Corpo de Bombeiros do MA segue acompanhando as ações realizadas na Barragem do Rio Pericumã

O comandante do Corpo de Bombeiros do Maranhão (CBM/MA), Coronel Célio Roberto, traz boas notícias sobre a Barragem do Rio Pericumã, Pinheiro. Confira.

VÍDEO: Senadora Eliziane Gama recebe comitiva de políticos maranhenses em Brasília

Eliziane Gama agradeceu a visita dos jovens políticos maranhense e assegurou que o seu mandato está à disposição de todos que desejam trabalhar a favor do nosso estado.

A senadora Eliziane Gama (PPS) recebeu na tarde de ontem, quinta-feira, 14, uma comitiva de políticos maranhenses. O encontro foi realizado no gabinete da parlamentar em Brasília.

Liderada pelo presidente da Câmara de São Luis, vereador Osmar Filho (PDT), e formada ainda pelo deputado federal Pedro Lucas Fernandes (PTB) e pelos vereadores Marquinhos (DEM) e Estevão Aragão (PSDB), além de uma visita de cortesia para prestigiar a senadora, a comitiva levou algumas demandas importantes para a capital e para o Maranhão em geral.

O presidente Osmar Filho agradeceu a “forma acolhedora com que a comitiva foi recebida pela senadora Eliziane onde foram tratadas pautas importantes para a cidade São Luis”. O vereador afirmou também que percebeu “o quanto a bancada maranhense no Congresso Nacional está bem intencionada para ajudar não só São Luis, mas todo o estado do Maranhão”.

Eliziane Gama, por sua vez, agradeceu a visita dos jovens políticos maranhense e assegurou que o seu mandato está à disposição de todos que desejam trabalhar a favor do nosso estado.

Quem também integrou a comitiva foi experiente delegado da Polícia Civil do Maranhão, Almir Macedo, que, dessa vez, ouviu mais e falou menos.

A seguir o vídeo com o resumo da reunião nas imagens captadas pelas câmeras do jornalista Ênio Borgmann. Confira.

Empresa familiar: profissionalização, sucessão e conflitos

A questão da sucessão é importantíssima e tem uma posição ambígua, pois nesta fase as empresas podem encerrar suas atividades ou até mesmo caminharem para um novo nascimento

Armando Lourenzo, via Administradores.com

A sobrevivência é hoje uma das maiores preocupações dos dirigentes de empresas familiares, em especial dos dirigentes das firmas de pequeno porte. Para este setor pode-se observar que várias empresas enfrentam problemas operacionais ou estratégicos, isto é, dificuldades relacionadas à inadequação, tanto na utilização quanto na escolha dos recursos disponíveis para o alcance de diferenciais de mercado.

Dentre esses problemas a questão da sucessão é importantíssima e tem uma posição ambígua, pois nesta fase as empresas podem encerrar suas atividades ou até mesmo caminharem para um novo nascimento. Aliada ao problema da falta de profissionalização, atinge cerca de 80% das empresas desse segmento da economia.

A empresa familiar, atualmente representa uma parte significativa no conjunto das empresas privadas existentes no país e no mundo. Pesquisas mais conservadoras apontam para o percentual de 75% aproximadamente em termos mundiais. Seus problemas são muito conhecidos: dificuldades para a transferência do comando (sucessão) e a falta de profissionalização.

Na tentativa de orientar a empresa familiar para o seu prolongamento, apresentam-se dois instrumentos básicos de gestão: programa de profissionalização e planejamento da sucessão.

O primeiro é a profissionalização, a qual pode-se entender em seu sentido mais amplo como uma administração onde a propriedade está separada da gestão, ou seja, família é família e empresa é empresa. É claro que a profissionalização na prática, não quer dizer substituição total dos parentes por pessoas de fora, pois podem existir membros da família que sejam qualificados e competentes para o exercício da gerência.

