ELEIÇÕES 2018: Desempenho de Roberto Rocha no debate da TV Mirante repercute em todo MA 10

Não há qualquer avaliação minimante séria que possa negar que temos uma candidatura Roberto Rocha-45 antes e depois do debate da TV Mirante.

Na cidade de São Luis não se fala em outra coisa desde o debate da TV Mirante, realizado na última terça-feira, 2, quando o assunto é eleição para governador: o ótimo desempenho do candidato Roberto Rocha (PSDB) no referido debate.

São vários setores da sociedade, na capital e em todos os grande centros do estado, que reconhecem que o tucano não apenas venceu o debate, como se mostrou o mais preparado para governar o Maranhão a partir de 1º de janeiro de 2019.

O “efeito debate da TV Mirante” está fazendo Roberto Rocha conquistar votos dos indecisos, bem como de uma boa parcela dos chamados votos de opinião. Isso é fato!

Não há qualquer avaliação minimante séria que possa negar que temos uma candidatura Roberto Rocha-45 antes e depois do debate da TV Mirante.

Imaginem vocês se tivessem sido realizados outros debates iguais ao da terça-feira…

AINDA SOBRE O DEBATE DA TV MIRANTE: Flávio Dino, a Lagoa da Jansen e a água mineral “sem gás” 14

Saiba quais foram os dois momentos pitorescos que marcaram o debate da TV Mirante com os candidatos ao Governo do Maranhão.

Todo debate eleitoral tem seus momentos, digamos, pitorescos.

No debate de ontem, 02, da TV Mirante, dois chamaram a atenção do povo, principalmente dos internautas que atuam nas redes sociais. E todos dois tendo o candidato à reeleição Flávio Dino (PCdoB) como protagonista.

O primeiro foi a imagem de uma garrafa de água mineral ao lado do comunista, enquanto os demais estavam com copos servidos com água da própria TV Mirante.

A imagem é expressa exatamente a personalidade do governador do Maranhão, marcada principalmente pelo arrogância, prepotência, empáfia, egocentrismo etc. e tal.

Mas, também expressa um traço de personalidade próprio de líderes autoritários: a paranoia.

Uma pessoa que sofre dessa patologia desenvolve uma desconfiança ou suspeita exacerbada, injustificada de que está sendo perseguido, acreditando que algo ruim está para acontecer ou que o perseguidor deseja lhe causar mal.

Seria uma paranoia que fez com que Flávio Dino levasse a sua própria água mineral “sem gás” com a desconfiança de que poderiam envenená-lo ou coisa parecida?

Lagoa da Jansen

O segundo momento pitoresco do debate foi quando o candidato Roberto Rocha (PSDB) pegou o comunista em mais uma das suas mentira.

Flávio Dino teve a coragem de afirmar que o seu governo despoluiu a Lagoa da Jansen – a cara nem tremeu!

Foi então que Roberto Rocha fez o desafio para que o comunista fosse tomar um banho na Lagoa da Jansen no dia seguinte.

Não demorou um minuto sequer para o desafio do candidato tucano “mitar” nas redes sociais e produzir dezenas, centenas, milhares de memes com Flávio Dino protagonizando as “cenas”.

Esses dois momentos do debate da TV Mirante podem até ter um lado hilário é verdade.

Porém, podem possuir também um lado sério, diria mesmo preocupante da personalidade do governador Flávio Dino…

ELEIÇÕES 2018: Roberto Rocha vence debate da TV Mirante e mostrou que está preparado para governar o MA 15

O debate da TV Mirante, como já sustentado pelo Blog do Robert Lobato em outros posts, pode ser um divisor de águas nesta reta final das eleições e consolidar a realização de segundo turno para o governo do Maranhão.

Quem assistiu o debate da TV Mirante entre os candidatos ao governo do Maranhão na noite de ontem, terça-feira, 2, saiu convencido de Roberto Rocha teve melhor desempenho.

Pelas redes sociais, opiniões na sociedade e a maioria dos blogs, alguns até hostis ao candidato do “45” reconhecem que o tucano venceu a peleja televisa na Mirante e mostrou  que está preparado para governar o Maranhão.

O Blog do Robert Lobato faz uma rápida e desprendida análise do que foi o debate do TV Mirante. Vamos lá.

