Kátia por Kátia 2

Esse pessoal não tem projeto. O projeto deles é um projeto rancoroso, para vingar o impeachment. Eu lutei contra o impeachment, não era mais fácil eu ficar lá perto do PT? Mas as coisas não são assim, não. A gente tem que ter responsabilidade. Eu não apoiei o PT no impeachment. Eu apoiei a Dilma. Lutei pela democracia, porque aquilo não se faz.

Revista Istoé: Os seis milhões e o dedo de Ciro Gomes 12

Há quem suspeite que o escândalo revelado pela edição da revista IstoÉ, desta semana, teria o dedo do presidenciável Ciro Gomes (PDT).

O motivo seria a contrariedade do candidato pedetista não apenas com o PT,  já que considera que o partido operou forte para esvaziar a sua candidatura, mas principalmente com o candidato a senador Weverton Rocha, deputado federal e presidente estadual do PDT, que trocou Ciro Gomes pelo petista Fernando Haddad, segundo informações do site O Antagonista, de 17 de outubro de 2018 . Veja:

Resumindo: Nosso querido “Maragato” teria 6 milhões de motivos para trair Ciro Gomes.

ELEIÇÕES 2018: Envolto à denúncias de corrupção, Ciro Gomes desembarca em São Luis no feriado de 7 de setembro

Ciro Gomes deve chegar a São Luis para, além de fazer a sua própria campanha para presidente, tentar vitaminar a candidatura de senador do seu correligionário Weverton Rocha, que anda de bem com as contas bancárias de campanha, mas de mal com as intenções de votos.

Uma semana depois da revista Veja publicar matéria sobre o que seria um sofisticado esquema de corrupção envolvendo o irmão e aliados de Ciro Gomes, o presidenciável pelo PDT desembarca amanhã, sexta-feira, 7, em São Luis, para cumprir agenda de campanha.

Intitulada “O esquema cearense”, Veja conta que Cid Gomes, irmão de Ciro, o marqueteiro de Ciro e o ex-chefe de Ciro estão enrolados na Lava-Jato.

“O candidato Ciro Gomes tem feito questão de lembrar ao eleitor que não é investigado pela La­va-Jato, mas a Lava-Jato está no seu encalço. A pedido da Procuradoria da República no Ceará, a polícia vem apurando a existência de um esquema de extorsão contra empresários no governo do Ceará. Entre os suspeitos de promover o achaque figuram um dos irmãos, o marqueteiro e um ex-empre­gador de Ciro Gomes — e, agora, apareceu uma testemunha afirmando que o próprio Ciro participava do esquema criminoso”, revelou a matéria.

A testemunha a qual se refere Veja seria Niomar Calazans, 48 anos, ex-primeiro-tesoureiro do Pros, partido ao qual Ciro Gomes e seu irmão Cid foram filiados entre 2013 e 2015.

Ciro Gomes deve chegar a São Luis para, além de fazer a sua própria campanha para presidente, tentar vitaminar a candidatura de senador do seu correligionário Weverton Rocha, que anda de bem com as contas bancárias de campanha, mas de mal com as intenções de votos.

Mas isso é assunto para outra postagem…

Leia a matéria completa de Veja.

ELEIÇÕES 2018: Namorado de Fátima Bernardes vira instrumento de blindagem de Lupi, Ciro, Weverton & Cia Ltda. 18

É rezar para que o uso e abuso da imagem do namorado de Fátima Bernardes não acabe tornando o jovem trabalhista não em um político promissor, mas em um mero garoto propaganda de fichas sujas.

Reduziram o advogado Túlio Gadêlha em mero “colete à prova de balas”.

Candidato mais uma vez a deputado federal pelo PDT de Pernambuco (em 2014 teve 3.495 votos), dessa vez o jovem pedetista deve ser eleito graças, bênçãos e o amor da jornalista global Fátima Bernardes, “ex” do também jornalista William Bonner, âncora do Jornal Nacional.

Túlio, além de virar “principezinho nacional” depois que tirou Fátima Bernardes da sofrência, também virou uma espécie de “garoto blindagem” para gente como Lupi, Ciro, Weverton e demais pedetistas que precisam de alguém limpo para chamar de seu.

