ELEIÇÕES 2018: Vox Populi aponta para segundo turno no MA 12

O instituto Vox Populi trouxe um para realidade dos fatos o cenário eleitoral mais provável para 2018: um pleito de dois turno

O pesquisa Vox Populi, contratada pela empresa Jakarta Publicidade, aponta que a eleição para o governo em 2018 no Maranhão será decida em dois turnos.

Diferentemente do instituto Exata, que trabalha para o governo Flávio Dino (PCdoB) e que coloca uma vantagem de mais 30 pontos do comunista em relação à segunda colocada, a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), a Vox Populi trouxe dados mais realistas e dentro do que é possível perceber por onde se anda neste estado, ou seja, que não há essa história de eleição apenas de um turno no estado ano que vem.

Pelo números da Vox Populi, divulgados na tarde desta segunda-feira, 4, se a eleição fosse hoje Flávio Dino teria 37% contra 35% de Roseana Sarney. Em seguida aparecem Eduardo Braide (PMN) com 7%, Roberto Rocha (PSDB) 5%, Maura Jorge (Podemos) 3%, Ricardo Murad (PRP) 2% e Eliziane Gama (PPS) 1%.

Para o diretor da Jakarta, publicitário e marqueteiro Janderson Landim, “não há quaisquer possibilidades do governador ser eleito em primeiro em turno” e que os dados divulgados pela Exata podem ter pecado pelo uso de uma metodologia equivocada ou até mesmo utilizado de uma tática para levar a população ao erro de achar que o governador está bem melhor do que realmente se encontra.

O fato é que, ao que parece, o instituto Vox Populi trouxe para realidade dos fatos o cenário eleitoral mais provável para 2018: um pleito de dois turnos.

É aguardar e conferir.

ELEIÇÕES 2018: Pesquisa do Vox Populi sobre a corrida sucessória estadual no MA será divulgada daqui a pouco 4

Acontece daqui a pouco a coletiva com diretores da Jakarta Publicidade quando será divulgada, às 15h, no Hotel Luzeiro, a primeira pesquisa do Instituto Vox Populi sobre as intenções de votos para as eleições de 2018 no Maranhão.

Para o diretor-presidente da Jakarta Publicidade, Janderson Landim (na foto com o ex-presidente Lula), a ideia de contratar uma pesquisa via um instituto nacional é para dar o máximo de isenção aos dados, uma vez que a maioria dos institutos locais é, de uma ou de outra, ligados a grupos políticos do estado.

“Pensamos em contratar um instituto nacional para dar maior isenção ao levantamento, pois mesmo tendo bons institutos de pesquisas no Maranhão, é sabido que os principais são ligados, de uma forma ou de outra, a grupos políticos locais. Daí que achamos mais interessante contratar o Vox Populi”, disse.

Sediada em São Paulo, a Jakarta Publicidade está de olho no mercado publicitário maranhense e, principalmente, no processo eleitoral de 2018 onde deverá ter participação ativa enquanto empresa especializada em marketing político.

Vale aguardar e conferir.