Os 9 anos do Blog do Robert Lobato 12

Muita coisa mudou desde quando chegamos na blogosfera. O próprio Blog mudou várias vezes sempre tentando fazer o melhor para a satisfação dos leitores e parceiros.

E lá se vão 9 anos de blogosfera…

Isso se não lavar em conta o primeiro blog que fiz no antigo zip.net, da UOL Blogs, no início dos anos 2000.

São nove anos de domínio próprio, a bem dizer. Aliás, teve um bom período no portal do Jornal Pequeno também.

Ao longo de desse tempo ganhei muitos admiradores e pessoas que incentivam o nosso trabalho. Mas também ganhei alguns desafetos que não sabem diferenciar posição e concepções políticas de questões pessoais. Faz parte!

“Bob, qual seria o melhor e o pior momento nestes 9 anos como blogueiro?”, perguntaria uma leitora muito especial do Blog do Robert Lobato (Rsrsrs).

Confesso que não saberia dizer qual o melhor momento. Talvez tenha sido quando da cobertura do impeachment da Dilma, quando gravei, direto de Brasília, vários vídeos com protogonistas daquele traumático momento da vida política nacional.

O pior o momento fica mais fácil de falar, infelizmente. Na verdade, os piores momentos.

Entre eles, quando perdi todos os meus arquivos dos tempos de Jornal Pequeno e agora mais recente os meus posts do robertlobato.com devido a irresponsabilidade da empresas responsável pela hospedagem do blog. Trata-se de um prejuízo incalculável para mim do ponto de vista intelectual e pessoal – modéstia à parte tinha ótimos textos que talvez nunca mais voltarão estar disponíveis para mim e os meus leitores. Uma lástima!

“E qual a melhor e a pior postagem que você escreveu, Bob?”, perguntaria novamente a minha dileta leitora.

Bom, foram tantas postagens interessantes neste 9 anos que seria um equívoco escolher uma especificamente. Sem falar que nem sempre a postagem que para mim é “top”, o é para o leitor. Mas,claro, há vários textos muito bons.

Também não é fácil identificar a pior postagem. Possível é dizer qual delas não escreveria novamente ou que não deveria ter escrito porque o fiz com raiva.

Por exemplo, há uma postagem em que julgo ter sido muito duro, e talvez até injusto, com a ex-deputada federal Rosângela Curado, ainda que minha ira possa encontrar uma explicação razoável que reside numa questão de quebra de confiança.

Mas, enfim, não é bom a gente escrever quando se está com raiva, ou, se tiver que escrever, escolher gente como Bolsonaro, Trump, Doria, aquele baixinho da Coreia do Note e gente desse naipe para liberar a adrenalina. Porém, se puder evitar, melhor!

Mudanças

Muito coisa mudou desde quando chegamos na blogosfera. O próprio Blog mudou várias vezes sempre tentando fazer o melhor para atender a satisfação dos leitores e parceiros.

E para entender melhor o Blog do Robert Lobato é preciso entender que o seu editor não é apenas um “blogueiro” simplesmente, mas uma militante político e social, além de um ativista digital! Logo tem lado e nunca pretendeu aceitar a falácia de que a imprensa tem que ser imparcial. Isso não existe!

É assim, com coragem, duro mas sem perder a ternura, procurando o equilíbrio na informação e nas análises, que o Blog do Robert Lobato completa exatos 9 anos de idade!

E que venham tantos outros anos pela frente.

Se Deus, São José de Ribamar e Nossa Senhora quiserem!

E eles há de quererem!

São José de Ribamar: Em 10 meses de gestão, Compra Local Municipal já investiu quase 700% a mais do que foi aplicado em 2016

Em pouco mais de dez meses de gestão pública, a Prefeitura de São José de Ribamar, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (SEMAGRI), vem investindo fortemente na chamada agricultura familiar e pesca artesanal.

No total, já foram aplicados só este ano quase R$ 450 mil reais na compra direta de produtos da agricultura familiar, por meio do Compra Local Municipal, isso sem falar dos investimentos feitos em outros programas que estão sendo executados no município.

O programa, que aplica recursos próprios exclusivamente do município para compra de alimentos do setor, além de fortalecer a economia das famílias dos agricultores e pescadores artesanais, também garante a segurança alimentar das crianças e adolescentes da rede municipal de ensino, composta atualmente por 107 unidades.

Todo o investimento, que até o momento corresponde a 624,94%, em relação ao total gerado em 2016, que não ultrapassou a casa dos R$ 71.000,00 mil reais, reflete não apenas no aquecimento econômico do setor, como também vem garantindo a expansão dos negócios de pequenos agricultores.

Um exemplo é agricultor rural, Ribamar Caldas, que cultiva milho há cerca de 15 anos. Segundo ele, a produção escassa deu vez à colheita semanal do produto, que agora já tem destino certo: complementar a merenda escolar dos alunos da rede municipal de ensino.