Não é por acaso que pedetistas mais sujos de pau de assar castanha, como Lupi e seus aliados, tentam surfar na popularidade meteórica conquistada pelo Túlio Gadêlha depois que saiu do anonimato, repito, graças a bela morena e competente Fátima Bernardes.

É rezar para que o uso e abuso da imagem do namorado de Fátima Bernardes não acabe tornando o jovem trabalhista não em um político promissor, mas em um mero garoto propaganda de fichas sujas.

Abra os olhos, Túlio.

Ou que Fátima Bernardes o faça por ti.

ACUSARAM O GOLPE: Palácio dos Leões usa o PDT para tentar proibir gabinete móvel do senador Roberto Rocha 12

A ação na Justiça era para ser impetrada pelo PCdoB, mas ficaria muito evidente o incômodo dos comunistas com o projeto Roberto Rocha governador-45. Foi aí que acionaram o PDT de Weverton Rocha que passou a fazer qualquer coisa para agradar o comuna-mor em nome da sua improvável eleição de senador.

Estrutura show do senador Roberto Rocha que incomodou a corriola “comuno-maragatista”.

O Partido Democrático Trabalhista (PDT), presidido pelo deputado federal e pré-candidato a senador Weverton Rocha, foi atendido, liminarmente, em representação formulada pela sigla do Maragato que pede a retirada do gabinete móvel do senador Roberto Rocha (PSDB) das estradas maranhenses.

O desembargador que tem nome de personagem do desenho animado Backyardigans, Tyrone José Silva, foi quem concedeu a liminar para o PDT –  a sigla sustentou que o gabinete móvel caracteriza propaganda eleitoral antecipada, já que o senador Roberto Rocha é pré-candidato ao governo do estado.

Através de um governista bem posicionado no grupo de Flávio Dino, O Blog do Robert Lobato soube que a ação era para ser impetrada pelo PCdoB, mas ficaria muito evidente o incômodo dos comunistas com o projeto Roberto Rocha governador-45. Foi aí que acionaram o PDT de Weverton Rocha que passou a fazer qualquer coisa para agradar o comuna-mor em nome da sua improvável eleição de senador.

O senador Roberto Rocha já recorreu da decisão do juiz Tyrone e deve ter, em breve, o seu gabinete móvel liberado para levar os serviços prestados pelo seu mandato a todos cantos e recantos do estado.

Em tempo: O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), em decisão de 08/2017 diante um caso parecido com esse que o PDT alega, sustentou o seguinte:

“Ademais, como explicou a recorrente, o material em comento não se trata de um outdoor, mas sim de painel móvel, com sua fotografia, utilizado como fundo para as apresentações, nunca superior a trinta minutos, nos deslocamentos efetivados pela cidade” .

“Das premissas fáticas delineadas no decisum regional, verifico que na publicidade impugnada não constaram elementos capazes de configurar a existência de propaganda eleitoral extemporânea. Isso porque não houve pedido expresso de votos no teor da mensagem divulgada do artefato publicitário, mas sim informação que está albergada pelas liberdades de expressão e informação, que ostentam uma posição preferencial (preferred position) dentro do arquétipo constitucional das liberdades.”

Tudo indica, portanto, que o factoide jurídico do partido do Maragato vai parar no aquivo morto da Justiça maranhense.

É aguardar e conferir.

IMAGEM DO DIA: Fanfarrões, Ciro Gomes e Carlos Lupi mais próximos dos comunistas do PCdoB 2

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) usou a sua rede social do Twitter para comunicar que, junto com Carlos Lupi, presidente nacional do partido,  procurou a direção nacional do PCdoB na manhã desta terça-feira, 17, em Recife (PE). Na pauta um eventual apoio dos comunistas ao candidato pedetista. Ciro Gomes e Carlos Lupi são dois fanfarrões, como todo brasileiro sabe. Ciro quando esquece de tomar o seu Gardenal fica doidão e genioso, Já Lupi não tem remédio que dê jeito.

Para saber mais sobre o encontro comuno-trabalhista acesse AQUI.