Neste sentido o caminho é estabelecer os critérios de ingresso e permanência na empresa e a partir disto escolher as pessoas. Outra questão a ser resolvida é a estruturação formal da empresa, pois em algumas situações a “bagunça organizacional” já tomou conta, dificultando assim o funcionamento das atividades da firma. Deve-se ressaltar que não se está propondo um engessamento a tal ponto que a agilidade seja absorvida por esta nova estrutura, mas sim o aparecimento de regras para que a empresa possa caminhar de forma a não depender apenas da cabeça de uma única pessoa.

O segundo instrumento é o planejamento da sucessão empresarial. A escolha do sucessor deve ser orientada por critérios claros e apoiada pela família. Dependendo do caso outros agentes podem influenciar indiretamente na escolha, como clientes ou fornecedores. Esta situação vai estar relacionada ao tipo de influência destes agentes na atuação da firma.

Os pontos mais críticos da sucessão podem ser apresentados por:

• falta de vocação e dificuldades no treinamento e na escolha dos sucessores,
• diferenças entre as visões estratégicas do fundador e do sucessor,
• falta de conscientização por parte do fundador que deve fazer o planejamento da sucessão,
• dificuldade na aceitação do sucessor escolhido, por parte do resto da família.
• conflitos entre os membros da família.

Para minimizar os pontos críticos, a sucessão deve ser planejada desde o início da empresa, sendo muito importante que o próprio fundador ajude a coordenar e planejar o programa de ação.

Esses instrumentos podem estar planejados e organizados, porém se as pessoas não colaborarem, tudo não passará de uma relação de desejos. Conflitos entre sócios, parentes e funcionários são constantes, porém apesar da dificuldade em reduzi-los totalmente, estes devem ser gerenciados. Além dos conflitos existentes entre o fundador e seus funcionários, existem aqueles resultantes da relação entre os membros da família (mesmo os que não trabalham) e a empresa. Para estes problemas recomendam-se atividades de treinamento e comunicação para os familiares, com o objetivo de buscar um equilíbrio interno de conhecimentos e a elaboração de um conjunto de regras de convivência com a participação de todos os membros na sua confecção, visando um maior comprometimento.

Os instrumentos apresentados não têm o objetivo de resolver todos os problemas relativos às empresas familiares, mas sim orientar o pensamento dos dirigentes na geração de programas que visem aumentar a longevidade da empresa familiar, de modo que esteja adequada ao ambiente, integrada as expectativas da família e gerando os resultados necessários.

BEQUIMÃO: Em nota bem fundamentada, prefeito Zé Martins lança por terra factoide sobre ‘abandono’ do Parque Expocapril

Com documentos e fotos, o gestor bequimãoense prova o exagero do Ministério Público e a injustiça cometida por falta de informações.

Salão de palestras e reuniões do Parque Expocapril construído em 2014.

Após o Ministério Público do Estado do Maranhão (MPE) publicar uma matéria sem argumentação apontando uma série de irregularidades e acusar o prefeito de Bequimão, Zé Martins de abandonar a obra do Parque Expocapril e alega ausência de prestação de contas dos valores recebidos por meio do convênio com o Governo do Estado, através da Secretaria de Agricultura (Sagrima), o prefeito Zé Martins emitiu nota de esclarecimento desmontando o verdadeiro factoide do MP de Bequimão. Com documentos e fotos, o gestor bequimãoense prova o exagero do Ministério Público e a injustiça cometida por falta de informações.

Salão onde são realizadas reuniões e palestras construído no Parque Expocapril em 2014 em Bequimão. Fotos: Rodrigo Martins.

A seguir a íntegra da nota assinada pelo prefeito Zé Martins, reconhecidamente um dos prefeitos mais sérios e competentes do Maranhão. Confira.

