Luis Fernando entrega obras e serviços no Parque Jair e Parque Vitória durante programação de aniversário de Ribamar

No segundo dia, o prefeito ribamarense entregou obra na saúde, assinou ordens de serviços e lançou importantes serviços para a região.

No segundo dia de programação oficial de aniversário dos 66 anos de emancipação política de São José de Ribamar, as regiões do Parque Jair e Parque Vitória foram contempladas com a entrega de obras, serviços e lançamento de programas que contemplam várias áreas.

A quinta-feira (20) começou logo cedo com a inauguração da Unidade Básica de Saúde, do Parque Jair. O equipamento de saúde entregue na primeira gestão do prefeito Luis Fernando, foi encontrado fechado para uma suposta reforma e totalmente destruído. Com isso a população tinha que migrar para outros centros em busca de atendimento.

Logo que assumiu a gestão, o prefeito ribamarense implantou sede provisória para o funcionamento da UBS e autorizou de imediato a reconstrução da unidade. Medida que para Luis Fernando poderia ser diferente, caso a antiga administração tivesse cuidado da cidade.

“Poderíamos estar entregando outras obras para o Parque Jair, mas retorno hoje para entregar novamente a UBS, equipamento que estava fechado e completamente destruído e que hoje devolvemos para a população de forma digna e responsável”, completou o prefeito.

São pelo menos nove salas totalmente reconstruídas e que passam a atender pacientes para consultas médicas, de enfermagem, odontológicas, testes rápidos de HIV, Sífiles, e Hepatites Virais, Coleta de Preventivo, Exames Laboratoriais, além do atendimento direto de crianças com oferta de medição de peso, altura, aferição de pressão, teste de glicemia, acompanhamento dos grupos específicos de diabetes, hipertensos, gestantes, crianças, adolescentes e idosos, bem como curativos, nebulização, e imunização.

Serviços que segundo o vereador Manoel do Nascimento, presidente da comissão de saúde da Câmara, extremamente importantes para a população que agora não mais precisarão migrar para outros centros em busca de atendimento. “De parabéns o prefeito Luis Fernando que devolve a população do Parque Jair um importante equipamento que atende aos pacientes com dignidade e responsabilidade da prestação do serviço na área da saúde”, parabenizou o vereador acompanhado dos vereadores Moises Gama, Nádia Barbosa, e Cristiano.

Também participaram do evento o vice-prefeito, Eudes Sampaio, o secretário de saúde, Tiago Fernandes e demais autoridades.

Já no período da tarde foi a vez dos moradores do Parque Vitória. A região, considerada uma das mais populosas do município, recebeu de uma só vez a assinatura da ordem de serviço para a construção da Feira da localidade, que segundo o prefeito vai organizar o setor, resolver o ordenamento físico da feira bem como potencializar o escoamento dos produtos agrícolas.

Luis Fernando também autorizou a reconstrução da Praça da Juventude, considerada referência para os jovens, a construção de uma Biblioteca voltada para toda a comunidade, principalmente crianças e jovens, além do lançamento dos programas, Caminhão da Juventude que disponibiliza qualificação profissional por meio de cursos e a Feira Mais Renda que apresenta os mais variados produtos.

“Estamos numa agenda intensa e de muita alegria. Hoje iniciamos ciclos de extrema importância para os moradores do Parque Vitória. Pouco a pouco estamos devolvendo a dignidade do nosso povo atendendo todas as áreas de governo”, finalizou.

Derrote um sociopata com uma única palavra

via Fãs da Psicanalise

Não é necessariamente sobre ganhar ou perder, mas, quando se trata de tentar lidar com um sociopata, encontrei uma palavra que tem o potencial de derrotá-los: Pena!

Eu sei, por definição, que os sociopatas não sentem empatia ou têm uma consciência totalmente formada, mas compartilham traços de um narcisista, então, na minha experiência, a pior coisa que você pode fazer é expressar pena por alguém que o maltrata devido ao comportamento sociopata. Quer se trate de um amigo, um parente ou namorado, na maioria das vezes ninguém quer se envolver com um sociopata, mas, se você se encontrar preso na armadilha deles, sua única salvação é ter pena deles.

