PT: Em reunião da CNB/Nordeste, Zé Inácio defende adiamento do PED/2019 2

A proposta de Zé Inácio tem uma lógica política e partidária, qual seja a de construir as bases para a unidade petista necessária para o enfrentamento das lutas que se aproximam sob o governo Bolsonaro.

Em reunião da corrente Construindo um Novo Brasil (CNB), a maior força interna do PT, o deputado estadual Zé Inácio defendeu o adiamento do Processo de Eleição Direta do PT (PED/PT) previsto para acontecer no segundo semestre de 2019 em todo o país. O encontro da tendência teve início nesta quarta-feira, 28, na sede da CUT, em Brasília.

A proposta do parlamentar maranhense foi acatada pela Coordenação da CNB/Nordeste, em uma espécie de pré-reunião regional, e vai ser apresentada na reunião desta quinta-feira da CNB/Nacional, com a presença de representantes da corrente de todas as regiões do Brasil.

Na avaliação de Zé Inácio, exposta para as lideranças petistas do Nordeste, “o PT acertou na política de alianças no Nordeste haja vista o resultado eleitoral bastante satisfatório tanto para a Câmara Federal, Senado e principalmente para o Haddad, que venceu em todos os estados nordestinos no segundo turno”. E complementou afirmando que “esse cenário que saiu da urnas no Nordeste obriga o partido a repensar a realização do PED em 2019, sendo mais razoável adiar o processo em nome da unidade partidária e consequente do fortalecimento do PT”.

Unidade também no Maranhão

Zé Inácio é eleito para a Coordenação da CBN/Nordeste.

A proposta de Zé Inácio tem uma lógica política e partidária, qual seja a de construir as bases para a unidade petista necessária para o enfrentamento das lutas que se aproximam sob o governo Bolsonaro.

Outro aspecto importante da “Proposta Zé Inácio”, digamos assim, é sinalização positiva para a questão local, já que ao defender o adiamento do PED 2019 o deputado abre mão de disputar a presidência do PT no Maranhão, atualmente comandada por Augusto Lobato que pertence a outro campo político.

O fato é que Zé Inácio foi feliz na sua proposição, tanto que recebeu muitos elogios das lideranças da CNB/Nordeste, além de ser indicado para integrar a Coordenação Regional da tendência.

Agora é aguardar como a CNB/Nacional receberá a “Proposta Zé Inácio” na reunião desta quinta-feira.

Caso seja aprovada também pelo comando nacional da corrente, o passo seguinte é trabalhar no convencimento dos membros do Diretório Nacional do PT.

É aguardar e conferir.

“Não estou fazendo barganha”, diz Márcio Jardim sobre suplência de senador 4

O dirigente Márcio Jardim disse ao Blog do Robert Lobato que não é pré-candidato a suplente de senador de nenhum dos nomes apresentados pelo governador Flávio Dino (PCdoB), leia-se Eliziane Gama (PPS) e Weverton Rocha (PDT).

“Não sou pré-candidato a suplente. Não estou fazendo barganha”, disse Jardim após alguns blogs de São Luis ventilarem essa possibilidade,

Márcio Jardim ainda luta para ser candidato a senador na chapa liderada por Flávio Dino ou ainda numa chapa do PT sem candidato a governador, a chamada “chapa camarão”.

Nacional

A principal corrente do PT, a Construindo um Novo Brasil (CNB), movimenta-se para pressionar o conjunto do partido e fazer com que o governador Flávio Dino entenda a importância do PT na chapa majoritária liderada pelo comunista.

Nesse sentido, não será surpresa se o Palácio dos Leões anunciar a participação de um petista em alguma posição na majoritária.

É aguardar e conferir.

ELEIÇÕES 2018: Corrente majoritária do PT mantém diálogo com Eduardo Braide 12

O deputado se colocou a disposição de aprofundar o diálogo com o PT e deixou claro que, caso haja convergência, o seu palanque será exclusivo para Lula no Maranhão

A corrente majoritária do PT, Construindo um Novo Brasil (CNB), abriu o diálogo entre o pré-candidato a governador Raimundo Monteiro, com o também pré-candidato ao governo pelo PMN, deputado estadual Eduardo Braide.

Segundo apurou o Blog do Robert Lobato, a conversa se deu em torno da possibilidade de um entendimento para construir um palanque forte para o Lula.

O movimento dos petistas da CNB em direção a Braide se dá exatamente quando o governo Flávio Dino escolhe o DEM, partido de direita e adversário histórico do PT, para ser um dos principais partidos a compor a chapa majoritária com o PCdoB.

“O governador Flávio Dino dá sinais claros que o PT não é prioridade para o seu projeto de reeleição preferindo dar posição de destaque ao DEM na chapa majoritária, logo não podemos concordar com isso”, afirma o membro da executiva estadual Mundico Texeira.

Fernando Silva, também, da coordenação estadual da CNB afirma: “Temos um projeto nacional de voltar a comandar o país com o Lula. Nesse sentido precisamos montar um palanque forte no estado e isso pode ser feito com Braide, Monteiro e os companheiros do PT”.

Na conversa, segundo o petista, Braide se colocou a disposição de aprofundar o diálogo com o PT e deixou claro que, caso haja convergência, o seu palanque será exclusivo para Lula no Maranhão.