EDUCAÇÃO: Projeto de Lei do senador Roberto Rocha cria a Universidade Federal Maranhão do Sul 8

Goiás, Piauí, Mato Grosso, Pará e Maranhão poderão contar com a criação de mais uma universidade federal em seus territórios. A instituição dos centros universitários está prevista em projetos de lei em análise no Senado em 2018. As propostas preveem o desmembramento de unidades de universidades federais já existentes e, no caso do estado do Maranhão, a construção de um novo espaço de ensino superior.

Apresentado no fim de dezembro de 2017, o PLS 505/2017, do senador Roberto Rocha (PSDB),  cria a Universidade Federal do Maranhão do Sul. Se aprovado, o novo espaço universitário será construído no município de Imperatriz (MA). Segundo o autor da proposta, a instalação da universidade proporcionará maior apoio tecnológico para a cadeia produtiva local. A matéria aguarda designação de relator na CE.

“O setor produtivo se concentra nessa região [Maranhão do Sul] que não é amparada com os recursos necessários para esse desenvolvimento, inclusive na questão acadêmica de formação de jovens talentos que contribuirão ainda mais para o desenvolvimento local”, argumenta Roberto Rocha.

A transferência de campi universitários para a constituição de cinco novas universidades federais foi assinada em 2016 pela ex-presidente Dilma Rousseff. O objetivo exposto pelo governo foi o de interiorizar o ensino superior e democratizar o acesso à universidade pública.

IFMA DE CAXIAS

Outra ação louvável do senador Roberto Rocha diz respeito à  emenda, de aproximadamente 4,8 milhões de reais, que foi destinada pelo parlamentar maranhense Roberto Rocha ao IFMA Campus Caxias para construção de nova biblioteca e teatro.

A emenda foi garantida pelo senador maranhense Roberto Rocha, em visita ao Campus em julho de 2017. Os recursos serão destinados à construção de uma nova biblioteca e um teatro.  A atual biblioteca tem uma área de 190,5 m2, acomodando um acervo em 26 estantes de dupla face, 05 estantes simples em um espaço de aproximadamente 47 m² de acervo. Sua área destinada à consultas e estudo individual é 90,3 m2 e ao processamento técnico é de 7,53 m². Suas duas salas de estudo em grupo têm 15,06 m², comportando até 12 pessoas. De acordo com o projeto, a nova biblioteca será seis vezes maior que atual, ocupando um espaço de 1.149 m² e acomodará 37 estantes de dupla face, com 18 mesas para estudos e 18 terminais de pesquisas com computadores. O espaço para catalogação será de 49,66 m2 e de atendimento passará a ser de 49.66 m2. Haverá ainda um espaço para administração de 24.37m². O destaque na nova biblioteca será a construção de um auditório com capacidade para 50 pessoas, numa área de aproximadamente 100 m².

Para o professor Raimundo Nonato Assunção Filho, chefe do departamento de ensino, a consolidação dessa emenda vai facilitar a oferta de novos cursos e uma melhoria na avaliação dos cursos já ofertados. “Uma nova biblioteca será essencial para o desenvolvimento do ensino, pesquisa e pesquisa, pois irá aliar-se ao aprendizado teórico que a leitura facilita. Além disso, a biblioteca é um item essencial na avaliação realizada pelo MEC dos cursos superiores.”

O professor também destaca que o teatro e a biblioteca são espaços de uso por toda comunidade caxiense. “Eles serão fundamentais para que continuemos realizando um ensino de qualidade, porque vai dar todo o aporte didático e pedagógico para que os professores consigam realizar o seu trabalho. Além disso, toda população será beneficiada, visto que são espaços abertos ao público da cidade”, avalia.

Dona Francinele de Oliveira Xavier Martins dos Santos, mãe da aluna Maria Catarina Oliveira Martins dos Santos, acredita que a nova biblioteca será importante na formação de técnica em Agroindústria de sua filha. “Disponibilizando esse novo ambiente, o IFMA estimula o hábito de leitura, o que desperta novas ideias e atitudes para os futuros profissionais.”

O diretor-geral, João da Paixão Soares, recebeu a notícia com muito entusiasmo. “Foi uma união de esforços entre toda a nossa equipe e políticos da região. Agradecemos ao Senador Roberto Rocha pela atenção dedicada ao Instituto, em especial ao nosso Campus. Essa emenda parlamentar é um recurso importante para o fortalecimento do Campus Caxias, pois temos somente sete anos de fundação e esses recursos serão fundamentais para atuação do instituto em prol da educação profissional e tecnológica de Caxias e região”, destaca o diretor. Ele complementa que “ao fazer essa destinação, o senador investe no futuro de centenas de jovens e adultos que o IFMA Campus Caxias atende, garantindo, dessa forma, qualidade de vida para as futuras gerações”, pontua. As informação são do IFMA de Caxias.