“Nossa produção semanal resulta hoje na colheita de cerca de três mil espigas de milho por semana. Pouco a pouco estamos avançando e graças ao escoamento certo da produção, podemos investir com mais segurança no crescimento da plantação”, comemora o agricultor.

Além do Seu Ribamar, o recurso próprio da prefeitura ribamarense, aplicado diretamente no setor, já beneficiou outros 277 agricultores com a compra direta de mais de 67 toneladas dos mais variados alimentos, só este ano. Todo o investimento, de acordo com o prefeito Luis Fernando, retorna não apenas no movimento da economia local, mas reflete na qualidade e em condições dignas para o aprendizado dos alunos.

“A compra da produção é uma forma de incentivar a agricultura familiar, mas tudo é feito obedecendo a critérios rigorosos, que vão desde o plantio, à colheita, além do transporte, que é feito de forma a não comprometer os produtos”, explicou o prefeito, enaltecendo também o escoamento direto dos alimentos para as escolas, o que vem refletindo numa melhor condição de aprendizado dos alunos.

Além das escolas da rede municipal de ensino, todos os produtos adquiridos por meio, do Compra Local, seguem para o consumo da Cozinha Escola, Entidades Filantrópicas, além de escolas comunitárias e instituições que cuidam de pessoas vulneráveis. O secretário de agricultura, Isaac Buarque de Holanda, reitera que o objetivo é incentivar cada vez mais o plantio assistido dos agricultores como forma permanente de produção local.

“Temos uma agricultura forte que precisa ser estimulada cada vez mais. E é exatamente isso que o prefeito vem fazendo. Em menos de um ano já percebemos o avanço positivo que reflete em números a confiança do pequeno agricultor, que tem investido em suas pequenas propriedades, plantado com mais confiança porque já pode contar que a produção tem destino certo: abastecer as escolas e demais equipamentos assistidos pela prefeitura”, finaliza o secretário.

SÃO JOSÉ DE RIBAMAR: Comunidade do Caúra recebe o prefeito Luis Fernando e discute melhorias para a região

A comunidade do Caúra, uma localidade da região da sede de São José de Ribamar, separada por uma reentrância do mar, recebeu na manhã do último sábado (21) todo o staff da gestão do prefeito Luis Fernando, que foi ouvir in loco as necessidades de mais de 80 famílias que residem no bairro, conhecido pela sua beleza natural.

Acompanhado do vice-prefeito Eudes Sampaio, dos vereadores Professor Cristiano, Nádia Barbosa e Marlene Monroe, do Cel. Alexandre (Comandante do Policiamento em São José de Ribamar), do Cel. Aritanâ Lisboa (Comandante do Comando de Policiamento de Área Metropolitana – CPAM II) e do secretariado de todas as áreas da gestão, o prefeito Luis Fernando ouviu durante toda manhã propostas para incrementar o desenvolvimento na localidade e implementar políticas públicas para a melhoria da qualidade da comunidade, em sua maioria, formada por pescadores que sobrevivem de mariscos e pescados extraídos do local.

“É fantástico a gente poder conversar pessoalmente com o prefeito e sua equipe sobre as necessidades da comunidade. Só de ele ter a iniciativa de vir aqui falar com o povo, com certeza mostra seu cuidado com a população”, avaliou Raimundo Almeida Cardoso (74), morador do bairro há mais de 15 anos.

A linha direta da comunidade com o prefeito e com os membros da gestão é uma filosofia de trabalho adotada pelo prefeito Luis Fernando desde sua primeira gestão, quando administrou São José de Ribamar realizando diversas audiências públicas nos bairros, vilas e aglomerações, ouvindo a comunidade, traçando metas e falando diretamente à população o que é possível ser feito, dentro das possibilidades da gestão.

Antes de voltar ao comando do município, ainda no período da pré-campanha, Luis Fernando realizou 18 seminários denominados “Planeja, o Cidadão Decidindo”, nos quais foram coletadas diversas propostas e transformadas em Plano de Governo, registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TER-MA), quando do registro da candidatura vitoriosa.

Desde janeiro de 2017 muitas dessas propostas já se tornaram realidade em favor da comunidade, outras estão em andamento e outras, dentro do prazo orçamentário possível, serão concretizadas.

Durante a conversa com a comunidade do Caúra, uma dessas propostas pensadas no Planeja da Sede foi apresentada à comunidade. Trata-se do “Projeto Caúra”, um conjunto de ideias que visam a implementação de ações de infraestrutura, saúde, educação e políticas públicas de desenvolvimento econômico e turístico da região, sempre obedecendo a particularidade do local que é a preservação das riquezas naturais.

“É desta forma que trabalhamos: ouvindo as pessoas, planejando as ações e dando transparência administrativa. Viemos aqui com toda a nossa equipe conversar com a comunidade e iniciar efetivamente ações que vão com certeza melhorar a qualidade de vida da população local. Não é porque são apenas 80 famílias que não vamos voltar os nossos olhos para a comunidade. Se tivesse apenas uma família ainda assim estaríamos aqui porque esse é o nosso papel: cuidar de todos e de todas as áreas do município”, concluiu o prefeito Luis Fernando.

