SENADO 2018: Fogo amigo contra Eliziane Gama? 6

Enquanto os “inimigos íntimos” de Eliziane conspiram contra a sua pré-candidatura, ela segue consolidando e ampliando a sua caminhada rumo à Câmara Alta do Congresso Nacional

A imagem acima circulou pelas redes sociais, principalmente em grupos de WhatsApp.

De imediato gerou uma discussão a partir de quem interessaria pichar os muros da cidade de Timon com frases que visam claramente atingir o projeto da deputada federal Eliziane Gama (PPS) rumo ao Senado Federal.

Pelo que o Blog do Robert Lobato pôde observar nas discussões dos grupos de WhatsApp, a principal suspeita recai sobre “aliados” da irmã ligados ao Palácio dos Leões, mas precisamente dos que ainda insistem com a candidatura de senador do deputado estadual Bira do Pindaré (PSB).

Mas, enquanto os “inimigos íntimos” de Eliziane conspiram contra a sua pré-candidatura, ela segue consolidando e ampliando a sua caminhada rumo à Câmara Alta do Congresso Nacional, como mostra o blog do colega Marco D’Eça.

Confira AQUI.

ELEIÇÕES 2018: Alexandre Almeida e o Senado Federal 2

Jovem, inteligente, articulado, competente advogado e ex-vereador pela cidade de Timon, Alexandre Almeida reúne todas condições para fazer bonito numa eleição para o Senado Federal e concorrer de igual para igual com outros nomes já colocados na disputa, ainda mais por um partido do porte do PSDB, que terá candidato a governador e a presidente competitivos.

Em meio aos movimentos políticos da pré-campanha eleitoral de 2018 à luz o prazo final para definir as filiações partidárias, uma notícia chamou atenção no último final de semana.

Trata-se do convite feito pelo senador Roberto Rocha, presidente estadual do PSDB, para que o deputado estadual Alexandre Almeida (PSD) filie-se ao seu partido e dispute uma vaga ao Senado Federal pela coligação liderada pelo congressista tucano.

Alexandre já vinha dando demonstração de não ter interesse em concorrer a mais um mandato de deputado e começou a pensar em voos mais, então a disputa de senador passou a ser o foco.

Jovem, inteligente, articulado, competente advogado e ex-vereador pela cidade de Timon, Alexandre Almeida reúne todas condições para fazer bonito numa eleição para o Senado Federal e concorrer de igual para igual com outros nomes já colocados na disputa, ainda mais por um partido do porte do PSDB, que terá candidato a governador e a presidente competitivos.

Isso sem esquecer, claro, que Alexandre Almeira será o candidato oriundo da Região Leste, uma das mais importantes e estratégicas do estado, com mais de 1,2 milhão de habitantes, cerca de 700 mil eleitores distribuídos em 44 municípios, e que clama por um representante na chapa majoritária das eleições de 2018.

O fato é que Alexandre Almeida encarna esse sentimento, no seio do povp, por mudança e renovação dos quadros políticos maranhenses.

Está, portanto, credenciado para ser senador da República.

Chico Leitoa homenageia seu irmão João Caldas que faleceu aos 74 anos

Nascido em 5 de maio de 1943, João Caldas de Sousa, conhecido como João Damasceno, nos deixou nesse dia 20.02.2018. Filho mais velho do primeiro casamento do Seu Estevam com dona Francisca (ambos falecidos), João desde cedo se diferenciou pois pouco trabalhou no pesado. Foi estudar em Teresina, morando na vila operária, concluiu o ensino médio, curso técnico de contabilidade no início da década de 60. Em seguida  sentou praça no Exército e foi uma festa na família. Tal orgulho ganhou contornos de preocupação quando em março de 1964, o exército ao qual ele servia, assumiu o comando do País. João foi transferido para o extremo do Estado e apesar de ter menos de dez anos, me lembro da apreensão que tomou conta de toda a família preocupada com os desdobramentos da situação. Depois as coisas foram ficando mais claras e foi um alívio para todos quando ele deu baixa.

João sempre procurou viver em comunidade. Mas foi no futebol onde sempre conseguiu reunir o maior número de amigos. Nas décadas de 60 num time do São Gonçalo e na década de 70 no Santa Cruz do parque Piauí zona urbana de Timon, além de presidente era um dos melhores zagueiros de área de sua geração e juntamente com Milton Bororó, Chico Onça, Joãozinho, formavam uma zaga poderosa. Santa Cruz, no qual também joguei foi um time de grandes jornadas. Quebrou o primeiro tabu de Timon que tinha no centro o Corinthians, time forte e num desafio entre centro e bairro, no campo do Cruzeiro, vencemos por 1 x 0. João o capitão.

Mestre obras dos bons, trabalhou por 20 anos na Penta Engenharia, sempre um conceituado profissional.

Na política acompanhou todos os meus passos, chegando a assumir a presidência do diretório municipal do PDT e se candidatando a vereador na eleição de 2000, mas sempre com muito respeito e ética, tinha muito cuidado pra não atrapalhar minha candidatura e acabou não se elegendo. Acompanhou todos os momentos que participei, de forma muito fiel e dedicada.

Era presença constante na minha casa e aos domingos, sempre que nos estávamos no BG,  lá estava João Damasceno. Um irmão dedicado.

Escondeu até quando pode a doença  que lhe consumia. Quando tomamos de conta, já era tarde.

Foi-se João, meu irmão, meu grande amigo. Que Deus o tenha em bom lugar. Vá em Paz. Fará muita falta…

ELEIÇÕES 2018: Alexandre Almeida pode ser o “novo” para o Senado Federal 2

Em meio à tantas pré-candidaturas a senador colocadas no cenário pré-eleitoral, algumas delas pra lá de controversas, polêmicas e, sobretudo, enroladas, o nome do deputado Alexandre Almeida pode ser uma boa opção para o eleitor que está a procura de uma alternativa jovem, competente, séria, enfim, um nome realmente novo para ser colocado no Senado Federal

Começa a ganhar corpo e alma a pré-candidatura do deputado estadual Alexandre Almeida (PSD) para o Senado Federal nas eleições de 2018.

Para início de conversa, o jovem parlamentar já tem o ingrediente fundamental para quem deseja se habilitar a tamanho desafio: coragem! E quem tem coragem, ensina os mais velhos, já tem a metade.

Alexandre Almeida tem dito aos mais próximos que está disposto a trocar a sua reeleição certa de deputado estadual para apostar em voos mais altos na política, no caso o cargo de senador da República.

Vereador pelo município de Timon por um mandato, eleito deputado estadual pela primeira vez em 2010 e reeleito em 2014, e ainda candidato a prefeito da sua cidade por duas vezes (2012 e 2016), Alexandre Almeida é advogado e possui uma carreira política e profissional sem quaisquer máculas que possam impedi-lo de pleitear e disputa uma das duas vagas para o Senado no próximo ano. Ficha limpíssima, portanto!

O fato é que em meio à tantas pré-candidaturas a senador colocadas no cenário pré-eleitoral, algumas delas pra lá de controversas, polêmicas e, sobretudo, enroladas, o nome do deputado Alexandre Almeida pode ser uma boa opção para o eleitor que está a procura de uma alternativa jovem, competente, séria, enfim, um nome realmente novo para ser colocado no Senado Federal.

Isso sem falar que a Região Leste, uma das mais importantes e estratégicas do estado, com mais de 1,2 milhão de habitantes, cerca de 700 mil eleitores distribuídos em 44 municípios, clama por um representante na chapa majoritária das eleições de 2018.

E o timonense Alexandre Almeida pode ser esse nome.

É aguardar e conferir.