ELEIÇÕES 2018: Em ato de lançamento da pré-candidatura de Weverton Rocha ao Senado, Flávio Dino deve declarar apoio a Ciro Gomes 20

Essa prática do comunista é conhecida de todos: para cada situação um discurso, para cada palanque uma declaração de apoio para presidente. Vimos isso em 2014 quando apoiou de Dilma (PT) a Aécio Neves (PSDB). Às favas a fidelidade partidária e a concepção ideológica

Deputado federal Weverton Richa (PDT) fará ato político na próxima segunda-feira, 16, no Multicenter Sebrae, com a presença do pré-candidato a presidente pelo seu partido, o fanfarrão do Ciro Gomes.

O ato vai estar presente também o governador Flávio Dino, que deve declarar apoio a Ciro Gomes e banhar o presidenciável de loas, que defendeu apoio da esquerda ao pedetista.

Essa prática de Flávio Dino é conhecida de todos: para cada situação um discurso, para cada palanque uma declaração de apoio para presidente. Vimos isso em 2014 quando apoiou de Dilma (PT) a Aécio Neves (PSDB). Às favas a fidelidade partidária e a concepção ideológica.

Senado

Mas o ponto alto do evento, claro, será o lançamento da pre-candidatura de Weverton Rocha ao Senado Federal no auditório repleto de militantes espontâneos e participantes pagos para enfeitar a festança política.

Weverton Rocha faz uma das pré-campanhas mais caras dessa fase do processo eleitoral de 2018. Além de ter “adquirido” o sistema Difusora de Comunicação, o líder pedetista possui um estrutura que, se duvidar, é de fazer inveja até ao governador Flávio Dino. É dinheiro saindo pelo ladrão – sem querer fazer qualquer trocadilho.

Por terra ou pelo ar, já que Weverton Rocha rasga os céus maranhenses num potente helicóptero de propriedade do seu compadre Willer Tomaz, um ex-presidiário da Lava Jato, o pré-candidato aposta – e a palavra é essa mesmo – todos os recursos na sua eleição que mesmo com toda grana e estrutura não é dada como fácil, tanto que a sua companheira de chapa, a também deputada federal Eliziane Gama (PPS) sem um quinto da estrutura que Weverton detém, tem mil vezes mais chances de eleição do ele.

O fato é que a segunda-feira, 16, vai dar o que falar positiva e negativamente, sem dúvida alguma.

O Blog do Robert Lobato deseja sucesso ao ato político do deputado Weverton Rocha, nosso querido Maragato.

SENADO 2018: As complicações jurídicas de Weverton Rocha e o carisma de Eliziane Gama 20

O parlamentar do PDT tende a passar a campanha inteira enfrentando processos nos tribunais superiores, inclusive com pedidos de impugnação da sua candidatura. Isso é péssimo!

O deputado federal Weverton Rocha (PDT) teve negado, pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), um recurso interposto contra decisão anterior do mesmo magistrado, na qual havia determinado a remessa imediata do Inquérito 3.394, relacionado à suposta prática de peculato, corrupção passiva e corrupção ativa, às Varas Criminais Federais da Seção Judiciária do Distrito Federal/DF.

No pode parecer, ao menos momentaneamente, algo positivo para o líder pedetista do ponto de vista de jurídico, já que o processo continua perambulando pelo Distrito Federal, do ponto de vista político é muito ruim para quem está em pré-campanha para o Senado Federal.

Weverton Rocha tende a passar a campanha inteira enfrentando processos nos tribunais superiores, inclusive com pedidos de impugnação da sua candidatura. Isso é péssimo.

As acusações que pesam contra o parlamentar pedetista são graves, muito graves, gravíssimas!

Enquanto isso, a sua companheira de chapa, a também deputada federal Eliziane Gama (PPS), navega em águas calmas nesta fase de pré-campanha no que diz respeito à questões jurídicas, éticas e morais.

A irmã faz uma pré-campanha alegre, simples, sem ostentações, sustentada apenas no seu carisma e na força que possui no meio evangélico e mesmo entre setores dos movimentos sociais.

Se depender exclusivamente da força e do carisma de Eliziane Gama, e não houver conspirações “amigas”, com certeza ela entrará na campanha propriamente dita com um grau de competitividade muito grande.

E sem ter que ficar com um olho na campanha e outro nos tribunais.

Como é o caso de Weverton Rocha, o nosso querido Maragato…