Os sociopatas são habilidosos na arte da manipulação. Se você se envolver profundamente com um deles, você pode ser tão manipulado que começa a questionar sua própria sanidade. Você pode se sentir preso em sua teia de mentiras, e uma vez que eles não sentem a dor que infligem em suas vítimas, muitas vezes você pode ficar preso, lutar e se perder de si mesmo. Isso não significa necessariamente que você deve se desapontar consigo mesmo, mas, se você honestamente não puder se livrar de um sociopata, tente dizer a eles que você sente pena deles.

No passado, eu convivia com alguém que era um sociopata. Levou anos para entender o comportamento deles, e mesmo quando consegui reconhecer suas características, ainda me sentia preso. Tive que planejar minha fuga. Eu estava sempre perdendo as discussões e sofria diariamente, então tentei encontrar empatia para lidar com isso. Um dia, simplesmente entendi. Isso é triste. Este comportamento deles se origina de uma educação difícil, e minha raiva e frustração se transformaram em pena.

No entanto, eu nunca tinha dito a palavra pena para enfrentar essa pessoa. Até que, um dia, no meio de uma discussão, ela disse: “Não tenha pena de mim!” Ela ficou muito nervosa, e ali mesmo eu sabia que tinha tido uma pequena vitória. Eu não podia acreditar. O simples pensamento de alguém com pena do sociopata era demais, e isso me assustou. Por que a pena seria um gatilho?

Bem, se eu realmente olhasse sob a superfície de um sociopata, eu perceberia que eles vivem uma vida de mentiras que parecem impossíveis de destruir. Estão presos em sua própria mente e comportamento, e mesmo que tivessem vontade de querer mudar, seriam realmente capazes de mudar? Assumindo que a resposta seja não, saber disso apenas frustraria um sociopata, e que alguém tivesse pena deles por algo que eles não podem mudar claramente colocaria essa pessoa acima deles.

Então, se você é alguém preso em algum tipo de relacionamento com um sociopata, tente. Tente dizer a eles que você tem pena deles e ficará surpreso. Como eu disse, não se trata de ganhar ou perder, mas às vezes é bom vencer um sociopata. Expressar pena pelo menos desencadeia algum tipo de resposta deles, o que lhe dá um motivo para se sentir melhor.

(Link original: psychcentral)
*Traduzido e adaptado por Marcela Jahjah, da equipe Fãs da Psicanálise

ESPECIAL: Projeto Somos Humanos mobilizará o MA em torno de causas sociais e humanitárias 6

O Somos Humanos é mais do que um projeto que contempla uma gama de ações sociais e humanitárias. Trata-se, em primeiro lugar, de uma experiência de vida ou melhor dizendo de SUPERAÇÃO DE VIDA.

Vai de vento em polpa o projeto Somos Humanos.

Idealizado pelo empresário Janderson Landim, o projeto Somos Humanos tem como palavra-chave: TRANSFORMAÇÃO.

O Somos Humanos é mais do que um projeto que contempla uma gama de ações sociais e humanitárias. Trata-se, em primeiro lugar, de uma experiência de vida, ou melhor dizendo, de SUPERAÇÃO DE VIDA.

O projeto chega ao Maranhão como uma ponte de amor ao próximo entre o desejo e a realidade, e tem como objetivo atingir o maior número possível de famílias dos mais de 200 municípios maranhenses que precisam de atenção e cuidado específicos e, que , em muitos momentos, se veem sem saída.

ARTISTAS CONFIRMADOS

Para se ter uma dimensão da grandeza do projeto, na noite de lançamento do Somos Humanos os convidados contarão com a presença de alguns artistas nacionais, tais como: Helen Ganzarolli, Sheila Melo , Carla Dias e Raul Gazola

O lançamento do projeto vai acontecer nos dias 22 e 23 de setembro no HOTEL RIO POTY, em São Luís, e quer contar com sua participação; basta se inscrever no endereço eletrônico www.somoshumanos.net.br e garantir a representação do seu município no evento.

Cada representante vai se tornar embaixador de sua cidade. Será o porta-voz!
Identificando as dificuldades e particularidades da localidade.

Assista ao vídeo abaixo e conheça um pouco mais do projeto Somos Humanos, esse grande empreendimento social, a partir das palavras do próprio idealizador do projeto Janderson Landim. Confira.

