ELEIÇÕES 2018: Acomunado com Márcio Jerry, Astro de Ogum conspira contra Pedro Lucas Fernandes

Não adianta Astro de Ogum e Márcio Jerry fazerem macumba para Pedro Lucas Fernandes. O jovem e promissor político maranhense deve ter uma grande votação no estado e principalmente na capital

O presidente de Câmara de Vereadores de São Luis, o babalorixá Astro de Ogum (PR), resolveu conspirar contra o vereador Pedro Lucas Fernandes (PTB) em conluio com o ex-secretário de Comunicação e Articulação Política, Márcio Jerry (PCdoB).

Assim como Márcio Jerry, o vereador Pedro Lucas é pré-candidato a deputado federal, ambos com grandes chances de elegerem-se.

Ocorre que Astro de Ogum, que é chamado de “Astro Rei” pelos aliados da blogosfera que estão pendurados na Câmara de São Luis, declarou apoio a Márcio Jerry, mas é sabido por qualquer criança até 5 anos idade que o homem forte do governo Flávio Dino não terá mais votos do que Pedro Lucas em São Luis nem aqui e nem na China!

Por isso deram início a uma tática para tentar queimar o jovem vereador com insinuações e invencionices de toda forma plantadas em blogs ligados ao presidente estadual do PCdoB.

Pedro Lucas Fernandes é uma grata surpresa dessa nova geração de políticos que surgem no estado.

Não obstante de ser filho de um político tradicional que é deputado federal Pedro Fernandes (PTB), Pedro Lucas tem personalidade própria, coragem e talento que o tornam praticamente independe do pai, mas, claro, o velho “Pedrão” ajuda e aconselha o filho com toda a sua experiência adquirida em anos de vida pública.

O fato é que não adianta Astro de Ogum e Márcio Jerry fazerem macumba para Pedro Lucas Fernandes. O jovem e promissor político maranhense deve ter uma grande votação no estado e principalmente na capital.

E com menos da metade dos recursos que Márcio Jerry terá.

É aguardar e conferir.

CAEMA: Capelães deverão ser chamados para oração pela nova adutora do Sistema Italuís 8

Se é fé dos capelães nomeados por Flávio Dino for proporcional ao contracheque que recebem, não há quaisquer dúvidas de que, dessa vez, jorrará água não pelo ares, mas pelos lares do povo ludovicense

Até hoje, 11 de maio de 2018, o governo Flávio Dino não conseguiu inaugurar, de verdade, a nova adutora do Sistema Italuís deixada pela governadora Roseana Sarney e que era de responsabilidade direta do secretário Ricardo Murad (Saúde).

Devemos admitir que Flávio Dino até esforçou-se em inaugurar a nova adutora, mas quando ele deu “start” no botão que aciona o sistema… “bow!”, foi água pelos ares e não para as torneiras dos lares da população de São Luis.

Mas o governo comunista não desiste nunca. E está certo!

Pois agora a Caema aparece com um comunicado alertando que vem mais paralisação do sistema a partir da 00h do dia 16 de maio (quarta-feira) e previsão, atentai bem, “previsão”, de retorno para o dia 19 de maio de maio (sábado) partir das 13h.

Segundo o comunicado do Governo do Estado, através da Caema, a mais nova paralisação do sistema justifica-se por conta da “recuperação inadiável da subestação elétrica de captação de água bruta”. É bem aí que entre a capelania do governo.

Segundo apurou o Blog do Robert Lobato, o governador Flávio Dino foi orientado a convocar todos capelães para que organizem um “culto ecumênico” quando do próximo ato de inauguração do Sistema Italuís! Trata-se da reunir uma centena de “homens de fé” para louvar e abençoar para que tudo dê certo dessa vez.

Bom, se a fé dos capelães nomeados por Flávio Dino for proporcional ao contracheque que recebem, não há quaisquer dúvidas de que, dessa vez, jorrará água não pelo ares, mas pelos lares do povo ludovicense.

E para a coisa ser mais ecumênica ainda, o Blog do Robert Lobato sugere ao Governo do Maranhão que convide também os pais de santo e, quiçá, os nomeiem também para ser capelães democratizando, assim, a religiosidade da capelania oficial do estado.

Astro de Ogum curtiu.

#FicaAdica