ELEIÇÕES 2018: PT pode ter a vice e indicar dois suplentes na chapa de Roseana Sarney 8

Curiosamente, esses movimentos surgem exatamente após a volta do ex-presidente José Sarney ao Brasil, depois de passar umas semanas nos Estados Unidos acompanhado da esposa, dona Marly

Enquanto o governador relaxa e esnoba o PT, uma fonte bem posicionada no tabuleiro político maranhense e ligadíssima ao grupo Sarney, que reside em Brasília, afirmou ao Blog do Robert Lobato que a pré-candidata à governadora Roseana Sarney (MDB) está disposta a ceder um bom espaço ao PT na sua chapa para as eleições de 2018.

Segundo essa fonte, Roseana já está tratando “no planalto e planície para convidar o PT para ocupar a vice e duas suplências de senador”.

O Blog do Robert Lobato quis saber da fonte se tal movimento não encontraria resistência na cúpula nacional do PT, no que respondeu: “Pelo contrário. A relação de Roseana e principalmente do presidente Sarney com o PT continuam boas, inclusive o ex-presidente tem mantido contato diário com interlocutores do PT, principalmente para tratar sobre a liberdade do Lula”.

Curiosamente, esses movimentos surgem exatamente após a volta do ex-presidente José Sarney ao Brasil, depois de passar umas semanas nos Estados Unidos acompanhado da esposa, dona Marly.

Será que vem coisa por aí?

A conferir.

ELEIÇÕES 2018: Roseana Sarney vai pra cima de Flávio Dino 18

O tom discurso de Roseana foi uma demonstração da campanha ao governo que vem por aí.

Em reunião realizada na sua residência, na manhã desta segunda-feira, 21, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) confirmou a sua pré-candidatura ao Governo do Maranhão.

Na presença de deputados estaduais e federais, senadores, prefeitos e aliados políticos, a emedebista partiu pra cima de Flávio Dino (PCdoB) a quem chamou de “ditador” e afirmou que o Maranhão parou no tempo na gestão comunista.

O tom discurso de Roseana foi uma demonstração da campanha ao governo que vem por aí. Os comunistas sonham com uma polarização com a filha do ex-presidente José Sarney para usar o jargão “basta comparar”.

Acontece que a além de Flávio Dino e Roseana Sarney, o pleito de outubro contará ainda com nomes como o do senador Roberto Rocha (PSDB), o ex-deputado Ricardo Murad (PRP), a ex-prefeita Maura Jorge e provavelmente o do deputado estadual Eduardo Braide (PMN), o que atrapalha os planos dos comunistas em tornar a eleição plebiscitária.

O fato é que se não houver um recuo de Roseana até as convenções, tudo levar crer que teremos uma campanha marcada pela radicalização entre a primeira via comunista e a segunda via sarneysista.

E, correndo por fora, os candidatos da terceira via, cuja unidade ainda não está descartada completamente.

Confira a íntegra do discuso de Roseana Sarney.

ELEIÇÕES 2018: Roseana prepara “anúncio bombástico” 60

Roseana Sarney disputa o MDB local com João Alberto. Ela quer ser candidata a governadora, mas também na condição de presidenta do MDB.

Em conversa com o Blog do Lobato, ontem, 11, um roseanista da “gema” afirmou que a ex-governadora Roseana Sarney dirá algo que “vai mudar o quadro eleitoral por completo no Maranhão. Será algo bombástico“.

Desistência? Reafirmação da candidatura? Chamar o PT para a chapa? A fonte, qualificadíssima, não quis adiantar, mas pela experiência de longa data no MDB que essa fonte possui vem coisa por aí.

“Bob, Roseana não diz o que ela pensa nem pra Sarney, mas Sarney sabe o que ela pensa. A classe política quer votar nela, o povão quer votar nela, mas ela está pensando ainda, afinal não ela não é mais aquela Roseana da década de 90 que tinha tesão para arrastar multidões pelo interior do Maranhão”, disse a fonte.

Candidato a deputado estadual, minha fonte disse ainda que “essa insegurança dela [Roseana] deixa a todos nós também inseguros. Queremos votar nela, o povo do interior que votar nela, mas insegurança  dela se é ou não candidata é ruim, só quem ganha com isso é Flávio Dino”.

A verdade é que Roseana Sarney disputa o comando do MDB local com o senador João Alberto. Ela quer ser candidata a governadora, mas também na condição de presidenta do MDB.

É bem aí que está crise no arraial do grupo Sarney.

É aguardar e conferir o que “Branca” vai falar.

ELEIÇÕES 2018: Roseana quer o PT de vice ou candidato a senador 12

No plano local Roseana tem vários interlocutores petistas que topam compor com o MDB, mas há arestas nacionais que dificultam uma nova aliança entre petistas e emedebistas. Mas é aí que entra o fator Sarney!

