surtos de foliculite e uniformizar o tom da pele diminuindo as manchas escuras de axilas, virilhas, nádegas, coxas e outras partes.

Por ser um sérum dermocosmético não é necessário receita médica para seu uso e é completamente seguro e eficaz, pois possui registro na Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, que é responsável pelo controle de qualidade dos cosméticos.

 

Para saber mais sobre o FOLIPRO, basta clicar no botão abaixo:

Aviso de ética

O Blog do Robert Lobato é um veículo informativo independente que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra. Nossas resenhas a respeito de produtos são opinativas e não possuem nenhuma intenção publicitária. Por isso, sempre destacamos de forma transparente os pontos positivos e negativos de cada produto.

Nenhuma empresa, fabricante ou loja pagou ao Blog do Robert Lobato para produzir este conteúdo. Nossos reviews não são revisados nem aprovados por agentes externos. A resenha do Folipro foi publicada, pois muitas pessoas buscam por informações verídicas a respeito deste produto e não encontram.

 

Deixe uma resposta