O Governo do Maranhão começa a liberar créditos do Bolsa Escola 2018 na próxima semana.

Cerca de 1.800 estabelecimentos estão aptos a realizar a venda de material escolar aos beneficiários do Bolsa Escola neste ano. O quantitativo é 22% maior do que o alcançado no ano passado

“Dia 31, na próxima quarta-feira, estará disponível crédito em cartões das nossas crianças para que possam garantir a compra de seu material escolar”, conta o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista, responsável pelo Bolsa Escola.

O Bolsa Escola concede crédito para famílias cadastradas no Bolsa Família, do Governo Federal, com filhos em idade escolar.

Trata-se de um complemento de renda feito pelo Governo do Maranhão para garantir caderno, livro, canetas e outros itens escolares às crianças e aos adolescentes.

Esta é a terceira edição do Bolsa Escola. Para liberar os créditos, o Governo do Maranhão estava aguardando o Governo Federal revisar a lista dos beneficiados do Bolsa Família, já que esta é a base de quem será alcançado pelo programa maranhense.

Com a revisão concluída, o Governo do Estado pôde organizar o cronograma para a concessão do crédito.

Quem tiver dúvidas pode acessar www.bolsaescola.sedes.ma.gov.br/site/ ou usar os aplicativos referentes ao programa.

Comércios credenciados

Cerca de 1.800 estabelecimentos estão aptos a realizar a venda de material escolar aos beneficiários do Bolsa Escola neste ano. O quantitativo é 22% maior do que o alcançado no ano passado.

Por meio de um cartão magnético tipo débito, as famílias beneficiárias poderão realizar compras nas lojas e comércios autorizados em seus próprios municípios para a venda de material escolar.

Confira a mensagem do secretário Neto Evangelista:

ELEIÇÕES 2018: Eduardo Braide está no jogo e pode disputar o governo filiado em partido “grande” 12

Os articuladores desse movimento são dois deputados maranhenses, um estadual e outro federal, e mais um senador de outro estado, mas do mesmo partido dos parlamentares do Maranhão.

Engana-se quem pensa que o deputado estadual Eduardo Braide (PMN) já tenha desistido de disputar um cargo majoritário nas eleições de 2018.

Segundo apurou o Blog do Robert Lobato, a uma intensa movimentação de bastidores que visa convencer Eduardo a concorrer ao Governo do Estado. E não seria pelo PMN, mas por outro partido com mais tempo no horário eleitoral de rádio e tevê. Um partido “grande”.

Os articuladores desse movimento são dois deputados maranhenses e mais um senador por outro estado, mas do mesmo partido dos parlamentares do Maranhão.

Segundo um observador que acompanha de perto essas articulações, “a ideia é convidar o deputado Braide para o nosso partido para concorrer ao governo já que ele pode surpreender como ocorreu na disputa pela prefeitura de São Luis em 2016 e de repente ir para o segundo e ganhar a eleição. Além de ajudar o nosso partido eleger deputados estaduais e federais”.

O Blog do Robert Lobato procurou Eduardo Braide para tratar do assunto, mas não obteve um feedback do parlamentar.