ASSEMBLEIA LEGISLATIVA: Eleição da mesa já movimenta deputados eleitos e reeleitos

Ao menos quatro nomes podem ser dados como certos num primeiro momento, dois deles reeleitos no último domingo, 7, e outros dois que voltam ao parlamento depois de ficaram sem mandato, entre eles um que retorna trazendo na bagagem a condição de quem já presidiu o Legislativo maranhense

Consolidada a apuração dos votos e consequentemente o resultado eleitoral de quem conseguiu se eleger deputado estadual nas eleições de 2018, as atenções agora estão todas voltadas para a eleição da nova mesa diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Ao menos quatro nomes podem ser dados como certos num primeiro momento, dois deles reeleitos no último domingo, 7, e outros dois que voltam ao parlamento depois de ficaram sem madanto, entre eles um que retorna trazendo na bagagem a condição de quem já presidiu o Legislativo maranhense. Vejamos.

Othelino Neto (PCdoB) – É o atual presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão e, ao em tese, leva vantagem sobre os demais pretendentes. O fato de ser do mesmo partido do governador pode ajudar e ao mesmo tempo atrapalhar os planos de Othelino em continuar no comando do Poder Legislativo estadual. Ajuda na medida que não se trata apenas de um correligionário de Flávio Dino, mas de um aliado pra lá de leal e totalmente afinado com o Palácio dos Leões. Mas, paradoxalmente, o fato de ser do PCdoB pode servir de argumento para os concorrentes no sentido de ser muita pretensão dos comunistas comandarem ao mesmo tempo o executivo e legislativo. A favor de Othelino Neto está também a forma de como vem conduzindo a casa, sempre com muita habilidade e tratando de forma igualitária deputados governistas e oposicionista. Não é por acaso que já conta com declaração de voto de alguns parlamentares.

Marcelo Tavares (PSB) – Com a experiência de quem já presidiu o parlamento maranhense, nos bastidores políticos comenta-se que há um acordo entre o deputado e o governador Flávio Dino para que ele seja alçado à condição de presidente  da casa mais uma vez. Claro que ambos vão negar se perguntados sobre tal acordo, mas o assunto é corrente na Assembleia Legislativa. Marcelo Tavares não deixou muita saudades entre os seus antigos pares, pois ficou com a fama de “pão-duro” e de péssimo trato político. Com a vitória de Dino em 2014, Marcelo virou secretário da Casa Civil meio que figurativo, pois nunca teve autonomia para resolver algo de relevância no âmbito do governo. A ser verdade que existe esse “acordo de gaveta” entre ele e o governador reeleito tem chances. E muitas!

Cleide Coutinho (PDT) – Deputada experiente, Cleide Coutinho conhece bem como funciona a engrenagem política, em particular as disputas no parlamento. Viúva do ex-deputado estadual e ex-prefeito Humberto Coutinho, Cleide é um nome que surge como opção para “equilibrar” a disputa na base governista. É verdade que se o marido ainda estivesse em vida, a história da próxima eleição da mesa diretora da Assembleia Legislativa seria outra, posto que Humberto Coutinho estaria reeleito deputado e se tornaria um candidato fortíssimo, o que não se pode afirmar o mesmo em relação à viúva, mas ainda assim Cleide Coutinho não pode ser subestimada de modo algum.

Neto Evangelista (DEM) – O mais jovem entre os quatros nomes elencados pelo Blog do Robert Lobato, a candidatura de Neto Evangelista a presidente da Assembleia Legislativa pode representar a onda de renovação dos quadros na política maranhense que está em curso no estado, já que é um quadro que integra a nova geração de políticos que tem emergido das urnas nas últimas eleições no Maranhão, com a ressalva de não ser um “meliante”. A marcante passagem do jovem parlamentar pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) o credencia como gestor, logo não teria lá muitas dificuldades de administrar uma instituição como a Assembleia Legislativa do Maranhão. Sem falar que é bem articulado entre os demais deputados, tanto com os veteranos reeleitos, quanto os novatos que assumirão em fevereiro de 2019. Se contará com o apoio do governador, a quem serviu com lealdade e competência todo o tempo que atuou na Sedes, é uma outra história.

Enfim, são esses os quatro nomes que hoje estão postos para disputar a presidência do Poder Legislativo do Maranhão. Podem surgir outros? Claro que sim!

Até porque se há uma eleição marcada por fortes emoções, sem qualquer dúvida é a eleição para a mesa diretora da Casa do Povo.

É aguardar e conferir.

2 comentários sobre “ASSEMBLEIA LEGISLATIVA: Eleição da mesa já movimenta deputados eleitos e reeleitos

  1. júnior disse:

    Estão postos por você, por que até agora acredito que ninguém ainda se lançou candidato, somente alguns deputados novos e reeleitos manifestaram a vontade da continuidade de Othelino no comando da casa legislativa. Bom feriado.

Deixe uma resposta