SÃO JOSÉ DE RIBAMAR: Luis Fernando autoriza reconstrução da Avenida Paraíso durante aniversário da cidade

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, autorizou neste sábado (22), o início da obra de reconstrução da Avenida Paraíso, localizada no Jardim Tropical. A tão esperada ordem de serviço, íntegra o complexo de mais de 20 obras entregues a população em decorrência da programação de aniversário dos 66 anos de emancipação política.

Luis Fernando assina ordem de serviço para a reconstrução da Avenida Paraíso

Construída na primeira gestão de Luis Fernando, a Avenida Paraíso, considerada cartão postal e referência, a localidade foi encontrada totalmente destruída por falta de manutenção e conservação. Para o prefeito Luis Fernando, a situação além de ser um profundo desrespeito a população, também simboliza o descaso e a falta de respeito da última gestão com a população do Jardim Tropical.

“O Jardim Tropical é o bairro mais populoso do município. Por aqui circulam milhares de pessoas todos os dias. Deixei pronta a avenida, com drenagem profunda, calçamento, pavimentação em toda a sua extensão Além das ruas do entorno e hoje retorno para fazer tudo novamente em razão da falta de gestão pública “, lamentou o prefeito.

Com recurso próprio, detalhou, “fizemos o Pojeto da Avenida que custou 400 mil reais e em parceria com o Governo do Estado vamos devolver a Avenida totalmente asfaltada, com drenagem profunda para acabar com o problema da chuva e vamos também recuperar as Alamedas Imperatriz, Ribamar , Paço do Lumiar, Arari, Itapecuru, Açailândia, Santa Luzia, Pastos Bons, Avenida dos Bosques, Porto Franco, e Santa Luzia”.

Para o presidente da Associação dos Moradores, Daniel, a obra não apenas simboliza respeito mas devolve dignidade aos moradores do Jardim Tropical que sofrem com o descaso. “O prefeito Luis Fernando tem o nosso respeito e admiração pelo trabalho sério que vem fazendo e em menos de dois anos com o início da obra, resolve o problema que gerava tanto motivo de indignação da população”, disse.

Ainda na maratona de entregas, Luis Fernando devolveu a população, as obras de recuperação do Trajeto de Ônibus das Vilas Operária e Kiola. A via liga as localidades, a Avenida Tancredo Neves e conseqüentemente a MA 201.

O Trajeto recebeu serviços de drenagem, galerias e sinalização. Desde o inicio da obra, o morador, Junior Alves, de 47 anos, acompanha as melhorias que, segundo ele, há mais de uma década não via.  “Esse trabalho que a Prefeitura está fazendo é muito bom e estava mais do que na hora. Muitas vezes tivemos que fazer estes reparos, hoje não, o asfalto está ai e de qualidade”, afirmou.

Já na Vila Sarney Filho II, foi inaugurada a Unidade Básica de Saúde do bairro. A unidade vai beneficiar milhares de pessoas que vivem na região e em localidades. O funcionamento da UBS facilita o acesso da população à saúde sem precisar se deslocar para a sede do município ou para outras cidades.

Programação de Aniversário

Ainda no sábado (22), o prefeito devolveu a reconstrução da primeira etapa da Praça São Benedito e o Parque da Campina. O local foi totalmente recuperado, com colocação de novos bancos, pintura, calçamento, quadra além da instalação de uma academia ao ar livre, pedido aliás do grupo de voluntários da Campina e prontamente atendido pelo prefeito.

No domingo (23), a programação de entrega obras seguiu com a reconstrução das praças São José dos Índios e da Praia do Meio. Participaram dos atos, o vice-prefeito, Eudes Sampaio, os vereadores Cristiano, Lázaro e Osvald o Brandão, além de secretários municipais e lideranças comunitárias.

Luis Fernando entrega obras e serviços no Parque Jair e Parque Vitória durante programação de aniversário de Ribamar

No segundo dia, o prefeito ribamarense entregou obra na saúde, assinou ordens de serviços e lançou importantes serviços para a região.

No segundo dia de programação oficial de aniversário dos 66 anos de emancipação política de São José de Ribamar, as regiões do Parque Jair e Parque Vitória foram contempladas com a entrega de obras, serviços e lançamento de programas que contemplam várias áreas.

A quinta-feira (20) começou logo cedo com a inauguração da Unidade Básica de Saúde, do Parque Jair. O equipamento de saúde entregue na primeira gestão do prefeito Luis Fernando, foi encontrado fechado para uma suposta reforma e totalmente destruído. Com isso a população tinha que migrar para outros centros em busca de atendimento.