Flávio Dino (PCdoB) – O candidato comunista iniciou o debate com a mesma arrogância e empáfia de costume (até água mineral importada levou para não tomar água da Caema), além de achar que era o mesmo Flávio Dino candidato oposicionista de 2014. Logo de início foi confrontado com a candidata Maura Jorge (PSL) que o chamou de “machista” em alusão à forma como foi tratada em ato do Governo do Estado realizado em Lago da Pedra, em julho do ano passado, quando o comunista não deixou que a então prefeita tivesse a franquia da palavra na própria cidade que administrava. Mentiu, desviou de conversa, não respondeu a uma pergunta da candidata de Roseana Sarney (MDB) que queria saber ao menos três obras marcantes feitas nesses quatro anos de governo, enfim, em nada lembrou o Flávio Dino do debate da TV Mirante de 2014 quando deitou e rolou. Desta vez, não foi apenas massacrado como desmascarado pelos seus concorrentes. E para piorar, acumulou ao seu seu perfil pessoal a condição de debochado. Haja “Kriptonita” pela madrugada a dentro.

Maura Jorge (PSL) – Para quem não tinha experiência com debates do tipo, a candidata do “17” saiu-se muito bem. Maura Jorge percebeu que num debate como o da TV Mirante não dá tempo, até pelas regras, para que os candidatos aprofundem nas suas propostas. Ao perceber essa realidade, a brava candidata aproveitou para ir na “papada” de Flávio Dino em diversos momentos e ainda fez com que o candidato comunista saísse com a fama de “Pinóquio”. Além de, claro, fazer propaganda para o seu candidato a presidente Jair Bolsonaro, que lidera as pesquisas na corrida ao Palácio do Planalto.

Odívio Neto (PSOL) – Outro candidato que não tinha experiência em debates do nível daquele de ontem. Odívio Neto foi sereno durante a maioria do tempo do debate, mas soube ser duro,quando preciso, ao confrontar todos os candidatos com perguntas e respostas inteligentes. Tal como os demais candidatos oposicionistas, o candidato do “50” foi pra cima do candidato à reeleição Flávio Dino, com destaque para os questionamentos sobre a falta de concurso públicos, principalmente na área de saúde e de educação. Ao fim, Odívio Neto saiu com um saldo muito positivo do debate.

Roberto Rocha (PSDB) – O tucano venceu o debate. Experiente nesse tipo de evento, Roberto Rocha (45) fez o que deve ser feito em um debate entre candidatos a governador quando se está na oposição: mostrar por que deseja governar o estado, apresentar propostas e desconstruir quem está no exercício do cargo de chefe do executivo estadual ao confrontar o que é fato e o que mentira na gestão do mesmo. Pois foi exatamente o que Roberto Rocha fez. Deixou claro que é o candidato na medida certa para governar o Maranhão, apresentou propostas, em especial a implantação da Zona de Exportação do Maranhão (ZEMA) e “lacrou” quando desmontou mais uma mentira Flávio Dino desafiá-lo para tomar um banho na Lagoa da Jansen, já que o comunista havia afirmado que ela está “completamente despoluída”. O tucano também desmontou o candidato à reeleição ao perguntar se o fim das blitzen e dos confiscos de motos e carros dos cidadãos foi por conta do calendário eleitoral. Para sacramentar o massacre, Roberto Rocha lembrou que Flávio Dino já gastou milhões em contratos com aviões e helicópteros, enquanto o estado enfrenta grave situação financeira e fiscal.

Roseana Sarney (MDB) – Quatro vezes governadora do Maranhão, Roseana Sarney teve um desempenho razoável, mas não foi um “fracasso” como tentam fazer crer os seus desafetos, principalmente os asseclas de Flávio Dino. A candidata do “15” fez questão de deixar claro aos eleitores que o governo Flávio Dino é praticamente a continuação do seu e o deixou completamente sem resposta quando pediu para que o candidato comunista apresentasse ao menos três obras que marcassem a sua gestão. Flávio Dino, sem ter como responder a emedebista, foi em Marte mas não revelou as obras. Roseana Sarney pecou em não revelar as obras que fez em São Luis, obras que lhes dão o título de “melhor prefeita” que a capital já teve.

Resumindo: O debate da TV Mirante, como já sustentado pelo Blog do Robert Lobato em outros posts, pode ser um divisor de águas nesta reta final das eleições e consolidar a realização de segundo turno para o governo do Maranhão.

ELEIÇÕES 2018: A expectativa em relação ao debate da TV Mirante que pode mudar o rumo do pleito no estado 8

Numa eleição que teve de tudo, menos debates, esse de hoje da TV Mirante realmente pode definir o rumo do pleito e consolidar a realização do segundo turno no Maranhão.

O Maranhão inteiro aguarda com muita expectativa o debate da TV Mirante que acontece na noite desta terça-feira, logo após a “novela das oito”.

