ELEIÇÕES 2018: Algumas considerações sobre a disputa para o Senado Federal 14

A pré-candidata ao governo Roseana Sarney é a única que não enfrenta maiores problemas com a composição da chapa ao Senado Federal.

(Foto: Roberta Aline)

Dos pré-candidatos ao governo do Maranhão colocados, somente Roseana Sarney (MDB) não enfrenta problemas com a formação da chapa ao Senado Federal. Lobão (MDB) e Sarney Filho (PV) serão os nomes para Câmara Alta pelo lado da ex-governadora.

Por outro lado, tanto os pré-candidatos Flávio Dino (PCdoB) e quanto Roberto Rocha (PSDB) parecem ainda não terem 100% certo sobre quais os nomes que apresentarão aos maranhense como candidatos a senador. Senão vejamos.

Tecnicamente, o governador tem seus dois nome anunciados: Eliziane Gama (PPS) e Weverton Rocha (PDT), ambos deputados federais. A chapa que o Blog do Robert Lobato chama de “o sagrado e o profano”.

Entretanto, estar “tecnicamente” anunciada não quer dizer que a chapa governista esteja politicamente fechada.

É que ainda há indefinições na composição partidária do lado governista com o PT, DEM e PP de olhos numa vaga na majoritária. Desses três partidos, o PT possui dois pré-candidatos a senador e está jogando duro para emplacar um dois dois, no caso os professores Márcio Jardim e Nonato Chocolate.

Isso sem falar que, lá na frente, o próprio Flávio Dino pode tirar um nome do bolso e indicá-lo para o Senado Federal. Ou alguém tem a coragem de duvidar dessa possibilidade? Óbvio que não!

Outra: não se pode ignorar o fato de Weverton Rocha se incomodar com o crescimento de Eliziane Gama nas pesquisas, sua condição de evangélica e de ficha limpa. Não é por acaso que começa aparecer vários “memes” nas redes sociais tentando desqualificar a irmã no que leva ao mais dos inocentes observadores perceber que trata-se de fogo amigo. De onde? Os “maragatistas” como a palavra.

Já em relação ao grupo liderado pelo pré-candidato Roberto Rocha, até poucas semanas atrás estava praticamente tudo resolvido em relação à chapa para o Senado Federal com o deputado estadual Alexandre Almeida e o deputado federal José Reinaldo Tavares protagonizando a cena tucana.

Acontece, que de repente o experiente ex-governador reaparece com teses que já haviam sido superadas dentro do PSDB. Pior: inicia uma série de articulações à revelia do partido e do pré-candidato ao governador Roberto Rocha lançando até primeiro suplente, precipitando, assim, uma séria de dúvidas sobre o seu futuro político e eleitoral no PSDB.

E nesse, digamos, descuido do deputado José Reinaldo, surge o também deputado federal Waldir Maranhão, que, assim como o ex-governador, foi covardemente defenestrado do grupo de Flávio Dino e agora desponta como uma possibilidade real e concreta de ser um dos senadores na chapa do projeto Roberto Rocha governador-45.

Esse é o quadro atual da chapa de pré-candidatos ao Senado Federal no campo político de Flávio Dino e no de Roberto Rocha.

E que deve permanecer assim até as convenções.

Ou não!

O DIA SEGUINTE: A reação raivosa e desesperada dos governistas ao anúncio da pré-candidatura de Roseana Sarney 18

Uma reação pra lá de estranha, já que uma semana antes de Roseana reafirmar que irá disputar o pleito de 2018, os governistas/comunistas soltaram foguetes pelos quatro cantos por conta de uma mais pesquisa em que Flávio Dino aparece com mais de 60% dos votos vencendo, portanto, a eleição em primeiro turno.

O Governo do Estado reagiu de forma raivosa ao anúncio oficial da pré-candidatura de Roseana Sarney (MDB) ao governo do Maranhão.

Basta uma visita rápida pela blogosfera chapa branca – e tem ser rápida mesmo para evitar ânsia de vômito – para vermos que os governistas acusaram o golpe desgraçadamente!

Os blogs mantidos pelos calabouços do Palácio dos Leões, alguns deles, dizem, obrigados por contrato a passar a login e senha de acesso para os chefes da Secom, dedicaram postagens e mais postagens não para analisar o ato em que Roseana afirmou ser pré-candidata a governadora, mas para atacá-la, atacar a sua família e aliados políticos.