São José de Ribamar: Prefeitura adquire mais 4 ambulâncias e renova a frota do SAMU

Com disponibilização de recursos inteiramente próprios, o prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando Silva, entregou nesta quinta-feira (19) quatro ambulâncias totalmente equipadas para atender o Serviço Móvel de Urgência (SAMU). O objetivo é ampliar e reforçar o atendimento e resgate dos pacientes nas zonas urbana e rural do município.

Os veículos, dois básicos e dois avançados, foram totalmente equipados com aparelhos e instrumentos médicos de reanimação e manutenção de órgãos vitais, de acordo com as normas do Ministério da Saúde, o que, de acordo com a enfermeira Katiane França, membro da equipe do SAMU, é vital para o atendimento.

“Estamos lidando com vidas e para isso precisamos de equipamentos específicos para o bom atendimento, que na maioria das vezes minimiza o número de óbitos”, pontuou a profissional que trabalha há oito anos no SAMU de São José de Ribamar e parabenizou a aquisição das novas ambulâncias.

O Prefeito Luis Fernando ponderou como “urgente e necessária” toda e qualquer conquista da saúde pois o rápido atendimento pode ser decisivo na hora de salvar vidas.

“São José de Ribamar assim como todo o país continua atravessando essa forte crise econômica, mas não podemos parar muito menos os investimentos na saúde. Apesar dos recursos limitados, estamos investindo na reconstrução da saúde e agora sobe para 10, o número total de ambulâncias e se Deus quiser vamos seguir, no mesmo compasso, trabalhando em prol da população e da reconstrução do nosso município”, garantiu o prefeito.

As ambulâncias serão também utilizadas no Serviço de Suporte Avançado, que prestam atendimentos às vítimas mais graves, inclusive com a presença de médicos socorristas e enfermeiros.

A solenidade de entrega dos equipamentos aconteceu em frente à unidade de saúde Honório Gomes e contou com a presença dos vereadores Cristiano Pinheiro, Cassio Salis, Paulo Alencar, Nádia Barbosa, Marlene Monroe, do vice-prefeito Eudes Sampaio, entre outras lideranças políticas do município.

Flávio Dino reconhece o esforço do prefeito Luis Fernando para o desenvolvimento da educação

Durante a inauguração do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), em São José de Ribamar, evento que contou com a presença do ministro da Educação, Mendonça Filho, o governador Flávio Dino (PCdoB) fez questão de realçar a contribuição do prefeito Luis Fernando para o desenvolvimento da educação não só do município ribamarense, mas de todo o Estado.

Flávio Dino lembrou do período no qual Luis Fernando foi secretário de Educação do Estado, no governo de José Reinaldo Tavares, quando ele levou para todos os municípios maranhenses o Ensino Médio, além de implantar uma das experiências mais exitosas no âmbito do município, já na condição de prefeito de São José de Ribamar: a rede de ensino em tempo integral.

“Na prefeitura de São José de Ribamar, Luis Fernando trouxe experiências de extrema importância ao implantar o Liceu Maranhense I e II com recurso e esforço próprio. Hoje temos a alegria e por meio de parceria do Governo do Estado, avançarmos para o Liceu III, bem como duas escolas de tempo integral, além de outras obras de igual valor social e econômico para o desenvolvimento do município e de todo o Maranhão”, finalizou o governador.

Na mesma linha de reconhecimento, o ministro agradeceu ao prefeito Luis Fernando pela contribuição na construção do IFMA no município, ao viabilizar a área para a construção do equipamento. “Todos sabemos do empenho do prefeito Luis Fernando Silva para que esse sonho fosse concretizado, tanto esforço para que o instituto viesse para esse município quanto na viabilização do terreno. Esta rede de educação técnica é muito forte e por essa razão o Campus instalado aqui hoje é uma conquista que vai atender estudantes em toda a região”, disse o ministro.

Para o prefeito Luis Fernando, a obra tem uma importância vital para toda a região metropolitana, pois o IFMA constrói um futuro melhor para a juventude e vai muito além que uma política pública. “A cidade precisava muito disso como um fator de desenvolvimento, como instrumento de ascensão social, pois os jovens terão uma oportunidade maior de êxito na garantia do conhecimento”, completou.

O IFMA – A sede definitiva do Campus São José de Ribamar do IFMA tem 4.420,99 m² de área construída e dispõe de nove salas de aula, sete laboratórios, sala de multimeios, biblioteca, setor administrativo, lanchonete e área de vivência e tem capacidade de atendimento de até 1.200 alunos de forma presencial.

Atualmente, o Campus da rede federal já atende 910 alunos e oferece cinco cursos técnicos de nível médio: Administração, Eletroeletrônica, Informática para Internet, Programação de Jogos Digitais e Redes de Computadores.

O Campus São José de Ribamar também oferta cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), e já capacitou cerca de 320 trabalhadores em cursos técnicos. Recentemente também passou a oferecer educação à distância, com abertura de 50 vagas do curso de Informática.