Logo que assumiu a gestão, o prefeito ribamarense implantou sede provisória para o funcionamento da UBS e autorizou de imediato a reconstrução da unidade. Medida que para Luis Fernando poderia ser diferente, caso a antiga administração tivesse cuidado da cidade.

“Poderíamos estar entregando outras obras para o Parque Jair, mas retorno hoje para entregar novamente a UBS, equipamento que estava fechado e completamente destruído e que hoje devolvemos para a população de forma digna e responsável”, completou o prefeito.

São pelo menos nove salas totalmente reconstruídas e que passam a atender pacientes para consultas médicas, de enfermagem, odontológicas, testes rápidos de HIV, Sífiles, e Hepatites Virais, Coleta de Preventivo, Exames Laboratoriais, além do atendimento direto de crianças com oferta de medição de peso, altura, aferição de pressão, teste de glicemia, acompanhamento dos grupos específicos de diabetes, hipertensos, gestantes, crianças, adolescentes e idosos, bem como curativos, nebulização, e imunização.

Serviços que segundo o vereador Manoel do Nascimento, presidente da comissão de saúde da Câmara, extremamente importantes para a população que agora não mais precisarão migrar para outros centros em busca de atendimento. “De parabéns o prefeito Luis Fernando que devolve a população do Parque Jair um importante equipamento que atende aos pacientes com dignidade e responsabilidade da prestação do serviço na área da saúde”, parabenizou o vereador acompanhado dos vereadores Moises Gama, Nádia Barbosa, e Cristiano.

Também participaram do evento o vice-prefeito, Eudes Sampaio, o secretário de saúde, Tiago Fernandes e demais autoridades.

Já no período da tarde foi a vez dos moradores do Parque Vitória. A região, considerada uma das mais populosas do município, recebeu de uma só vez a assinatura da ordem de serviço para a construção da Feira da localidade, que segundo o prefeito vai organizar o setor, resolver o ordenamento físico da feira bem como potencializar o escoamento dos produtos agrícolas.

Luis Fernando também autorizou a reconstrução da Praça da Juventude, considerada referência para os jovens, a construção de uma Biblioteca voltada para toda a comunidade, principalmente crianças e jovens, além do lançamento dos programas, Caminhão da Juventude que disponibiliza qualificação profissional por meio de cursos e a Feira Mais Renda que apresenta os mais variados produtos.

“Estamos numa agenda intensa e de muita alegria. Hoje iniciamos ciclos de extrema importância para os moradores do Parque Vitória. Pouco a pouco estamos devolvendo a dignidade do nosso povo atendendo todas as áreas de governo”, finalizou.

ESPECIAL: Projeto Somos Humanos mobilizará o MA em torno de causas sociais e humanitárias 6

O Somos Humanos é mais do que um projeto que contempla uma gama de ações sociais e humanitárias. Trata-se, em primeiro lugar, de uma experiência de vida ou melhor dizendo de SUPERAÇÃO DE VIDA.

Vai de vento em polpa o projeto Somos Humanos.

Idealizado pelo empresário Janderson Landim, o projeto Somos Humanos tem como palavra-chave: TRANSFORMAÇÃO.

O Somos Humanos é mais do que um projeto que contempla uma gama de ações sociais e humanitárias. Trata-se, em primeiro lugar, de uma experiência de vida, ou melhor dizendo, de SUPERAÇÃO DE VIDA.

O projeto chega ao Maranhão como uma ponte de amor ao próximo entre o desejo e a realidade, e tem como objetivo atingir o maior número possível de famílias dos mais de 200 municípios maranhenses que precisam de atenção e cuidado específicos e, que , em muitos momentos, se veem sem saída.

ARTISTAS CONFIRMADOS

Para se ter uma dimensão da grandeza do projeto, na noite de lançamento do Somos Humanos os convidados contarão com a presença de alguns artistas nacionais, tais como: Helen Ganzarolli, Sheila Melo , Carla Dias e Raul Gazola

O lançamento do projeto vai acontecer nos dias 22 e 23 de setembro no HOTEL RIO POTY, em São Luís, e quer contar com sua participação; basta se inscrever no endereço eletrônico www.somoshumanos.net.br e garantir a representação do seu município no evento.

Cada representante vai se tornar embaixador de sua cidade. Será o porta-voz!
Identificando as dificuldades e particularidades da localidade.