Até o momento todos os candidatos cujos partidos têm representação na Câmara Federal confirmaram presença, quais sejam: Flávio Dino (PCdoB), Maura Jorge (PSL), Roberto Rocha (PSDB) e Roseana Sarney (MDB), Odívio Neto (PSOL).

Os debates costumam ser divisores de água numa eleição e exemplos são inúmeros no Maranhão e no Brasil como um todo.

O caso mais recente foi na eleição para prefeito de São Luis em 2016, quando o deputado estadual Eduardo Braide (PMN) surpreendeu com uma excelente performance no debate da TV Mirante, acabou indo para o segundo turno daquele pleito e por pouco  não derrotou o atual prefeito Edivaldo Júnior (PDT).

Entre os participantes do debate desta noite, apenas a candidata Maura Jorge e Odívio Neto não têm experiencia nesse tipo de evento. Mas ambos têm preparo e podem surpreender.

Já Flávio Dino, Roseana Sarney e Roberto Rocha, além do preparo, têm experiência em debates e os três podem protagonizar os melhores momentos dessa peleja televisa.

Numa eleição que teve de tudo, menos debates, esse de hoje da TV Mirante realmente pode definir o rumo do pleito e consolidar a realização do segundo turno no Maranhão.

A aposta é que Flávio Dino mantenha a sua decisão de ir ao debate e não faça como no dia da sabatina, da mesma TV Mirante, quando acabou desistindo de participar em cima da hora.

É aguardar e conferir.

ELEIÇÕES 2018: Debate na TV Mirante pode definir sobre segundo turno

Há muita expectativa em torno do debate na TV Mirante com os candidatos ao governo do Maranhão, que será realizado no próximo dia 2 de outubro.

O debate pode ser determinante para levar ou não a eleição de governador para o segundo turno.

Até agora os principais candidatos têm confirmado presença.

A conferir.

ELEIÇÕES 2018: Fama de mentiroso de Flávio Dino viraliza nas redes sociais 22

A internet, esse território cruel que não perdoa ninguém, nem mesmo Flávio Dino, continuará com os mais engraçados e debochados memes tirando onda com as inverdades do comunista candidato à reeleição.

São centenas de imagens, vídeos, gifs, entre outros recursos usados pelos internautas fazendo referência à fama de mentiroso do governador Flávio Dino (PCdoB).

A maioria dos chamados memes surge com muita dose de humor e criatividade, mas há alguns ofensivos –  as redes sociais são uma terra de ninguém, e é muito difícil controlar o que é conteúdo inteligente de agressões pessoais diversas.

Seja como for, o fato é que a fama de ser mentiroso atribuída a Flávio Dino viralizou na internet, principalmente depois da entrevista que o comunista concedeu à TV Mirante, ontem, terça-feira, 11.

O Blog do Robert Lobato, por sua vez, sempre sustentou que o comunista-mor maranhense é dado a umas inverdades e as comete sem a menor cerimônia, na maior “cara dura”, como se diz.

Só que mentira tem pernas curtas, como ficou provado ontem na entrevista da TV Mirante quando o Flávio Dino foi confrontado com algumas das suas mentiras, ainda que tivesse tentado rebatê-las com… mais mentiras!

Se o governador conseguirá desfazer-se dessa fama de mentiroso até o dia da eleição, só o tempo vai dizer.

Até lá, a internet, esse território cruel que não perdoa ninguém, nem mesmo Flávio Dino, continuará com os mais engraçados e debochados memes tirando onda com as inverdades do comunista candidato à reeleição.

No mais, viva a democracia!

ENTREVISTA TV MIRANTE: Flávio Dino sendo Flávio Dino 28

O que surpreendeu o Blog do Robert Lobato na entrevista de Flávio Dino (PCdoB), candidato à reeleição de governador, concedida à TV Mirante, na manhã desta segunda-feira, 11, não foram as mentiras de costume do governante maranhense, entre as quais a de ter negado as suas próprias palavras, quais sejam o que nós queremos é que ao fim do nosso governo, não tenha nenhuma cidade no rol das 100 piores do Brasil”, ditas no seu discurso de posse em 1º de janeiro de 2015 (reveja o discurso de posse aqui).