Uma reação pra lá de estranha, já que uma semana antes de Roseana reafirmar que irá disputar o pleito de 2018, os governistas/comunistas soltaram foguetes pelos quatro cantos por conta de uma mais pesquisa em que Flávio Dino aparece com mais de 60% dos votos vencendo, portanto, a eleição em primeiro turno.

Ora, para quem goza de índices de intenção de voto tão generosos não pode se incomodar com um mero anúncio de pré-candidatura de quem só reúne “velhos” e “acusados pela Lava Jato”.

A não ser que o desespero bateu às portas do Palácios dos Leões e nem as famosas pesquisas tabajaras são mais capazes de enganar o povo.

Que seja bem-vindo o segundo turno.

O Maranhão agradece!

ELEIÇÕES 2018: Os discursos dos sarneysistas sobre Flávio Dino 14

Mas saiu da boca do deputado federal Sarney Filho talvez a maior das verdades entre os discursos proferidos na “Sarneyland”, mansão da família localizada ali, no bairro do Calhau.

Ontem, 21, durante anúncio oficial da pré-candidatura de Roseana Sarney ao governo do Maranhão, as principais lideranças do grupo disseram algumas verdades sobre o governador Flávio Dino e o sua gestão.

A própria Roseana, o mano Sarney Filho e o senador Edison Lobão, foram duros nos seus pronunciamentos, mas não faltaram com a verdade ao avaliar a personalidade política do governador comunista.

A agora pré-candidata afirmou em alto e bom tom que Flávio Dino é um “ditador”.

“Ele tem uma rejeição muito grande, porque ele não é essa pessoa que se fez passar na eleição passada. Que era um ex-juiz, uma pessoa honesta, um deputado, um democrata, que trabalhava pelo Maranhão. Não existe isso. Ele é um ditador, ele persegue as pessoas. Persegue as pessoas humildes e os grandes também”, disparou.

O senador Edison Lobão, por sua vez, afirmou que ““O Maranhão elegeu uma mentira. Erramos, e porque erramos estamos pagando o preçotira”. E depois arrematou: “o povo foi iludido uma vez [por Flávio Dino], mas não será iludido uma segunda”.

Mas saiu da boca do deputado federal Sarney Filho talvez a maior das verdades entre os discursos proferidos na “Sarneyland”, mansão da família localizada ali, no bairro do Calhau. Disse Zequinha: “A entrada da Roseana na disputa é culpa do governador Flávio Dino. Quem fez Roseana candidata foi o péssimo governo Flávio Dino”. Perfeito, o mano!

De fato, os planos de Roseana Sarney, depois que deixou o governo em 2014, era curtir as brisas do litoral Leste dos Estados Unidos na companhia do maridão Jorge Murad e dos netos.

Contudo, como o atual governador nunca desceu do palanque, nunca focou no presidente e apontou para o futuro, preferindo governar olhando fundamentalmente para o passado e todo ato oficial de governo o nome mais citado é dos Sarney, claro que Roseana, seus familiares e o grupo como um todo se sentiram convidados a entrar para disputa de 2018 ao Palácio dos Leões.

E para animar ainda mais o espírito da “Branca”, eis que chega as suas mãos uma pesquisa que a coloca no centro da disputa com chances reais de levar a eleição de governador para o segundo turno.

Agora Flávio Dino que se segure…

ELEIÇÕES 2018: Roseana Sarney vai pra cima de Flávio Dino 18

O tom discurso de Roseana foi uma demonstração da campanha ao governo que vem por aí.

Em reunião realizada na sua residência, na manhã desta segunda-feira, 21, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) confirmou a sua pré-candidatura ao Governo do Maranhão.

Na presença de deputados estaduais e federais, senadores, prefeitos e aliados políticos, a emedebista partiu pra cima de Flávio Dino (PCdoB) a quem chamou de “ditador” e afirmou que o Maranhão parou no tempo na gestão comunista.

O tom discurso de Roseana foi uma demonstração da campanha ao governo que vem por aí. Os comunistas sonham com uma polarização com a filha do ex-presidente José Sarney para usar o jargão “basta comparar”.