Assista ao vídeo abaixo e conheça um pouco mais do projeto Somos Humanos, esse grande empreendimento social, a partir das palavras do próprio idealizador do projeto Janderson Landim. Confira.

SÃO JOSÉ DE RIBAMAR: Prefeitura divulga programação de aniversário dos 66 anos da cidade baneária

A programação terá início no dia 19 e segue até o dia 24 com inaugurações de várias obras, assinaturas de novas ordens de serviços, regularização fundiária, ações e eventos culturais e shows com artistas locais, nacionais e internacionais.

A Prefeitura de São José de Ribamar, divulgou a programação de aniversário dos 66 anos de emancipação política e administrativa, do terceiro maior município do Maranhão.

A festa terá início nesta quarta-feira (19) e segue até o dia 24 (segunda-feira). E para marcar a data, uma vasta programação de aniversário foi organizada incluindo entregas de obras, assinaturas de novas ordens de serviços, reconstrução de importantes equipamentos voltados ao lazer e entretenimento, além da realização da II edição do Festival Internacional de Folclore e Artes Populares e shows culturais com artistas locais e internacionais.

Apesar do forte impacto financeiro que os municípios vivenciam nos últimos anos, o prefeito Luis Fernando explica que o município não é diferente, porém, a administração não parou um só dia e hoje tem motivos para comemorar os avanços já obtidos em menos de dois anos de gestão.

“Comemorar o aniversário da cidade, é poder contabilizar de forma concreta, o trabalho que vem sendo feito em prol da reconstrução do município. Vamos inaugurar obras, iniciar outras, assinando ordens de serviços, além de deflagrarmos mais processos de regularização fundiária dando o direito às famílias de terem verdadeiramente sua propriedade. E claro, não poderíamos deixar de valorizar a cultura com a edição do II Festival Internacional do Folclore e apresentações de bandas locais e nacionais”, detalhou o prefeito.

Luis Fernando ainda definiu como sendo um “motivador ainda maior”, enfrentar o impacto econômico da crise e continuar trabalhando. “É indiscutível o momento econômico sério que o país vive. Porém não paramos e buscamos parcerias fortes com o Governo do Estado, instituições e criamos oportunidades de aquecimento da economia local”, contou o prefeito.

Em um ano e seis meses de gestão, a realidade é outra. “Reconstruímos mais de 150km de asfaltos, Unidades de saúde, reconstruídas e construídas, hospital e maternidade em pleno funcionamento e com medicamentos, educação com prédios restaurados, merenda escolar com aquisição de produtos direto do produtor rural, qualificação de profissionais e regularização da coleta e descarte do lixo que hoje segue para o Aterro Sanitário Titara em Rosário”, elencou o prefeito.

“Além de honrarmos criteriosamente o pagamento dos servidores em dia e até antes mesmo da data prevista, corrigimos e aumentamos os salários de várias categorias e, no caso da Guarda Civil Municipal, que além de ter os salários aumentados, teve sancionado o PCCV (Plano de Cargos, Carreiras e Vencimento”, concluiu o prefeito.

Saúde e inovação

A programação de aniversário dos 66 anos de Ribamar, inclui ainda a inauguração do Centro de Atenção ao Diabético e Hipertenso. O município sai na frente e entrega o equipamento considerado o primeiro do Maranhão, implantado no município.

De acordo com o secretário de saúde, Tiago Fernandes, o projeto tem como finalidade atender aos usuários diabéticos e Hipertensos de alto risco, cuja complexidade não poderá ser resolvida apenas na Atenção Primária.

“É importante frisar que o Centro será implantado dentro da estrutura física da Unidade de Saúde Básica, UBS, do J. Câmara com atendimento direcionado ao seu público específico, oferecendo prevenção aos pacientes que sofrem com o problema”, completou.

Programação de Aniversário

A programação cultural já começa na sexta-feira (21), com apresentação da banda nacional Mastruz Com Leite seguida de atrações locais. Já no sábado (22), além das inaugurações, também será realizada ação social na Vila Sarney II, além do lançado do II Festival Internacional do Folclore no Parque Folclórico Teresinha Jansen.

Já no domingo (23), que antecede o aniversário, o dia também será de inaugurações. Na segunda-feira (24), dia do aniversário da cidade, inaugurações de obras, e uma vasta programação cultural que inclui várias apresentações de artistas além do corte tradicional do bolo.

A programação completa, pode ser acessada no site da prefeitura (www.saojosederibamar.ma.gov.br) ou por meio das redes social oficiais (Facebook e Instagram).