O prefeito de Bequimão, Zé Martins, em respeito à opinião pública, e em atenção às matérias jornalísticas diversas dando conta da propositura de Ação Civil por ato de Improbidade Administrativa proposta pelo Ministério Público Estadual através de sua Promotoria instalada na Comarca de Bequimão, vem esclarecer o que segue:

1 – Inicialmente devemos reconhecer e louvar o zelo do Ministério Público na defesa do patrimônio público e da probidade administrativa, iniciativas que por vezes, devido ao excesso de zelo, acaba por cometer algumas injustiças, como foi no presente caso;

2 – Com efeito, o Município de Bequimão assinou convênio com o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Agricultura, ainda no ano de 2014, cujo objeto era a construção da infraestrutura do Parque de Exposição do município, no valor de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais);

Prédio construído em 2014 pela prefeitura de Bequimão e Sagrima onde funcionará o Restaurante durante a Expocapril em Bequimão-MA

3 – Do total contratado, o governo estadual repassou apenas R$ 100.000,00 (cem mil reais), tendo o Município de Bequimão executado bem além deste valor, prova disso é que nunca cessou as exposições no mencionado parque como mostram as fotografias que seguem em anexo a esta nota;

4 – Embora tenha recebido somente o valor da primeira parcela, apesar de reiterados pedidos de medições para receber o restante do convênio e concluir a obra, o Município de Bequimão, fez sim, a prestação de contas do valor recebido em 26 de dezembro de 2014, conforme protocolo da SAGRIMA, tendo sido a mesma autuada com o Processo 0244876/2014 (SAGRIMA), falecendo de qualquer sentido a acusação da parte do MPE de que não houve a prestação de contas;

Documento mostra a prestação de contas do convênio com a Sagrima em dezembro de 2014, conforme acima citado.

5 – Com relação à ilação de que teria havido “irregularidades no processo”, trata-se de uma acusação totalmente sem sentido. O processo licitatório obedeceu todas as etapas previstas em lei e o objeto foi executado. Não tendo sido concluído até o final, devido à ruptura unilateral do convênio por parte do atual governo estadual.

A foto mostra que a obra só não foi concluída 100% por falta de pagamento do atual Governo do Estado da última parcela do convênio.

6 – Por fim, conclamamos, não apenas o Ministério Público, mas, também, a imprensa e toda a sociedade a se manterem vigilantes quanto à fiscalização dos recursos públicos, pois da parte deste gestor tais iniciativas sempre terão todo o apoio necessário, uma vez que a fiscalização e vigilância apenas atestarão a lisura dos nossos procedimentos.

Atenciosamente,

Zé Martins
Prefeito de Bequimão.

Morre Bibi Ferreira, diva do musical brasileiro, aos 96 anos

Em quase 80 anos de carreira, atriz encarnou personagens inesquecíveis, em espetáculos como ‘Gota d’água’ e ‘Piaf’

RIO — Maior diva do teatro musical brasileiro, a atriz Bibi Ferreira morreu na tarde desta quarta-feira (13), após sofrer uma parada cardíaca. Ela estava em sua casa, no Flamengo, quando passou mal. A informação foi confirmada pela filha dela, Teresa Cristina, fruto do relacionamento com Armando Carlos Magno — segundo de seus seis maridos.

— Ela partiu às 13h, serenamente — contou o empresário e amigo, Nilson Raman. — Passou seus últimos dias em casa, dormindo na maior parte do tempo. Hoje, reclamou de falta de ar e, em seguida, se constatou o óbito. Bibi foi protagonista absoluta do seu palco e da sua vida. Foi muito lindo o que ela fez.

Bibi Ferreira nasceu num tempo em que ser ator não era status social aceitável nem sequer profissão regulamentada. Por ser filha da bailarina espanhola Aída Izquierdo e do ator Procópio Ferreira, um dos responsáveis pela profissionalização do ofício no país, viveu e contribuiu para a passagem do então sub-ofício a profissão capaz de transformar artistas em divas.