Acontece que a além de Flávio Dino e Roseana Sarney, o pleito de outubro contará ainda com nomes como o do senador Roberto Rocha (PSDB), o ex-deputado Ricardo Murad (PRP), a ex-prefeita Maura Jorge e provavelmente o do deputado estadual Eduardo Braide (PMN), o que atrapalha os planos dos comunistas em tornar a eleição plebiscitária.

O fato é que se não houver um recuo de Roseana até as convenções, tudo levar crer que teremos uma campanha marcada pela radicalização entre a primeira via comunista e a segunda via sarneysista.

E, correndo por fora, os candidatos da terceira via, cuja unidade ainda não está descartada completamente.

Confira a íntegra do discuso de Roseana Sarney.

ELEIÇÕES 2018: Roseana prepara “anúncio bombástico” 60

Roseana Sarney disputa o MDB local com João Alberto. Ela quer ser candidata a governadora, mas também na condição de presidenta do MDB.

Em conversa com o Blog do Lobato, ontem, 11, um roseanista da “gema” afirmou que a ex-governadora Roseana Sarney dirá algo que “vai mudar o quadro eleitoral por completo no Maranhão. Será algo bombástico“.

Desistência? Reafirmação da candidatura? Chamar o PT para a chapa? A fonte, qualificadíssima, não quis adiantar, mas pela experiência de longa data no MDB que essa fonte possui vem coisa por aí.

“Bob, Roseana não diz o que ela pensa nem pra Sarney, mas Sarney sabe o que ela pensa. A classe política quer votar nela, o povão quer votar nela, mas ela está pensando ainda, afinal não ela não é mais aquela Roseana da década de 90 que tinha tesão para arrastar multidões pelo interior do Maranhão”, disse a fonte.

Candidato a deputado estadual, minha fonte disse ainda que “essa insegurança dela [Roseana] deixa a todos nós também inseguros. Queremos votar nela, o povo do interior que votar nela, mas insegurança  dela se é ou não candidata é ruim, só quem ganha com isso é Flávio Dino”.

A verdade é que Roseana Sarney disputa o comando do MDB local com o senador João Alberto. Ela quer ser candidata a governadora, mas também na condição de presidenta do MDB.

É bem aí que está crise no arraial do grupo Sarney.

É aguardar e conferir o que “Branca” vai falar.

ELEIÇÕES 2018: Roseana quer o PT de vice ou candidato a senador 12

No plano local Roseana tem vários interlocutores petistas que topam compor com o MDB, mas há arestas nacionais que dificultam uma nova aliança entre petistas e emedebistas. Mas é aí que entra o fator Sarney!

É o mestre Antônio Vieira quem diz: “Se tu não quer, tem quem queira”.

Pois é. O Blog do Robert Lobato apurou que enquanto o governador Flávio Dino esnoba e humilha o PT, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) está disposta, mais uma vez, em abrir a sua chapa majoritária ao Partido dos Trabalhadores.

Roseana enviou, na semana passada, interlocutores para dizer que deseja o PT como vice ou como candidato a senador. Aliás, a emedebista chegou a propor até a vice e uma vaga senatorial, dependendo das conversas.

No plano local Roseana tem vários interlocutores petistas que topam compor com o MDB, mas há arestas nacionais que dificultam uma nova aliança entre petistas e emedebistas. Mas é aí que entra o fator Sarney!

O ex-presidente é amigo de Lula e está tentando ajudar o líder petista a sair da prisão. Lula e Sarney são quase “compadres”. Se Sarney realmente ajudar o Lula a sair do cárcere certamente o PT deverá mais uma vez ao ex-presidente, o que pode ajudar numa aliança local com a sua filha.

Não é por acaso que já começa a surgir o nome de Mário Macieira (PT) como candidato a vice ou senador na chapa de Flávio Dino.

Só que a crise é grande no arraial petista e Macieira não tem interlocução no diretório nacional; E se realmente vier entrar na disputa deverá enfrentar prévias seja para o cargo de vice-governador, seja para senador.

É aguardar e conferir.

Quem tem medo de Roseana Sarney? 40

Refém de sucessivos escândalos, assombrado pelos fantasmas de Mariano de Castro e do “PMgate”, caso da espionagem da Polícia Militar contra adversários, Flávio Dino a cada dia ver o seu projeto de reeleição ir para o quinto dos infernos.