Prefeitura realiza 1ª audiência pública para revisão do Plano de Saneamento Básico de Ribamar

A Prefeitura de São José de Ribamar, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SEMOSP), deu início nesta quinta-feira (13) à primeira de sete Audiências Públicas para revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico do município, PMSB.

A revisão do Plano, que vem sendo feita pela Companhia Brasileira de Projetos e Empreendimentos (COBRAPE), iniciada em abril deste ano, já passou pela etapa de mobilização para os próximos 20 anos, devendo ser revisado de 4 em 4 anos.

De acordo com o prefeito Luis Fernando, o Plano Municipal de Saneamento (PSMB) de São José de Ribamar, tem por objetivo identificar a situação do abastecimento de água, do esgotamento sanitário, da limpeza urbana e da drenagem urbana no município e propor medidas e ações para garantir o seu pleno atendimento a toda população, em conformidade com a Lei nº 11.445 de 2007.

“Implantamos 78 urnas ao longo dos últimos dias e que por sua vez coletaram 3217 respostas por meio de formulários respondidos. Através deles, temos um termômetro da situação real das necessidades das ruas e bairros do município, e a partir desse diagnóstico seguir com as soluções. Daí a importância da participação popular para soluções conjuntas e planejadas”, explicou o prefeito.

Na ocasião, os cidadãos ribamarenses puderam apresentar sugestões durante a audiência pública, e ainda apontar problemas a serem solucionados. “De grande importância a audiência para que a gente tenha vez e voz na construção de nossa cidade”, disse o voluntário Anderson.

Durante a audiência, foi apresentada uma síntese das propostas elaboradas do diagnóstico do Plano, contendo informações mais relevantes do sistema de abastecimento de água, esgotamento sanitário, limpeza urbana, manejo dos resíduos sólidos, e do sistema de drenagem e manejo das águas pluviais. Todas as sugestões serão avaliadas e apresentadas numa segunda audiência pública.

O evento contou com a presença do vice-prefeito, Eudes Sampaio, do secretário Gláuber Miranda, vereador e líder do governo na Câmara, professor Cristiano, além da chefe da Assessoria Especial, Carol Marques, e demais secretários.

As invasões bárbaras 12

Por Eden Jr.*

Quando na tarde da última quinta-feira, dia seis, chegaram as primeiras informações acerca do ataque sofrido pelo candidato à Presidência da República do Partido Social Liberal (PSL), Jair Bolsonaro, uma parte da população estava entre a incredulidade e a perplexidade. Uma outra – lamentavelmente hipnotizada por teorias conspiratórias nonsenses – fez chacota da tentativa de assassinato e até mesmo cogitou algum tipo de complô perpetrado pelos grandes grupos de comunicação, sob comando de forças americanas, para vitimizar Bolsonaro e assim selar sua vitória na corrida presidencial.

Pelo menos não se pode reclamar de falta de coerência, pois quem acredita que auditores, policiais, promotores, juízes, desembargadores e ministros de tribunais superiores se mancomunam para perseguir um “inocente” ex-presidente da República, também admite que policiais, enfermeiros e médicos – de três hospitais distintos – podem engendrar um embuste para beneficiar um irascível candidato a presidente.

Entretanto a realidade é que Adélio Bispo de Oliveira, que engrossa o contingente de mais de 13 milhões de desempregados do país, tentou tirar a vida do candidato do PSL com um golpe de faca durante ato de campanha realizado em Juiz de Fora/MG. A insanidade cometida por Adélio – que foi filiado ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) entre 2007 e 2014 – foi mais um lance brutal da escalada inconsequente, sem regras e sem limites, em que se converteu a disputa política.

Em realidade, chegamos ao paroxismo, porque sucessivas circunstâncias de agressividade, de natureza e gravidade variadas, em nossa contenda política, foram toleradas ou mesmo menosprezadas, o que acabou descambando nesses abomináveis lances de violência física. A crítica, a benevolência ou o desdém para com os atos de selvageria passaram a depender da corrente política seguida por agressores ou agredidos. Falta uma mínima dose de serenidade.

É simbólico que muitos tenham tratado como molecagem o incidente da “inofensiva bola de papel” arremessada em outubro de 2010 contra a cabeça do então presidenciável do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), José Serra, em evento de campanha no bairro de Campo Grande na cidade do Rio de Janeiro. Aí o que valeu não foi a intensidade, mas o gesto em si de descaso e de fúria para com o adversário – que para tantos se transformou em inimigo.