Logo, Bibi se tornou uma delas. Ou melhor, a maior delas no teatro musical brasileiro. Atuou com firmeza até seus 96 anos, como um mito vivo, em atividade:

— Tenho consciência de tudo o que eu fiz, tudo — disse em entrevista ao GLOBO, em janeiro de 2018. — Embora tenha começado profissionalmente com meu pai, entre 18 e 19 anos, lembro de dançar no Municipal do Rio, com 6 anos, de fazer o filme “Cidade mulher” (de Humberto Mauro) quando tinha 13, de ser ensaiada pelo Noel Rosa… Então, são quase 90 anos no palco. E continuo fazendo.

EDUCAÇÃO: Neto Evangelista prestigia e reconhece conquistas do setor no MA

Ao prestigiar o trabalho do seu colega Felipe Camarão, que pode ser outro nome apresentado nas eleições de 2020 pelo grupo do governador Flávio Dino (PCdoB), Neto Evangelista revela que sabe separar possíveis disputas eleitorais do reconhecimento de um trabalho que está dando certo, ainda que seja de um potencial concorrente como é o caso do comandante da Seduc

Depois de participar ao lado do secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, da reinauguração do Centro de Ensino Força Aérea Brasileira, no bairro São Cristovão, na segunda-feira, 11, ontem o deputado Neto Evangelista (DEM) usou a tribuna da Assembleia Legislativa para destacar os avanços do programa Escola Digna no Estado do Maranhão.

“Dados mostram que o programa cresce de forma rápida. Hoje, 65% das escolas da rede estadual estão reformadas, 61 já foram entregues em substituição às escolas de taipa e de palha. Além disso, o estado tem investido, paralelamente, na qualificação profissional dos professores”, destacou o parlamentar.

A escola Força Aérea Brasileira, que atende alunos do ensino fundamental ao médio, não passava por nenhum tipo de reforma há mais de 20 anos. Foram realizados serviços de superestrutura, alvenarias e divisórias. Houve, ainda, a troca de telhado, colocação de forro PVC, revestimento, troca total do piso, pintura, e instalações elétricas e hidráulicas, com troca de louças.

Os 545 alunos tiveram melhoria no ambiente escolar e, consequentemente, da qualidade do ensino e aprendizagem. “A ação efetiva do governo pode ser vista pelos números. Em 2010, tínhamos, em torno de 20,8% de analfabetos no Maranhão e, hoje, temos 16,7%. Saímos da 21º para a 13º colocação no País na nota do IDEB”, relatou o democrata.

Neto Evangelista disse, ainda, que desde a implantação do programa, a educação maranhense vem obtendo resultados significativos.“Em 2014, não existia nenhuma vaga em escola de ensino integral no Maranhão. E, hoje, já passam de 13 mil alunos que estudam em escola de tempo integral. Vale destacar outros avanços na pasta, a exemplo das progressões, promoções e concursos públicos. O último concurso da categoria realizado no Estado ofereceu o maior salário do Brasil. Tudo isso resulta do trabalho incansável do Governo do Estado, por intermédio do secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, que não mede esforços para transformar a realidade da população maranhense pelo melhor caminho, que é o caminho do saber”.

São Luis 2020

Bom parlamentar, bem articulado na classe política, Neto Evangelista tem deixado claro o seu intento em disputar o pleito de prefeito de São Luis nas eleições de 2020. Além de uma atuação parlamentar de destaque, Neto já deu demonstração que possui perfil de gestor arrojado, competente e empreendedor focado em resultados quando da sua passagem pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) uma das maiores e importantes no âmbito do Governo do Estado.

Ao prestigiar o trabalho do seu colega Felipe Camarão, que pode ser outro nome apresentado nas eleições de 2020 pelo grupo do governador Flávio Dino (PCdoB), Neto Evangelista revela que sabe separar possíveis disputas eleitorais do reconhecimento de um trabalho que está dando certo, ainda que seja de um potencial concorrente como é o caso do comandante da Seduc, outra grata revelação da nova safra de políticos que surge no Maranhão.

(Com informação da Ascom/Dep. Neto Evangelista)

Dr Elizabeth Gonçalo é diplomado suplente de deputado federal no TRE-MA 2

O prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, prestigiou na tarde desta terça-feira (12), a diplomação do suplente de deputado federal Dr Elizabeth Gonçalo (Avante).