Conheça o Projeto “Somos Humanos”, que vai mudar a realidade das famílias maranhenses

Com o objetivo, em primeiro lugar, de servir ao próximo, o projeto Somos Humanos, idealizado pelo empresário Janderson Landim e abraçado por um grupo de pessoas que se disponibilizaram em levar amor às pessoas, é um conjunto de Ações Sociais continuadas que vai abranger o maior número possível de famílias dos mais de 200 municípios maranhenses.

Com o sonho de mudar realidades, o Somos Humanos vem se solidificando como uma ponte entre o desejo e a realidade.

Apresentação do Somos Humanos

O lançamento do Somos Humanos no Maranhão vai acontecer nos dias 22 e 23 de Setembro no Hotel Rio Poty e quer contar com a participação de representantes de cada município maranhense, ou seja, de cada cidade vão ser escolhidas duas pessoas – as quais se inscreveram, anteriormente, em nosso site www.somoshumanos.net.br – e convidadas a participarem do Evento e receberem Formação do Projeto Somos Humanos, no que, no tocante da apresentação do Projeto, vão ter a liberdade de expor as maiores necessidades de sua comunidade. Todas as despesas dos participantes serão pagas pelo Projeto!

A partir daí, cada representante municipal vai se tornar embaixador de sua cidade, legitimando o Projeto em sua localidade, identificando as dificuldades e particularidades da região. Desta forma, o Somos Humanos chegará ao local com uma grande rede humanitária de auxílio.

Serão ações estruturadas e intencionais, que partem da reflexão e do diagnóstico sobre uma determinada problemática de cada município e buscar contribuir, em alguma medida, para um mundo com mais possibilidades.

Ações Somos Humanos

As ações vêm com inúmeras atividades na área da saúde, educação e bem-estar, durante todo um final de semana no município: Médicos, Dentistas, Oftalmologistas, Cabeleireiro, Manicure, Atividades para crianças, Kit’s individuais.

Saiba mais

As inscrições para a participação no evento Somos Humanos podem ser feitas pelo site www.somoshumanos.net.br.

As pessoas selecionadas terão direito a: Translado vinda e volta; Hospedagem; Alimentação.

Na oportunidade do evento, haverá palestras, atividades de formação e trocas de informações entre os Embaixadores do Somos Humanos.

DEU NO ESTADÃO: “Piora no ensino marca administrações de 7 governadores que tentam reeleição”. Flávio Dino entre eles…

De 16 governadores que tentam a reeleição, 7 enfrentam queda no Ideb; especialistas defendem adoção de lei de ‘responsabilidade educacional

Renata Cafardo e Luiz Fernando Toledo, O Estado de S.Paulo

Dos 16 governadores que tentam a reeleição, 7 registraram piora em suas redes de ensino entre 2015 e 2017. Isso aconteceu em Minas Gerais, Bahia, Roraima, Amapá, Maranhão, Amazonas e no Distrito Federal. Segundo tabulação feita pelo Estado, as redes estaduais tiveram queda no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) no ensino fundamental ou médio. O Ideb, divulgado semana passada, é o principal indicador de qualidade do ensino brasileiro e junta notas de Português e Matemática com índice de alunos aprovados de cada Estado.

Especialistas em educação e em direito defendem o conceito de responsabilidade educacional, para que governantes sejam punidos em caso de retrocesso na área durante sua gestão. Um projeto de lei sobre o assunto está parado no Congresso.

“É muito injusto com crianças e jovens que políticos sejam reeleitos entregando a educação pior do que receberam”, diz a presidente executiva do movimento Todos pela Educação, Priscila Cruz. Ela defende que haja proibição de reeleição quando um Estado piora no Ideb. “A política social deveria estar no mesmo patamar da econômica. Da mesma forma que temos responsabilidade fiscal no País, precisamos ter responsabilidade educacional.”

O Ideb prevê também a progressão das redes e, por isso, o Ministério da Educação (MEC) estipula metas bianuais. No ensino médio, apenas Pernambuco, em que o governador Paulo Câmara (PSB) tenta a reeleição, atingiu todas as metas. O Estado também aumentou o Ideb nos três níveis. Câmara é o favorito nas intenções de voto, segundo o Datafolha.