Outros episódios – que foram agravados ou desprezados, a depender da simpatia partidária de quem os analisava, mas que na realidade deveriam ter sido todos repudiados contundentemente, isso se estivéssemos em um ambiente político civilizado – podem ser facilmente recordados. A bomba arremessada no diretório regional do Partido dos Trabalhadores (PT) no centro de São Paulo em 2015. A hostilidade cometida neste ano pelos petistas, Manoel Marinho e Leandro Marinho, contra o empresário Carlos Alberto Bettoni, no momento em que ele participava de manifestação contra o PT em frente do Instituto Lula, em São Paulo, e que resultou em traumatismo craniano. Os tiros disparados, em maio último, em ônibus da caravana do ex-presidente Lula, no Paraná – isso depois desse mesmo comboio ter sido alvo de ovos e pedras em Santa Catarina. A agressão ao professor aposentado José Carlos Pithan, de 71 anos, quando participava de manifestação contra o ex-presidente petista na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no Rio Grande do Sul, em março deste ano.

Em uma democracia há certos princípios, como o absoluto respeito às decisões judiciais e à liberdade de imprensa, que são inarredáveis, mas que vêm, com certa frequência, sendo flexibilizados neste infame contexto político que vivemos. Foi o caso da Mesa Diretora do Senado, quando desobedeceu à sentença de dezembro de 2016 do ministro do STF Marco Aurélio Mello, que afastava provisoriamente Renan Calheiros da presidência da Casa. Episódio semelhante foi o descumprimento da determinação – diga-se tresloucada – de mandar soltar o ex-presidente Lula, expedida pelo desembargador Rogério Favreto, que atuava como plantonista do Tribunal Regional da 4ª Região (TRF-4). O constrangimento a que foi submetida a jornalista da Globo, Míriam Leitão, que durante um voo entre Brasília e Rio de Janeiro foi hostilizada por militantes petistas. Ou mesmo a ofensa desferida neste ano por esquerdistas contra a repórter da TV Band, Joana Treptow, durante a cobertura da prisão do ex-presidente Lula no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo/SP.

Não há de se justificar, nem de longe, o ataque covarde sofrido por Bolsonaro em razão do perfil belicoso e autoritário do candidato. No primeiro dia de setembro, Bolsonaro afirmou que iria “fuzilar a petralhada do Acre”, durante sua passagem pela capital acreana, Rio Branco. Uma declaração ignóbil, sem a menor dúvida. A situação está no STF, como deveria ser, e o candidato terá que se explicar pela fala e poderá ser punido pelo que disse.

É prematuro prognosticar as repercussões do ocorrido para o certame eleitoral. A última pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada na quarta-feira, dia cinco, dava vantagem para Bolsonaro, com 22% das intenções de votos, seguido por Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT) com 12%, Geraldo Alckmin (PSDB) com 9% e Fernando Haddad (PT) com 6%. Esse levantamento pouco captou a influência do recém iniciado horário eleitoral gratuito na TV e no rádio, bem como do indeferimento, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), da candidatura de Lula.

É necessário esperar que os fatos sejam depurados e aguardar como a sociedade vai absorver o sucedido. Porém, se tem como certo que qualquer presidente que seja eleito, só terá capacidade de remover o país da grave crise econômica e social em que está mergulhado, se conseguir, minimamente, conciliar a nação, superar o clima de conflagração e seguir as regras democráticas, sem surtos de autoritarismos e violência.

*Doutorando em Administração, Mestre em Economia e Economista (edenjr@edenjr.com.br)

SANTA RITA: Prefeitura inicia afastalmento da estrada de Nova Vida

A Prefeitura de Santa Rita, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura, iniciou na manhã desta quarta-feira (5), o asfaltamento da estrada que liga as comunidades Cai Coco a Nova Vida. A obra que beneficia 1500 metros de pavimentação está sendo executada com recursos próprios do município.

A urbanização do trecho é uma antiga reivindicação dos moradores da região, e muito cobrada pelo secretário de Infraestrutura, Antonio de Felipe, no período em que exerceu mandato de vereador, e foi atendida pelo prefeito Dr Hilton Gonçalo.

De acordo com Antonio de Felipe, o governo municipal tem investido maciçamente em toda cidade. Segundo ele, outros serviços devem ser intensificados, exemplo da ampliação asfáltica nas comunidades Marengo, Outero dos Pires, Sitio do Meio e Olhos D’água.

O trabalho visa garantir mais conforto e segurança aos moradores.

