ELEIÇÕES 2018: Haroldo Saboia esculhamba Flávio Dino por ter colocado José Reinaldo na “geladeira” 6

Na presença de um conhecido ex-prefeito, ex-secretário de Estado e ex-deputado federal, e de um leitor assíduo do Blog do Robert Lobato, o ex-deputado constituinte baixou o sarrafo no comunista.

O ocorrido foi na última segunda-feira,11, nas dependência do Aeroporto Internacional de São Luís, Marechal Cunha Machado.

Na presença de um conhecido ex-prefeito, ex-secretário de Estado e ex-deputado federal, e de um leitor assíduo do Blog do Robert Lobato, o ex-deputado constituinte Haroldo Saboia baixou o sarrafo no governador Flávio Dino (PCdoB) por conta do que considera “uma tremenda sacanagem colocar o cara na geladeira, uma covardia e falta de consideração de Flávio Dino com quem o colocou na política, do responsável dele ser governador do Maranhão hoje. Coisa de ‘FDP’!”.

Haroldo se referia ao tratamento dispensado pelo comunista ao deputado federal José Reinaldo Tavares (ainda no PSB) em relação ao desejo do ex-governador ser candidato ao Senado Federal com a apoio de Flávio Dino nas eleições do ano que vem.

“Quando a história é verdadeira a pessoa aparece”, disse Haroldo aos dois interlocutores assim que viu José Reinado que também acabava de desembarcar no aeroporto. Todos riram.

De fato, até o momento o governador não deu qualquer sinal claro e efetivo de apoio ao projeto “José Reinaldo senador 2018”.

Talvez somente Zé Reinaldo ainda acredita que poderá contar a consideração do seu quase ex-pupilo

ELEIÇÕES 2018: Postagem de Weverton Rocha sobre suposto apoio de Umbelino Jr. a sua pré-candidatura a senador gera insatisfação no PPS 2

O motivo foi a publicação feita nas redes sociais do líder pedetista dando conta de suposto apoio do prefeito de Turiaçu, Umbelino (PV), e do seu filho, o vereador Umbelino Júnior.

O deputado federal e presidente estadual do PTD, Weverton Rocha, despertou a insatisfação de pelo dirigentes do PPS, entre eles o ex-candidato a vereador por São Luis Eduardo Bruno.

Eduardo Bruno: dirigente não aprovou comportamento de Umbelino Jr.

O motivo foi a publicação feita nas redes sociais do líder pedetista dando conta de suposto apoio do prefeito de Turiaçu, Umbelino (PV), e do seu filho, o vereador Umbelino Júnior, ao projeto Weverton Rocha senador.

Eduardo Bruno, que está no PPS desde 2006, não aprovou a atitude de Umbelino Jr., eleito no último final de semana presidente municipal do PPS, por entender que o partido, além de ter pré-candidata a senadora, no caso a deputada federal Eliziane Gama, ainda não definiu quem será o segundo nome para o Senado Federal e muito menos o candidato ao governo do estado.

“Não aprovamos posturas individualistas como essa do vereador Umbelino Júnior, que mesmo sendo eleito presidente municipal do PPS em São Luis, parece não saber como questões importantes no partido são decididas. O partido tem uma pré-candidata ao Senado Federal que é a deputada Eliziane Gama e ainda não definimos que será o segundo nome, logo não é razoável o vereador posar para fotos de apoio a Weverton Rocha. O PPS tem um projeto para o estado associado a um projeto nacional, que provavelmente não é do PDT. Nem mesmo candidato ao governo o partido já tem definido quem será”, afirmou Eduardo Bruno ao Blog do Robert Lobato.

Um dos principais aliados de Eliziane Gama, Eduardo Bruno é dirigente municipal do PPS e deve integrar também a executiva estadual do partido que será eleita ainda este mês.

Atuante e aguerrido, Eduardo Bruno garante que será “uma voz inquieta na defesa do projeto do PPS no processo de discussão sobre os rumo que o partido vai tomar em 2018”.

É aguardar e conferir,