Amapá e Maranhão, além de piorarem no Ideb, não atingiram as metas em nenhuma das etapas. No primeiro, Waldez Góes (PDT) aparece em segundo lugar nas pesquisas. Em nota, o governo do Amapá reconhece que os alunos “não aprenderam o suficiente”. Informa também que, entre outras políticas, assinou um convênio com o Ceará para assessoria em programa de alfabetização. O Estado nordestino, em que Camilo Santana (PT) tenta a reeleição, tem o melhor Ideb dos 16 Estados no ciclo do 1º. ao 5º. ano.

Já o maranhense Flávio Dino (PCdoB) tem 43% das intenções de voto no Ibope e é o primeiro colocado. Neste ano, ele aumentou os salários dos professores e o Maranhão tem o maior piso do País, de R$ 5.740. O valor nacional é de cerca de R$ 2.400; em São Paulo, de R$ 2.585. Procurado, o governo informou que há poucos alunos em escolas estaduais de 1º a 5º ano, onde se deu a piora no Ideb. A maioria está na rede municipal. “Falta no Brasil uma cultura de cobrar resultados dos gestores do setor público, como existe no privado”, diz a advogada e presidente executiva do Instituto Articule, Alessandra Gotti. Ela lembra que o Brasil assinou tratados internacionais em que se compromete com a progressão nas áreas sociais.

“O retrocesso no Ideb é motivo para exigir questionamento sobre a má aplicação do piso em educação. Tem de haver qualidade do gasto mínimo”, completa a procuradora do Ministério Público de Contas do Estado de São Paulo Élida Graziane Pinto.

Bahia tem o pior Ideb dos 16 analisados

Em campanha, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), declarou que quer a educação como “a grande marca do segundo mandato”. Mas o Estado tem o pior Ideb entre os 16 analisados no ciclo de 6º ao 9º ano e no ensino médio. “O governo Temer está semeando pânico, relevando os aspectos negativos para justificar a desastrada reforma do ensino médio. É uso eleitoreiro de um problema histórico”, disse Costa. Ele o outros governadores reclamaram de o MEC não ter incluído a nota das escolas técnicas – em geral, com melhor desempenho – no Ideb do ensino médio. O ministério alegou que isso impediria a comparação com o ano anterior.

Em meio a uma crise imigratória na fronteira com a Venezuela, a governadora de Roraima, Suely Campos (PP), enfrenta taxa de rejeição de 62% e, agora, uma queda no Ideb do ensino médio. Em nota, o governo afirmou que há “dificuldade em todo o País em manter a frequência dos jovens, tendo em vista um problema social, e não apenas educacional.”

O Distrito Federal, além de cair no médio, não atingiu a meta do 6º ao 9º ano. Rodrigo Rollemberg (PSB) subiu na última pesquisa Datafolha e está empatado em primeiro lugar com Eliana Pedrosa (PROS). Em nota, o governo diz que, mesmo com a queda, ainda tem umas das melhores notas do País. Entre as redes de governadores que tentam a reeleição, tem o 6º melhor Ideb.

O governo de Amazonino Mendes (PDT) informou que está há 10 meses no cargo e que encontrou um “cenário de professores desestimulados e desvalorizados” no Amazonas. Ele assumiu o cargo depois de novas eleições, convocadas porque José Melo (PROS) foi cassado.

SANTA RITA: Prefeitura inicia afastalmento da estrada de Nova Vida

A Prefeitura de Santa Rita, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura, iniciou na manhã desta quarta-feira (5), o asfaltamento da estrada que liga as comunidades Cai Coco a Nova Vida. A obra que beneficia 1500 metros de pavimentação está sendo executada com recursos próprios do município.

A urbanização do trecho é uma antiga reivindicação dos moradores da região, e muito cobrada pelo secretário de Infraestrutura, Antonio de Felipe, no período em que exerceu mandato de vereador, e foi atendida pelo prefeito Dr Hilton Gonçalo.

De acordo com Antonio de Felipe, o governo municipal tem investido maciçamente em toda cidade. Segundo ele, outros serviços devem ser intensificados, exemplo da ampliação asfáltica nas comunidades Marengo, Outero dos Pires, Sitio do Meio e Olhos D’água.

O trabalho visa garantir mais conforto e segurança aos moradores.