Em verdade, o que surpreendeu o Blog do Robert Lobato foi a ingenuidade, para usar um eufemismo, dos entrevistadores da TV Mirante em não terem feito um jornalismo político corajoso e perguntar ao entrevistado candidato à reeleição o que ele teria a dizer sobre: o saque ao Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria (Fepa) para bancar o ‘Mais Asfalto’; o confisco de carros e motos dos cidadãos; a corrupção na Saúde que levou à prisão e até suicídios de gestores da pasta; o arrocho tributário à micro e pequenos empresários; a perseguição a adversários políticos, inclusive usando o aparato policial do Estado; o número recordes de processos contra profissionais de imprensa etc, etc, etc…

O casal de entrevistadores deixaram o comunista deitar e rolar…

Para compensar a ingenuidade dos entrevistadores da TV Mirante na entrevista com Flávio Dino, eles terão o dever de ser duros com a dona da emissora, a candidata Roseana Sarney.

Ou levantar a bola para a emedebista mais do que fizeram para o comunista…

ELEIÇÕES 2018: Roberto Rocha sob medida para o Maranhão 10

Nesse quadro de quase desolação, os maranhenses podem contar com o candidato Roberto Rocha. O tucano tem uma visão estratégica do estado, propostas factíveis, viáveis e sabe como fazer acontecer. Tem ainda a vantagem de não prometer, mas de se comprometer!

A cada entrevista, debate, palestra, ato ou reunião que participa, fica claro que o candidato Roberto Rocha é o nome sob medida para governar o Maranhão.

De todos os candidatos, R-45 é quem melhor conhece o estado em dados, números, estatísticas e potencialidades de cada um dos 217 municípios que formam este rico pedaço de chão brasileiro. Rico, mas empobrecido, como costuma dizer Roberto Rocha.

Roseana Sarney (MDB) já deu a sua contribuição por quatro mandatos, avançou em alguns pontos, como na valorização do magistérios, funcionalismo, saúde e fez obras estruturantes em vários município, inclusive na capital São Luis.

Todavia, poderia ter feito muito mais pelo Maranhão com o apoio e prestígio políticos que sempre contou em Brasília, principalmente quando o seu pai José Sarney era presidente do Congresso Nacional.

Maura Jorge (PSL) é uma política experiente, honesta, carismática, mas não possui a capilaridade política necessária para torna-se uma liderança estadualizada ainda nestas eleições. A bela loira do olhos gateados é uma liderança mais regionalizada, mas deve sair muito maior dos que entrou nesta campanha, sem sombras de dúvidas.

Flávio Dino, bom, o governador fez uma gestão que acabou por dar razão ao prefeito Luis Fernando que cansou de avisar, em 2014, que o comunistas faria uma “mudança de gogó” se fosse eleito. Não deu outra!

A gestão comunista é um horror em praticamente todos os setores!

Não há um secretário de que se possa dizer “esse cara é bom”. Até tentaram com Felipe Camarão, mas o fracasso também no setor da Educação, comandado pelo jovem gestor, como mostrou estudo do jornal O Estado de São Paulo, com base nos números do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgado semana passada, derrubou o mito “Camarão” e pasta virou uma “camaroada” só.

No Meio Ambiente a única coisa que mudou foi, segundo comenta-se, a vida do secretário Marcelo Coelho, pois na área propriamente dita retrocedeu e muito, conforme atestam várias organizações ambientais respeitadas.

A Saúde, coitada, está liquidada em todos os cantos do estado e sob investigação da Polícia Federal após revelações de esquemas de corrupção que levou até gestor a cometer suicídio.

É nesse quadro de quase desolação que os maranhenses podem contar com o candidato Roberto Rocha. O tucano tem uma visão estratégica do estado, propostas factíveis, viáveis e sabe como fazer acontecer. Tem ainda a vantagem de não prometer, mas de se comprometer!

Tudo isso colocado neste post vai ficar claro no debate entre os candidatos, quando Roberto Rocha terá a oportunidade de, olhos nos olhos, colocar muitas questões a limpo, além de apresentar as suas propostas ao povo maranhense.

Enquanto o debate não chega, assista a ótima entrevista do candidato Roberto Rocha-45, concedida à TV Mirante na manhã desta segunda-feira, 10.

Confira AQUI.

O carnaval do Maranhão não se resume à pessoa do governador Flávio Dino 8

O comportamento do governador maranhense pode ser muito bem resumido num trecho da cantiga “Sampa”, de Caetano Veloso, que diz assim: “É que Narciso acha feio o que não é espelho”

Narcisismo é algo complicado e dependendo do nível pode ser muito perigoso, tanto para para o próprio narcisista quando pessoas próximas a ele.

Ao reclamar de forma que beira o patológico contra o fato de não aparecer na TV Mirante, afiliada da Globo, durante o carnaval, o governador Flávio Dino comete vários equívocos, todos originados na sua personalidade narcisista.

