ELEIÇÕES 2018: A esperteza de Flávio Dino em relação ao projeto “Werverton senador” 14

Caso Weverton venha a ter complicações com Justiça e a Polícia Federal, o gesto de Flávio Dino, ontem, servirá para o governador continuar tendo o PDT do seu palanque, pois terá o crédito pra dizer: “Fiz a minha parte, se não deu, não é culpa minha”.

O governador Flávio Dino (PCdoB) é esperto pra caramba!

E ontem, sábado, 2, deu mais uma demonstração dessa sua esperteza.

Ao aparecer no ato do PDT para declarar apoio à pré-candidatura do deputado Weverton Rocha ao Senado Federal, mais do que um gesto de companheirismo e lealdade ao “dono” da legenda trabalhista no Maranhão, Flávio apresentou, digamos assim, uma “carta de seguro”. Explico.

É que o governador comunista sabe que o “Maragato” pode se ferrar lá frente e sequer ser candidato à reeleição de deputado e muito menos a senador. Tem muito rolo de Weverton Rocha e isso pode tirá-lo das eleições de 2018 como candidato a qualquer cargo.

Ou seja, caso realmente Weverton venha a ter complicações com Justiça e a Polícia Federal, o gesto de Flávio Dino, ontem, servirá para o governador continuar tendo o PDT no seu palanque, pois terá o crédito pra dizer: “Fiz a minha parte, se não deu, não é culpa minha”.

É ou não é esperto o governador?

PEGADORES: Enquanto Rosângela Curado está presa, Weverton Rocha faz festa em Timon 2

Pelo jeito, o “Maragato” não está lá muito preocupado com o que pode falar a sua correligionária para as autoridades da Polícia Federal, Ministério Público Federal e a Justiça Federal

O deputado federal e presidente estadual do PDT, Weverton Rocha, parece não estar nem aí para os infortúnios da sua companheira de partido Rosângela Curado.

Enquanto moça sofre pelo constrangimento de ter sido presa pela Polícia Federal na Operação Pagadores, o “Maragato” convida os seus amigos para um ato político amanhã, sábado, 18, na cidade de Timon em prol da sua já combalida pré-candidatura para o Senado Federal.

“É nesse sábado!
Lideranças políticas de todo o estado voltam a se reunir, em Timon, em apoio à pré-candidatura do deputado Weverton Rocha ao Senado Federal em 2018″, tuitou Weverton.

Vale lembrar, que Werveron Rocha fez algumas visitas ao advogado Willer Tomaz, preso na Operação Patmos da Polícia Federal (PF), conforme revelou a revista Época.

“Amigo é para bons e maus momentos”, disse Weverton na ocasião de uma das visitas que fez ao advogado.

Ué, mas isso vale para o enrolado Willer Tomaz e não vale para a “companheira” Rosângela Curado? Eu, hein!

Willer Tomaz era advogado da JBS, é acusado de repassar informações da Operação Greenfield para o empresário Joesley Batist e ainda encontra-se recolhido na Penitenciária da Papuda.

Pelo jeito, o “Maragato” não está lá muito preocupado com o que pode falar a sua correligionária para as autoridades da Polícia Federal, Ministério Público Federal e a Justiça Federal…

ELEIÇÕES 2018: O PT muda de sede, mas continua o mesmo! 4

O PT muda de sede, mas continua o mesmo. O “mesmo” no sentido de não conseguir aproveitar a conjuntura nacional favorável ao enfrentamento contra o governo Temer, unir as forças internas e apresentar à sociedade um projeto político-eleitoral para 2018, seja em aliança, seja em voo solo

O diretório estadual do PT está de sede nova, inaugurada ontem, segunda-feira, 13 – no mesmo dia do aniversário do Blog do Robert Lobato (Rsrsrs).

Na semana passado, é bom que se diga, a sede foi vandalizada provavelmente por setores da direita antipetista e anti-Lula, numa ação de ódio que foi repudiada não somente por dirigentes e lideranças do PT, mas também de outros partidos.

A nova sede está localizada no bairro do Cohafuma no mesmo local onde já funcionou uma ONG ligada ao deputado federal e presidente estadual do PDT, Weverton Rocha, segundo apurou o Blog do Robert Lobato – não foi possível confirmar se o “Maragato”, ou algum familiar seu, é o proprietário do imóvel.

Infelizmente, o PT nunca conseguiu realizar o sonho da casa própria! Nem mesmo agora na gestão de Augusto Lobato, que é corretor de imóveis, o partido arrumou um jeito legal de sair do aluguel. O PT ainda é, portanto, nômade no sentido de não possuir um endereço fixo.

Ato político

Augusto Lobato: Presidente do PT não conseguiu mobilizar nenhuma liderança nacional de peso para a inauguração da nova sede do partido.

Inaugurações de novas de sedes, ou melhor dizendo, de “novos endereços” do PT no Maranhão, sempre foi motivo para criar um fato político.