É o mestre Antônio Vieira quem diz: “Se tu não quer, tem quem queira”.

Pois é. O Blog do Robert Lobato apurou que enquanto o governador Flávio Dino esnoba e humilha o PT, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) está disposta, mais uma vez, em abrir a sua chapa majoritária ao Partido dos Trabalhadores.

Roseana enviou, na semana passada, interlocutores para dizer que deseja o PT como vice ou como candidato a senador. Aliás, a emedebista chegou a propor até a vice e uma vaga senatorial, dependendo das conversas.

No plano local Roseana tem vários interlocutores petistas que topam compor com o MDB, mas há arestas nacionais que dificultam uma nova aliança entre petistas e emedebistas. Mas é aí que entra o fator Sarney!

O ex-presidente é amigo de Lula e está tentando ajudar o líder petista a sair da prisão. Lula e Sarney são quase “compadres”. Se Sarney realmente ajudar o Lula a sair do cárcere certamente o PT deverá mais uma vez ao ex-presidente, o que pode ajudar numa aliança local com a sua filha.

Não é por acaso que já começa a surgir o nome de Mário Macieira (PT) como candidato a vice ou senador na chapa de Flávio Dino.

Só que a crise é grande no arraial petista e Macieira não tem interlocução no diretório nacional; E se realmente vier entrar na disputa deverá enfrentar prévias seja para o cargo de vice-governador, seja para senador.

É aguardar e conferir.

ELEIÇÕES 2018: Aliados temem que Roseana Sarney vire um ACM Neto e desista de candidatura ao governo 27

Na semana passada, rumores davam conta de que a emedebista poderia anunciar a desistência da candidatura ao governo, o que seria um duro golpe para o próprio grupo Sarney que ficaria a ver navios e ter de procurar um substituto à altura da força e do carisma de Roseana

Um temor ainda atormentando os aliados da ex-governadora Roseana Sarney (MDB): o temor de que ela possa desistir de ser candidata à sucessão de Flávio Dino (PCdoB) nas eleições de 2018.

Na semana passada, rumores davam conta de que a emedebista poderia anunciar a desistência da candidatura ao governo, o que seria um duro golpe para o próprio grupo Sarney que ficaria a ver navios e ter de procurar um substituto à altura da força e do carisma de Roseana.

Pessoas próximas à ex-governadora, no entanto, negaram ao Blog do Robert Lobato que ela esteja pensando em desistir do projeto Roseana governadora-15. “Pelo contrário, já estamos planejando novas viagens pelo interior. Roseana está animada”, disse uma pessoa que abre a geladeira da ‘Branca’.

De qualquer modo, há quem fique agoniado com a possibilidade de Roseana Sarney virar, amanhã, um ACM Neto, prefeito de Salvador, que após ter pré-candidatura ao governo da Bahia anunciada e trabalhada pelos aliados, resolveu desistir de repente do processo deixando o seu grupo à própria sorte.

É aguardar e conferir.

Uma eventual candidatura do MDB a presidente e seus reflexos no MA 4

Uma eventual candidatura do MDB deve ter consequência diretas nos estados podendo, por exemplo, desidratar consideravelmente o palanque de reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB).

O MDB ensaia uma candidatura própria a presidente da República.

Henrique Meirelles, ministro da Fazenda, vai deixar o cargo por esses dias e deve pedir desfiliação do PSD e entrar no MDB.

A questão fundamental colocada no âmbito do Palácio do Planalto é saber se o candidato emedebista será o quase ex-ministro Meirelles ou será o próprio Michel Temer, podendo ambos comporem uma chapa, encabeçada por Temer, com Meirelles de vice.

Ora, uma candidatura do MDB deve ter consequências diretas nos estados podendo, por exemplo, desidratar consideravelmente o palanque de reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB). Não custa lembrar que muitos partidos que hoje estão na base comunista no Maranhão possuem ministro de Estado lá na Esplanada dos Ministérios: PP, PRB, DEM, PTB e PR são alguns exemplos.

Lógico que o jogo começa pra valer ali próximo das convenções, quando estará formatada as coligações em torno das candidaturas a presidente.

Porém, a possibilidade de Flávio Dino ficar reduzido a pouquíssimos partidos é cada vez maior.

ELEIÇÕES 2018: Isaac Dias Filho participa da “Caravana da Guerreira” em Santa Inês 2

Considerado um dos principais nomes do MDB para disputa eleitoral de deputado estadual em 2018, o ex-vice-prefeito de São Bento, Isaac Dias Filho, participou da Caravana de Roseana Sarney na cidade de Santa Inês.

Tratado como peça fundamental para obtenção da vitória de Roseana na Baixada Maranhense, Isaac Dias Filho vem garantindo importantes apoios, além de avançar na questão de ampliar o eleitorado da ex-governadora.

