ELEIÇÕES 2018: Roberto Rocha sob medida para o Maranhão

Nesse quadro de quase desolação, os maranhenses podem contar com o candidato Roberto Rocha. O tucano tem uma visão estratégica do estado, propostas factíveis, viáveis e sabe como fazer acontecer. Tem ainda a vantagem de não prometer, mas de se comprometer!

A cada entrevista, debate, palestra, ato ou reunião que participa, fica claro que o candidato Roberto Rocha é o nome sob medida para governar o Maranhão.

De todos os candidatos, R-45 é quem melhor conhece o estado em dados, números, estatísticas e potencialidades de cada um dos 217 municípios que formam este rico pedaço de chão brasileiro. Rico, mas empobrecido, como costuma dizer Roberto Rocha.

Roseana Sarney (MDB) já deu a sua contribuição por quatro mandatos, avançou em alguns pontos, como na valorização do magistérios, funcionalismo, saúde e fez obras estruturantes em vários município, inclusive na capital São Luis.

Todavia, poderia ter feito muito mais pelo Maranhão com o apoio e prestígio políticos que sempre contou em Brasília, principalmente quando o seu pai José Sarney era presidente do Congresso Nacional.

Maura Jorge (PSL) é uma política experiente, honesta, carismática, mas não possui a capilaridade política necessária para torna-se uma liderança estadualizada ainda nestas eleições. A bela loira do olhos gateados é uma liderança mais regionalizada, mas deve sair muito maior dos que entrou nesta campanha, sem sombras de dúvidas.

Flávio Dino, bom, o governador fez uma gestão que acabou por dar razão ao prefeito Luis Fernando que cansou de avisar, em 2014, que o comunistas faria uma “mudança de gogó” se fosse eleito. Não deu outra!

A gestão comunista é um horror em praticamente todos os setores!

Não há um secretário de que se possa dizer “esse cara é bom”. Até tentaram com Felipe Camarão, mas o fracasso também no setor da Educação, comandado pelo jovem gestor, como mostrou estudo do jornal O Estado de São Paulo, com base nos números do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado semana passada, derrubou o mito “Camarão” e pasta virou uma “camaroada” só.

No Meio Ambiente a única coisa que mudou foi, segundo comenta-se, a vida do secretário Marcelo Coelho, pois na área propriamente dita retrocedeu e muito, conforme atestam várias organizações ambientais respeitadas.

A Saúde, coitada, está liquidada em todos os cantos do estado e sob investigação da Polícia Federal após revelações de esquemas de corrupção que levou até gestor a cometer suicídio.

É nesse quadro de quase desolação que os maranhenses podem contar com o candidato Roberto Rocha. O tucano tem uma visão estratégica do estado, propostas factíveis, viáveis e sabe como fazer acontecer. Tem ainda a vantagem de não prometer, mas de se comprometer!

Tudo isso colocado neste post vai ficar claro no debate entre os candidatos, quando Roberto Rocha terá a oportunidade de, olhos nos olhos, colocar muitas questões a limpo, além de apresentar as suas propostas ao povo maranhense.

Enquanto o debate não chega, assista a ótima entrevista do candidato Roberto Rocha-45, concedida à TV Mirante na manhã desta segunda-feira, 10.

Confira AQUI.

10 comentários sobre “ELEIÇÕES 2018: Roberto Rocha sob medida para o Maranhão

  1. Claudio disse:

    Bob, não acha que RR vai sair dessa eleição menor que entrou? Gostaria que a campanha dele desse certo, mas tá complicado achar quem vote nele. Sinceramente acho que foi um tiro no pé insistir nesta candidatura.

  2. Jean Carlos disse:

    Concordo com “júnior”, essa dicotomia ente Sarneys X Anti-Sarneys é uma lástima para a democracia, tal qual, Cobras x Labigós em Tuntum-MA. Polarização imbecil, que inviabiliza outras possibilidades e projetos alternativos. Reina a alienação política. Uma lástima mesmo!

Deixe uma resposta