Willer Tomaz, advogado de Weverton Rocha, processa o blog 2

O causídico processou o editor-chefe do Blog do Robert Lobato por não ter gostado da forma que foi feita a cobertura da sua prisão em uma das operações subsidiárias da Lava Jato.

Amanhã, terça-feira, 10, terei um encontro com o advogado Willer Tomaz na Justiça do Distrito Federal, Brasília.

O causídico processou o editor-chefe do Blog do Robert Lobato por não ter gostado da forma como foi feita a cobertura da sua prisão em uma das operações subsidiárias da Lava Jato.

Em maio de 2017, Tomaz foi preso preventivamente a pedido do então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que, àquela altura, estava convicto quanto ao envolvimento do advogado em um esquema criminoso para atrapalhar a Operação Greenfield, que apurou a conduta de 50 grupos econômicos gerando, segundo o Ministério Público e a Polícia Federal, mais de R$ 50 bilhões em prejuízos que afetaram a vida de quase 2 milhões de funcionários públicos na ativa e de aposentados em fraudes envolvendo fundos de pensão.

Esse encontro com o advogado e amigo do deputado federal Wevrton Rocha será bom para esclarecer algumas coisas e revelar outras como, por exemplo, os milhões de reais que o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, embolsou através de acordo de repatriação de recursos investidos no exterior; as traquinagens envolvendo contratos irregulares com ONGs, inclusive no Maranhão; e ainda o uso indevido do nome deste blogueiro, pela Secretaria Municipal de Saúde, na gestão Edivaldo Holanda Júnior, para recebimento de dinheiro que nunca recebeu causando danos irreparáveis junto à Receita Federal. Ou seja, usaram meu nome para pagar sabe-se lá quem.

Três renomados advogados maranhenses se solidarizaram com este blogueiro se colocando à disposição da sua defesa, os quais o Blog do Robert Lobato agradece de público.

Enfim, não gostaria, mas sou obrigado a usar do “Princípio Weverton” de que você vale pelo mal que pode fazer.

Eu também sei ser sacana, viu Evilson?