Natural de Pastos Bons, onde foi prefeito por três oportunidades, Dr Elizabeth Gonçalo foi diplomado suplente de deputado federal pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, Ricardo Duailibe. O médico disputou pela primeira vez, um cargo proporcional e obteve uma votação superior aos 56 mil votos, o que lhe deixou entre as principais lideranças políticas do Maranhão.

A votação expressiva lhe colocou a frente de nomes tradicionais da política maranhense como Paulo Marinho Júnior, Deoclides Macedo, Julião Amim e até do Pastor Gildenemyr que foi eleito através da proporcionalidade.

Dr Elizabeth Gonçalo trabalhou por anos como médico legista do Instituto Médico Legal, assim como atuou em diversos hospitais da rede pública nas cidades de Pastos Bons, Sucupira do Norte, Nova Iorque, Santa Rita e São Luís.

Com um histórico de defesa da população maranhense, especialmente da região do sertão, Dr Elizabeth Gonçalo vive a expectativa de assumir o mandato de deputado federal nos próximos meses.

Dr Elizabeth é considerado, um dos nomes que pode contribuir com o estado no Congresso Nacional. O médico mantém estreita relação com as entidades que compõem o Sistema S, isto é Sebrae, Sesc, Senai, Sesi, Senat, Senar, Sest e Sescoop. Inclusive, o suplente de deputado federal defende que é possível trazer uma série de benefícios para a população maranhense através de uma parceria com o Sistema S.

“Estou pronto para representar o Maranhão na Câmara Federal. É óbvio que dependemos de entendimento para assumir o mandato, mas caso eu chegue no exercício do mandato, o povo maranhense sabe que pode contar com um legítimo representante de suas demandas”, declarou.

Ainda participaram da cerimônia de diplomação, a prefeita de Bacabeira, Fernanda Gonçalo; o vice-presidente do Sebrae do Maranhão, Celso Gonçalo; o presidente da Fiema, Edílson Baldez.

Com a iminente ida de Rubens Pereira Júnior (PCdoB), para o secretariado de Flávio Dino, Dr Elizabeth Gonçalo passa a ser o primeiro suplente, uma vez que Simplício Araújo está ocupando a função de secretário de Indústria e Comércio e Gastão Vieira deve assumir o mandato.

Dr Elizabeth Gonçalo é irmão do prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, o qual foi responsável por coordenar a candidatura do ex-prefeito de Pastos Bons a deputado federal e de Ariston Sousa a deputado estadual, ambos obtiveram expressivas votações, demonstrando a força do grupo Gonçalo na disputa eleitoral.

Assembleia dá mais um passo para a modernização e implanta sistema de gerenciamento eletrônico de documentos

A Assembleia Legislativa lançou, nesta terça-feira (12), o novo sistema de gerenciamento eletrônico de documentos – o InovaLegis. A ferramenta permite o trâmite totalmente eletrônico de processos e documentos entre os setores administrativos da Casa.

Na solenidade de lançamento, o presidente da Alema, deputado Othelino Neto (PCdoB), fez a assinatura digital do primeiro processo eletrônico por meio do InovaLegis, dando início à utilização do sistema pelo Parlamento Estadual.

Participaram do evento diretores e servidores do Legislativo, que, a partir de agora, farão uso do sistema nas suas rotinas de trabalho. O deputado Wendell Lages (PMN) também esteve presente na apresentação. Entre os benefícios do InovaLegis estão economia com uso de papel, automatização dos fluxos processuais, compartilhamento do ambiente de trabalho em tempo real, além de transparência, segurança, celeridade e economicidade.

“Esse é mais um passo que nós damos, no sentido de modernizar os procedimentos da Assembleia Legislativa. Por isso, fizemos questão de ter esse momento de apresentação, para que entendamos como funciona o sistema e a importância dele, não só no que diz respeito à agilidade dos processos, mas como outros aspectos, a exemplo da economia de papel e o valor que isso tem no quesito ambiental”, destacou o presidente.

