ORGASMOS MÚLTIPLOS: Flávio Dino nos microfones da Mirante 28

O que é engraçado, não fosse uma tremenda e absoluta sacanagem, é que Flávio Dino fica feito um bebê chorão porque não tem vez no sistema Mirante de Comunicação, mas esquece que na Rádio Timbira, emissora pública, pertencente ao Estado do Maranhão, não é dada a chance de uma alma sequer da oposição ter acesso aos seus microfones.

O governador Flávio Dino (PCdoB) está em estado de êxtase, aliviado, só não digo “leve” porque o corpitcho de 150 quilos denunciaria tal elogio.

O comunista foi para as redes sociais comemorar o fato de ter, enfim, concedido entrevista à entrevista à Rádio Mirante FM, um sonho que acalentava desde o início do governo.

Contudo, para não perder o costume, Flávio Dino mentiu! Ele recorreu a um dado de março para tentar contestar uma nota da Coluna Expresso, da Revista Época, apontando que o PIB do Maranhão tem queda acumulada de 11% em 2016 e 2017. A ainda por cima “fingiu desconhecer o mais recente estudo e citou uma publicação de março, da Folha de S. Paulo – com informações do Itaú -, para garantir que, ao contrário do que diz a Época, o PIB do estado cresceu.”, como bem lembrou o jornalista Gilberto Léda no seu blog (veja aqui).

O que é engraçado, não fosse uma tremenda e absoluta sacanagem, é que Flávio Dino fica feito um bebê chorão porque não tem vez no sistema Mirante de Comunicação, mas esquece que na Rádio Timbira, emissora pública, pertencente ao Estado do Maranhão, não é dada a chance de uma alma sequer da oposição ter acesso aos seus microfones.

Mas o bonito de corpo se acha no direito de acionar a Justiça para falar no “império midiático dos Sarney”, como gosta de baforar.

Só na casa da mãe Flaviana mesmo…