O dia que Chico Leitoa foi injusto com Roberto Rocha 26

Sinceramente é muito triste estar vivo para ver duas pessoas que até pouco tempo se respeitavam e se gostavam tanto terminar rompendo de forma tão agressiva e raivosa.

Conheci o ex-prefeito e ex-deputado Chico Leitoa (PDT) sendo amigo e companheiro do hoje senador Roberto Rocha (PSDB). Não só ele, mas também o seu filho Luciano Leitoa (PSB), atual prefeito de Timon.

Justamente por conhecê-los de “outros carnavais” é que recebi com surpresa um artigo virulento da lavra de Chico Leitoa em que o alvo é Roberto Rocha. Não só fiquei surpreendido como triste por ler palavras tão duras e injustas.

Ao contrário do que muitos possam achar, penso que Chico Leitoa não escreveria um artigo com sangue nos olhos apenas para agradar o governador Flávio Dino. Não! Isso não faz o estilo do pedetista.

Na humilde avaliação deste blogueiro, o que temos ali são palavras de um pai em defesa de um filho. Só isso levaria o velho e bom Chico Leitoa a tamanho e desproporcional ataque contra um amigo, ou ex-amigo, como seja.

Poderia aqui fazer um histórico dos bons momentos que construíram juntos Chico Leitoa e Roberto Rocha.

Coisas como Chico ter assumido, por causa de Roberto Rocha, o mandato de deputado federal em 1998 quando, covarde e injustamente, era acusado de assassinato de um radialista; Ou como em 2000, quando Chico foi candidato a prefeito e contou com ajuda política e estrutural para a sua campanha via Roberto Rocha; Ou como em 2002, quando mais uma vez Roberto ajudou a família Leitoa, desta feita contribuindo com a eleição do Luciano para deputado federal; Tem ainda o episódio de 2006, quando o então governador José Reinaldo e o ex-candidato a governador Edson Vidigal tomaram a reeleição do Luciano, apoiando a então prefeita Socorro Waquim, cujo esposo Sétimo foi eleito deputado federal no lugar de Luciano, mas Roberto ficou do lado dos Leitoa; Tem ainda o episódio de 2008, quando Roberto Rocha faz uma intervenção no PSDB de Timon para o partido coligar com Luciano; e mais recentemente em 2012, quando mais uma vez Roberto leva o PSDB para coligar com o atual prefeito de Timon.

Alguém pode dizer: “Ah, Bob Lobato, mas o grupo político do Chico Leitoa também sempre apoiou e ajudou Roberto Rocha em Timon e região, então estão eles estão quites”.

Sim, é verdade! Por isso mesmo a tristeza de alguém que é amigo tanto da família Leitoa quanto do Roberto Rocha.

Sinceramente é desolador estar vivo para ver duas pessoas que até pouco tempo se respeitavam e se gostavam tanto terminar rompendo de forma tão agressiva e raivosa.

Coisas da política? Pode ser!

Mas não há crise que obrigue um político perder o bom senso e respeito pelos outros, por mais que esteja com o sentimento do ressentimento no coração.

Um feliz 2018 para Chico Leitoa, Roberto Rocha e suas famílias.

São os sinceros votos do Blog do Robert Lobato.

Roberto Rocha conta com o respeito do PDT autêntico, o de Jackson, Neiva, Bezerra.. 10

O senador tem mais com que se preocupar do que ficar respondendo agressões de gente que, por vassalagem, têm que agradar o chefão do Palácio dos Leões

Não é de causar espanto quando o senador Roberto Rocha (PSDB) vai para as redes sociais e reage, com indignação, aos ataques que sofre quase que diariamente dos adversários políticos.

Foi o que aconteceu ontem, sábado, 2, quando o tucano usou o seu Twitter para rebater as agressões que sofreu do deputado federal Weverton Rocha e do fanfarrão do Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, durante um ato de apoio à candidatura do “Maragato” ao Senado Federal.

“Não entendo o motivo dos constantes ataques que me fazem os pedetistas, Lupi e Weverton. Logo eu que sempre torci pela felicidade do casal”, tuitou o senador.

O tucano pode ter exagerado na provocação, mas é compreensível a sua indignação uma vez que se tem um político maranhense que mais esteve ao lado do PDT foi Roberto Rocha.

Se hoje o PDT da dupla Weverton/Lupi parte para ofensas a Roberto em todos os atos políticos que o partido promove ou participa, não está ofendendo somente o senador, mas a memória de pedetistas históricos como Jackson Lago, Neiva Moreira, Mauro Bezerra e tantos outro que foram companheiros de jornada e de luta por um Maranhão melhor e mais justo ao lado de Roberto Rocha.

Não é por acaso que pedetistas de coração como Léo Costa, Rubem Brito e mesmo a dona Clay Lago, eterna companheira do nosso saudoso Jackson Lago, estão com o Roberto Rocha e apoiam a sua pré-candidatura a governador. E tantos outros trabalhistas começam, igualmente, a se aproximar do projeto “Roberto Rocha govenador-45”.

Para quem não sabe, se dependesse somente do desejo de Roberto o seu primeiro suplente seria o ex-prefeito de Porto Franco, Deoclides Macedo, outro amigo pedetista do senador. Foi convidado, mas preferiu disputar o mandato de deputado federal em 2014.

Enfim, se gente como Weverton Rocha e Carlos Lupi partem pra cima de Roberto Rocha, fosse eu o senador não somente ignoraria os ataques e ofensa como receberia enquanto elogios.

O fato é que Roberto tem mais com que se preocupar do que ficar respondendo agressões de gente que, por vassalagem, têm que agradar o chefão do Palácio dos Leões.

Fique na sua, senador.

O PDT autêntico está do seu lado!