Nessa nova inauguração, o que era para ser um ato/fato político de grandeza considerável não passou de “mais do mesmo”. A atual direção não conseguiu trazer nenhum quadro nacional de peso para o evento – sem falar na ausência de lideranças petistas do interior do estado.

O senador Lindbergh Farias (RJ), cuja presença no ato estava prevista através de uma articulação do ex-secretário de Esporte Márcio Jardim, de última hora teria sido orientado a não vir a São Luis – há quem diga que o próprio Márcio reavaliou o convite a Lindbergh e decidiu pedir para que o senador fluminense não desembarcasse na ilha.

O fato que nem Lindbergh e muito menos Márcio Jardim marcaram presença na inauguração do novo endereço do PT.

Deram as caras por lá o deputado estadual Bira “Quero-quero” Pindaré (ainda no PSB); os deputados federais Weverton “Maragato” Rocha e Waldir “Senador” Maranhão” (PP); o presidente do PCdoB, Márcio “Mickey” Jerry; o vereador licenciado Ivaldo Rodrigues (PDT), além dos parlamentares petistas Zé Inácio e Zé Carlos, deputado estadual e deputado federal, respectivamente; e ainda o vereador Honorato Fernandes.

Ou seja, o PT muda de sede, mas continua o mesmo.

O “mesmo” no sentido de não conseguir aproveitar a conjuntura nacional favorável ao enfrentamento contra o governo Temer, unir as forças internas e apresentar à sociedade um projeto político-eleitoral para 2018, seja em aliança, seja em voo solo.

É o PT/MA sendo o PT/MA.

Até quando?

“Maragato” e Julião “A Ti” tentam tirar “casquinha” do aniversário de Jackson Lago e cometem baita gafe

Lá do céu, Jackson deve ter sorrido da trapalhada do seus dois companheiros…

O deputados federais Weverton Rocha e Julião Amim, ambos do PDT, cometeram uma baita gafe nesta quarta-feira, 1.

É que ao usarem as redes sociais para “homenagear” o ex-governador Jackson Lago, falecido em abril de 2011, os dois parlamentares pedetistas postaram praticamente o mesmo texto parabenizado o saudoso líder trabalhista que completaria “87 anos” se em vida estivesse.

Ocorre, que Jackson Lago nasceu em 1934, portanto, estaria completando 83 anos e não 87 como publicaram o “Maragato” e o “Julião A ti”, como são carinhosamente chamados Weverton e Julião, respectivamente, lá pra bandas do arraial pedetista.

Nosso querido Jackson deve ter sorrido, lá do céu, das trapalhadas do seus dois companheiros…

ELEIÇÕES 2018: Entenda o que está por trás do suposto interesse de Edivaldo pela vice de Flávio Dino 8

A manobra teria a ver com o desempenho do deputado federal Weverton Rocha (PDT) nas pesquisas internas para senador.

O Blog do Robert Lobato descobriu o que está por trás do repentino “interesse” de Edivaldo Holanda Junior (PDT) pelo posto de vice-governador de Flávio Dino (PCdoB) em 2018. A informação veio à tona ontem, por meio de um graduado blogueiros de paletó.

Segundo o escriba, que integra a assessoria do prefeito, aliados de Edivaldo Júnior já estariam “empolgados” com a tal possibilidade, que abriria a possibilidade do PCdoB assumir de vez a Prefeitura de São Luís com a ascensão do vice Júlio Pinheiro.

“Mas Bob, o PDT então teria duas vagas na chapa majoritária dinista ou o deputado federal Weverton Rocha estaria fora da disputa de senador?”, pode perguntar aquele leitor esperto.

Pois bem. Esta é a senha para desvendar o que estaria por trás dessa articulação subterrânea, meu atento leitor.

Segundo um audacioso “leão do palácio”, daqueles que não arredam o pé na defesa de Flávio Dino, a manobra teria a ver com o desempenho do deputado federal Weverton Rocha (PDT) nas pesquisas internas para senador.

Quem explica o próprio “leão do palácio” (com edição):

“Bob, sentindo uma dificuldade em eleger-se para o Senado Federal, já que ele teve acesso à pesquisas nada animadoras, Weverton Rocha começou a construir o plano B, de forma a demarcar espaço e afastar possíveis interessados no lugar de Carlos Brandão, já considerado fora da disputa pela vice. Se não viabilizar-se para a disputa por uma das vagas do Senado Federal, o “Maragato” quer ser vice-governador e, para isso, já mandou o prefeito guardar seu lugar, pois vai que o projeto “Weverton – senador 2018″ não dê certo, né?”, disse via WatsApp.

Em tempo: Em entrevista ontem ao famigerado programa sorvete, agora transmitido pela Mais FM, Edivaldo não negou a articulação. Enrolou, enrolou, deu “zignal”, mas manteve suspense sobre sua indicação para vice de Flávio Dino.

Para bom entendedor…