Denúncia: Há possibilidade de governo perdoar dívidas das distribuidoras Eletrobras vendidas 2

Em entrevista ao programa à Rádio Folha AM 1020 (Boa Vista – RR), no domingo (2/9), o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Urbanitários do Estado de Roraima (Stiu-RR), Gissélio Cunha (foto), disse que as dívidas da Boa Vista Energia e demais distribuidoras da Eletrobras que foram vendidas, serão transferidas para a União, caso o Projeto de Lei Complementar nº 77/2018, que já foi aprovado na Câmara dos Deputados, passe no Senado Federal.

“Estamos indo nessa semana para Brasília para fazer um corpo a corpo com os senadores, para tentar barrar o PLC 77. E fazemos um apelo ao Ministério Público para que atue na nossa causa que é de toda a sociedade roraimense. Parte da dívida da Boa Vista Energia com a Eletronorte que chega perto dos R$ 900 milhões, vai ser transferida para a União, ou seja, para o nosso bolso”, alerta o sindicalista.

Gissélio lembra que a empresa que comprou a Boa Vista Energia comprou também a concessão. “A população vai ficar sujeita ao monopólio de uma única empresa, inclusive comunidades indígenas, ribeirinhas. A venda pode resultar em um aumento inicial na tarifa de energia de 19,03 % a partir de primeiro de novembro”, alertou.

“Somos um sistema isolado da Federação, a solução para Roraima é interligar ao sistema nacional. E a gente faz um apelo à sociedade para que acompanhe a situação do sistema energético de nosso estado, já que falta compromisso político”, completa.

Venda
O consórcio Oliveira-Atem arrematou por R$ 50 mil a Boa Vista Energia uma das distribuidoras da Eletrobras, realizado na quinta-feira, 30 de agosto, na Bolsa de Valores de São Paulo. O consórcio foi o único a oferecer proposta pela distribuidora de Roraima e venceu o leilão pelo lance mínimo.

A Oliveira Energia é sediada em Manaus e opera na geração energia termelétrica, administrando cerca de quarenta usinas termoelétricas no Amazonas e em Roraima. A Atem é uma distribuidora de combustíveis. (fonte: Folha BV)

Nossa luta não tem trégua! Agora toda a pressão junto aos senadores para não aprovarem o projeto sobre as distribuidoras, uma vez que, em liminar, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), proibiu o governo de privatizar empresas estatais sem prévia autorização do Congresso

(Fonte: Federação Nacional dos Urbanitários-FNU)

VILA NOVA DOS MARTÍRIOS: Prefeitura lança programa Criança Feliz

Prefeita Karla Batista apresenta o programa Criança Feliz em evento bastante concorrido.

Secretaria Municipal de Assistência Social de Vila Nova dos Martírios, realizou evento ontem referente ao programa Criança Feliz, mas uma social de cidadania que tem os seguintes objetivos:

• Promover o desenvolvimento humano a partir do apoio e do acompanhamento do desenvolvimento infantil integral na primeira infância;
• Apoiar a gestante e a família na preparação para o nascimen- to e nos cuidados perinatais;
• Colaborar no exercício da parentalidade, fortalecendo os vínculos e o papel das famílias para o desempenho da função de cuidado, proteção e educação de crianças na faixa etária de até seis anos de idade;
• Mediar o acesso da gestante, de crianças na primeira infân- cia e de suas famílias a políticas e serviços públicos de que necessitem;
• Integrar, ampliar e fortalecer ações de políticas públicas voltadas para as gestantes, crianças na primeira infância e suas famílias.

Foi ofertado as famílias usuárias do Criança Feliz um seminário sobre os cuidados com a primeira infância onde varias questões que envolvem o desenvolvimento das crianças foram abordadas e esclarecidas.

Estiveram presentes no evento a prefeita Karla Batista, vice-prefeita e secretária de Assistência Social Vanusa Cunha, presidente da Câmara Dorisel Lopes, Secretária de Educação Linda Maria, Secretária de Saúde Jane Cruz, Secretário de Meio Ambiente Ancelmo Santos, destaque especial para a presença e o trabalho de toda a equipe técnica da SMAS.

Na sua fala a prefeita Karla Batista parabenizou a todos os envolvidos no programa e destacou a importância de a sua gestão “estar contribuindo para que as políticas públicas cheguem até as famílias do município, colaborando desta forma para o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários”.

A gestora municipal destacou ainda “o grande trabalho de Comitê formado pelas Secretarias de Assistência Social, Saúde e Educação para acompanhamento do programa, comprovando que a intersetorialidade é um instrumento muito eficaz na gestão pública”.