O ex-governadora Roseana Sarney (15) tem causado uma espécie de suspense sobre sua candidatura ou não ao governo do estado, o que alimenta a desconfiança se ela vai ou não para a disputa de um quinto mandato de chefe do executivo estadual.

Como o Maranhão inteiro sabe, o sonho do governador Flávio Dino (65) é fazer das eleições de 2018 um “Fla-Flu”, fazer do clássico de futebol um “clássico” político do “saneísmo versus antissaneísmo”.

Acontece que não haverá esse “Fla-Flu”, pois Roseana tem reafirmado categoricamente que será candidata, além de Roberto Rocha (45), Maura Jorge (17) e provavelmente Eduardo Braide (33).

Mas, respondendo à pergunta que dá título a esta postagem, quem mais tem medo da candidatura de Roseana é Flávio Dino. O comunista sabe que a “Branca” na disputa é segundo turno garantido e seja ela ou quem for para esse eventual segundo turno é o fim do mandarinato do PCdoB no estado.

É esse medo, aliás medo não, pavor, que faz com que as masmorras do Palácio dos Leões produzam, diariamente, “fake news” sobre desistência de Roseana em disputar o governo.

Refém de sucessivos escândalos, assombrado pelos fantasmas de Mariano de Castro e do “PMgate”, caso da espionagem da Polícia Militar contra adversários, Flávio Dino a cada dia ver o seu projeto de reeleição ir para o quinto dos infernos.

É aguardar e conferir.

ELEIÇÕES 2018: Aliados temem que Roseana Sarney vire um ACM Neto e desista de candidatura ao governo 27

Na semana passada, rumores davam conta de que a emedebista poderia anunciar a desistência da candidatura ao governo, o que seria um duro golpe para o próprio grupo Sarney que ficaria a ver navios e ter de procurar um substituto à altura da força e do carisma de Roseana

Um temor ainda atormentando os aliados da ex-governadora Roseana Sarney (MDB): o temor de que ela possa desistir de ser candidata à sucessão de Flávio Dino (PCdoB) nas eleições de 2018.

Na semana passada, rumores davam conta de que a emedebista poderia anunciar a desistência da candidatura ao governo, o que seria um duro golpe para o próprio grupo Sarney que ficaria a ver navios e ter de procurar um substituto à altura da força e do carisma de Roseana.

Pessoas próximas à ex-governadora, no entanto, negaram ao Blog do Robert Lobato que ela esteja pensando em desistir do projeto Roseana governadora-15. “Pelo contrário, já estamos planejando novas viagens pelo interior. Roseana está animada”, disse uma pessoa que abre a geladeira da ‘Branca’.

De qualquer modo, há quem fique agoniado com a possibilidade de Roseana Sarney virar, amanhã, um ACM Neto, prefeito de Salvador, que após ter pré-candidatura ao governo da Bahia anunciada e trabalhada pelos aliados, resolveu desistir de repente do processo deixando o seu grupo à própria sorte.

É aguardar e conferir.

STJ: Roseana Sarney interpela Flavio Dino 12

O governador comunista quase que diariamente usa de declarações agressivas à família e ao grupo Sarney. Agora terá que responder a 14 questionamentos que Roseana faz na peça jurídica que deu entrada no STF.

Conforme o Blog do Robert Lobato havia antecipado (reveja aqui), a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) decidiu mesmo em entrar com uma interpelação judicial contra o governador Flávio Dino (PCdoB) no Superior Tribuna de Justiça (STJ).

O que motivou a interpelação, entre outras coisas, foi uma declaração do comunista dada através das redes sociais em que afirmou: “O grupo coronelista que por décadas assaltou o dinheiro público está repentinamente preocupado com o Maranhão. Poderiam colaborar devolvendo o que roubaram. Seria uma grande ajuda”.

Flávio Dino quase que diariamente usa de declarações agressivas à família e ao grupo Sarney. Agora terá que responder a 14 questionamentos que Roseana faz na peça jurídica que deu entrada no STJ.

É agudar e conferir o desfecho dessa história.

Tempos difíceis para o comuna-mor do Maranhão…

PS: O Blog do Robert Lobato ainda comentará sobre o suposto suicídio do médico Mariano de Castro, apontado como operador dos esquemas de corrupção na Secretaria de Saúde do governo Flávio Dino.