Em primeiro lugar, é estranho alguém se martirizar porque não consegue aparecer na “telinha” de uma emissora que integra um sistema de comunicação que é tratado costumeiramente de forma desrespeitosa pelo governador e o seus auxiliares mais próximos. Aliás, desrespeitos que não se limitam ao sistema em si, mas também a alguns dos seus profissionais de jornalismo.

Em segundo lugar, fica feio para um governador jovem ficar o tempo inteiro atacando o ex-presidente Sarney, um idoso de quase 90 anos, e acusando-o de ser a mente por traz do hipotético boicote da TV Mirante a sua pessoa.

Em terceiro lugar, quem acompanha os telejornais da TV Mirante sabe que houve, sim!, um registro diário do carnaval não apenas de São Luis, mas de diversas cidades do Maranhão em todas as regiões do estado.

Ocorre que para Flávio Dino só vale se durante as reportagens miranteanas o comunista aparecer tocando tambor com uma claque palaciana, sob o comando do diretor do Procon, Duarte “Shoktox” Júnior, gritando “Dino, eu te amo”. Aí não dá, né?

Esse tipo de comportamento do governador maranhense pode ser muito bem resumido num trecho da cantiga “Sampa”, de Caetano Veloso, que diz assim: “É que Narciso acha feio o que não é espelho”.

Mas nada que uma boa terapia não resolva ou animize o transtorno…

Flávio Dino e sua sofrência em relação a Sarney e à Mirante 10

O governador comunista tem mais é que procurar se tratar dessa sua sofrência em querer ser José Sarney de qualquer jeito e ainda por cima ter a TV Mirante como propagadora da sua “gogozada”.

O jornalista e blogueiro Marco D’Eça afirmou, em editoral no seu blog, que o governador Flávio Dino sonha em ser um José Sarney (veja aqui).

“Este blog sempre disse que o governador Flávio Dino tem um sonho: ser igual ao ex-presidente José Sarney (PMDB). Filho do ex-deputado e poeta sarneysista Sálvio Dino, o comunista cresceu nas cercanias do Palácio dos Leões, convivendo com Sarney desde criança”, postou o velho e bom Sarará.

Depois veio o amigo e também jornalista Diego Emir, e faz uma análise dando conta de que o comunista anda implorando para que TV Mirante faça uma entrevista com ele. Assim.

“O governador Flávio Dino (PCdoB), anda obcecado para ser entrevistado pela Tv Mirante afiliada da Rede Globo no Maranhão. Em uma postagem na sua página pessoal do Facebook, o comunista reclama: ‘A TV Globo no Maranhão jamais me entrevista ou acompanha atos do governo. No vizinho Piauí é diferente. Por que será?'”, escreveu Diego (veja aqui).

Tanto no post de  D’Eça quanto no do Diego fica cristalina a sofrência que Flávio Dino enfrenta em relação a Sarney e à TV Mirante.

Ora, governador, o senhor é entrevistado pela “Globo do Piauí” porque lá o governo e o governador têm uma relação de respeito com a imprensa, independente de correntes de pensamentos políticos. Aliás, o governador Wellington Dias (PT) é um democrata, um gestor de Estado e não apenas militante político e partidário como acontece no caso do Maranhão.

Não se tem notícias, por exemplo, do governador petista do estado vizinho ir a seminários e palestas para combater emissoras de rádio e tevê como fez Flávio Dino recentemente em audiência pública promovida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), quando foi falar mal da TV da família Sarney e seus aliados.

O engraçado, não fosse ridículo, é que Flávio vive descendo o sarrafo na TV dos Sarney, considerada por ele “uma repartição do DOPS, do DOI-CODI”, órgãos da ditadura militar, mas não perde tempo em “vender o peixe” do seu governo no sistema sarneysista de Comunicação.

Isso sem falar, como bem lembrou o Diego Emir, que a rádio Timbira AM, emissora pública do Governo do Maranhão, não entrevista quaisquer adversários do governo, seja Adriano Sarney, Andréa Murad, Edison Lobão, João Alberto, Roberto Rocha, entre outros.

E como se não bastasse tudo isso, o governador Flávio Dino ainda sustenta, via Secom, uma rede de intrigas, maldades e safadezas contra quem se meter no seu caminho ou ameaçar o seu projeto de poder.

Flávio Dino tem mais é que procurar se tratar dessa sua sofrência em querer ser José Sarney de qualquer jeito e ainda por cima ter a TV Mirante como propagadora da sua “gogozada” sem fim.

Ou se trata ou se acaba na “kriptonita”!

Não entendeu? Entenda AQUI.