Isaac Dias Filho classificou essa primeira atividade como espetacular. “Muitas lideranças, políticos e o povo abraçou Roseana Sarney. O que seria algo mais simples, se tornou algo grandioso por conta do amor do povo por Roseana”, declarou.

Do Blog do Diego Emir

ELEIÇÕES 2018: Movimentos de setores do MDB pró-Braide obriga Roseana ganhar a estrada 18

Ao tomar conhecimento dessas movimentações de setores do MDB a favor de Braide, Roseana resolveu deixar de manha e ganhar o mundo numa turnê de pré-campanha que só encerra no dia 17 de março

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) resolveu se movimentar e anunciou, nesta semana, que irá percorrer 30 municípios a partir do dia 08 deste mês com a primeira parada na cidade de Santa Inês.

Mais do que por vontade própria, por assim dizer, o que realmente motivou a emedebista a ganhar estrada nesta pré-campanha foi o início de articulações de bastidores de setores do MDB em direção ao deputado estadual Eduardo Braide, dada a indefinição de Roseana se sairá mesmo em busca de um quinto mandato de governadora. Tal indefinição estava incomodando os aliados da ex-governadora.

Uma fonte ligada a uma liderança histórica do MDB garantiu ao Blog do Robert Lobato que interlocutores do partido já estavam em conversas com Braide no sentido de fazê-lo candidato a governador com apoio do grupo Sarney sem a necessidade do parlamentar deixar o PMN e, assim, tentar garantir a eleição de Sarney Filho (PV) a senador da República.

Ao tomar conhecimento dessas movimentações, Roseana resolveu deixar de manha e ganhar o mundo numa turnê de pré-campanha que só encerrará no dia 17 de março.

É aquela história: camarão que dorme a onda leva.

E Roseana resolveu acordar.

SÃO BENTO: O simbolismo da filiação do ex-deputado Isaac Dias no MDB

Integrante do PMDB até o início da década de 90, quando saiu para o PDT, Isaac Dias volta, segundo o senador João Alberto, não apenas como mais um filiado, mas na condição presidente do diretório do MDB na cidade

(Foto: Moisaniel Rocha)

Em um grande ato político bastante disputado, ocorrido ontem, 28, na cidade de São Bento, o ex-prefeito e ex-deputado estadual Isaac Dias confirmou sua saída do PDT e filiação ao MDB, seu antigo partido. O Blog do Robert Lobato já havia antecipado esse fato político (reveja aqui).

O convite para Isaac Dias voltar às hostes mdebistas partiu do senador e presidente estadual do MDB, João Alberto, que abonou a ficha de filiação do ex-pedetista no novo partido. O deputado federal João Marcelo (MDB) também participou do ato.

O ato de filiação ocorreu na residência de Isaac Dias em São Bento. Na mesma ocasião, também se filiaram ao MDB a esposa do líder político, a ex-prefeita Bitinha Dias, e Isaac Dias Filho, que deixou o Podemos (ex-PTN) e aproveitou o momento para anunciar sua pré-candidatura a deputado estadual.

“A Baixada Maranhense tem sido esquecida historicamente pelo poder público maranhense e quando muito é beneficiada aqui e ali por obras que não expressam as reais necessidades da região e que explorem de forma sustentável as suas riquezas e potencialidades, discursou Isaac Dias Filho.

Dobradinha

Isaac Dias também ressaltou o acordo entre o seu grupo político e o deputado federal João Marcelo (MDB) no sentido de fazer uma “dobradinha” não somente em São Banto, mas em toda a região.

“Essa parceria não vai ser só em São Bento, será em toda a região. João Marcelo para deputado federal e eu vou colocar meu nome à disposição como pré-candidato a deputado estadual, não só do povo de São Bento, mas também da Baixada Maranhense, para que a Baixada volte a ser respeitada, para que a Baixada volte a ter vez e voz”, disse.

Simbolismo

A filiação de Isaac Dias no MDB, além de se de configurar um fato político importante, é ainda algo simbólico uma vez que estamos de uma ex-liderança oposicionista histórica, que agora passa a fazer parte do MDB que tem como um dos líderes mais importantes tanto local quanto nacional, o ex-presidente José Sarney, velho adversário do Isaac Dias.

Oriundo do PMDB até o início da década de 90, quando saiu para o PDT, Isaac Dias volta, segundo João Alberto, não apenas como mais um filiado, mas na condição presidente do diretório do MDB na cidade.

“Ele não está apenas entrando para o partido, como será o presidente do MDB de São Bento”, destacou o senador.

Isaac Dias exerceu dois mandatos de prefeito de São Bento, além de quatro de deputado estadual.

Vereadores

Junto com Isaac Dias, devem confirmar ingresso ao MDB, ainda, pelo menos três vereadores de São Bento.

Essa filiações devem ocorrer em março.

(Com informações do blog do Gilberto Léda)