ELEIÇÕES 2018: O que o MPE tem a dizer sobre as pesquisas eleitorais no MA? 8

O Ministério Público Eleitoral tem deixado muito a desejar quando o assunto é pesquisas eleitorais no Maranhão. Aliás, não tem feito absolutamente nada para coibir esses verdadeiros crimes eleitorais que acontecem bem debaixo das suas barbas!

Pesquisa eleitoral no Maranhão virou uma verdadeira farra de ludibriamento do eleitor.

A coisa ganhou contornos claramente criminosos onde contrata-se, faz-se e publica-se pesquisas ao gosto do freguês, muitas delas com metodologias tecnicamente duvidosas, e a mais recentemente fazendo-se uso, pasmem!, até de profissional de estatística já falecida.

O jornalista e especialista em marketing político Daniel Mendes, em recente artigo intitulado “Crime de lesa-informação” (veja aqui), já havia se manifestado sobre essa verdadeira balbúrdia em que se transformaram os levantamentos eleitorais no Maranhão.

Daniel Mendes comenta sobre alguns absurdos do ponto de vista técnico-científico que acontecem com as pesquisas eleitorais no estado, e o fato de instituições como Conselho Regional de Estatística e as universidades com seus departamentos de estatísticas simplesmente ficaram-se cegos, surdos e mudos diante tanta sacanagem que existe quando o assunto é pesquisa de intenção de voto por estas terras.

Nem mesmo o Ministério Público, “tão cioso com a milimetragem de cartazes e adesivos, não tem qualquer mecanismo para chamar os institutos e colocar algum rigor nessa molecagem?”, questiona um Daniel Mendes indignado.

De fato, o Ministério Público Eleitoral (MPE) deixado muito a desejar nesse território. Aliás, não tem feito absolutamente nada para coibir esses verdadeiros crimes eleitorais que acontecem bem debaixo das suas barbas!

Os institutos e seus contratantes abusam não apenas da inteligência alheia, mas da própria legislação, bem como da própria democracia.

E o MPE prefere ficar sob o embalo daquela cantiga enjoada que diz assim:

“Tô nem aí, tô nem aí
Pode ficar com seu mundinho
Eu não tô nem aí;
Tô nem aí, tô nem aí
Não vem falar dos seus problemas
Que eu não vou ouvir”

Uma lástima!

VILA NOVA DOS MARTÍRIOS: Prefeitura lança programa Criança Feliz

Prefeita Karla Batista apresenta o programa Criança Feliz em evento bastante concorrido.

Secretaria Municipal de Assistência Social de Vila Nova dos Martírios, realizou evento ontem referente ao programa Criança Feliz, mas uma social de cidadania que tem os seguintes objetivos:

• Promover o desenvolvimento humano a partir do apoio e do acompanhamento do desenvolvimento infantil integral na primeira infância;
• Apoiar a gestante e a família na preparação para o nascimen- to e nos cuidados perinatais;
• Colaborar no exercício da parentalidade, fortalecendo os vínculos e o papel das famílias para o desempenho da função de cuidado, proteção e educação de crianças na faixa etária de até seis anos de idade;
• Mediar o acesso da gestante, de crianças na primeira infân- cia e de suas famílias a políticas e serviços públicos de que necessitem;
• Integrar, ampliar e fortalecer ações de políticas públicas voltadas para as gestantes, crianças na primeira infância e suas famílias.

Foi ofertado as famílias usuárias do Criança Feliz um seminário sobre os cuidados com a primeira infância onde varias questões que envolvem o desenvolvimento das crianças foram abordadas e esclarecidas.

Estiveram presentes no evento a prefeita Karla Batista, vice-prefeita e secretária de Assistência Social Vanusa Cunha, presidente da Câmara Dorisel Lopes, Secretária de Educação Linda Maria, Secretária de Saúde Jane Cruz, Secretário de Meio Ambiente Ancelmo Santos, destaque especial para a presença e o trabalho de toda a equipe técnica da SMAS.

Na sua fala a prefeita Karla Batista parabenizou a todos os envolvidos no programa e destacou a importância de a sua gestão “estar contribuindo para que as políticas públicas cheguem até as famílias do município, colaborando desta forma para o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários”.

A gestora municipal destacou ainda “o grande trabalho de Comitê formado pelas Secretarias de Assistência Social, Saúde e Educação para acompanhamento do programa, comprovando que a intersetorialidade é um instrumento muito eficaz na gestão pública”.