Othelino Neto afirmou, ainda, que a Assembleia passa a ser um exemplo para as outras instituições da sociedade. “Nesse sentido, inauguramos oficialmente esse sistema, assim como outros virão, para modernizar, dar celeridade, transparência e fazer com que a nossa Assembleia Legislativa se adeque a um novo momento e às novas tecnologias”, assinalou.

“É um momento de satisfação para toda a equipe, que se envolveu nesse projeto. O presidente Othelino, quando assumiu, uma das suas principais premissas foi a modernização da Casa. Demos o primeiro passo com a implantação do pregão eletrônico, colocando a Assembleia em um patamar de tecnologia na área de licitações. Estamos finalizando um trabalho longo, árduo, mas muito prazeroso”, ressaltou Antino Noleto, diretor administrativo da Alema.

A etapa inicial de carga de dados já foi finalizada e boa parte dos servidores já foram treinados para utilizar o sistema. Eles também contarão com todo o suporte técnico após a implantação. Segundo Paulo Marcelus Castro Silva, diretor de Tecnologia da Informação da Alema, o sistema é totalmente implantado no centro de processamento de dados da Casa, contando, assim, com todo o suporte para garantir a segurança das informações.

“É um sistema, como o nome já diz, inovador, através de uma empresa contratada, que fez a idealização e que já está trabalhando conosco há algum tempo, fazendo o trabalho de treinamento dos funcionários e implantação do sistema. É importante ressaltar que o sistema é totalmente implantado no Data Center da Assembleia Legislativa, com total segurança dos nossos sistemas de antivírus, firewall e pode ser acessado tanto no sistema de intranet da Alema, quanto nos sistemas web, através da internet”, explicou.

“O objetivo não é só criar automação na Casa, mas mudar rotinas. É preciso que todos nós estejamos engajados nesse processo de mudança. A área Legislativa, que será o segundo momento, já está em fase final e vamos disponibilizar à sociedade, em tempo real, todo o processo legislativo”, completou Braúlio Martins, diretor-geral da Mesa Diretora.

(Andressa Valadares / Agência Assembleia)

NESTA QUARTA-FEIRA: Roberto Rocha na CBN

O senador Roberto Rocha (PSDB) participa amanhã, quarta-feira, 13, de uma entrevista com os jornalistas Milton Jung e Gerson Camarotti na CBN. Será às 7h30 (horário de Brasília).

Na pauta o andamento das investigações da Corregedoria sobre a eleição para presidente do Senado Federal e as perspectivas da Liderança do PSDB.

Vale a pena conferir.

Blogs precisam ter linha editorial e postura profissional? 2

Recomendo aos colegas da blogosfera maranhense a leitura do texto a seguir. Vale a pena.

Ainda rola muito preconceito e muito conceito deturpado quando o assunto é blog. Muitos criticam sua profissionalização e outros já criticam a sua falta de profissionalização. Em eventos ou encontros sempre rolam debates sobre diversos pontos extremamente interessante, porém alguns simplórios também são debatidos, já que é muito fácil tratar blogs como mídias amadoras que não necessitam de linha editorial e que são livres para publicar qualquer porcaria.

Em parte, tudo isso é verdade. É bacana um blog expressar opinião própria, mas é inaceitável que um blog que queira ser referência em sua área não atue com profissionalismo. É muito mais sensato tratar o leitor como um cliente ou consumidor de informação, parceiro do blog, do que um invasor intrometido que pode ser expulso do nosso território a qualquer momento. Enquanto profissionais baterem na tecla que blogs podem publicar qualquer porcaria, os blogs serão qualquer porcaria.

Blogs são canais que podem ser trabalhados de forma profissional ou como mídias amadoras, exatamente como emissoras de televisão ou rádio fazem. É muito primário crer que um blogueiro possa postar textos com erros de português, focar apenas em “barracos” e que não precisa ter o menor compromisso com o leitor. É como discutir o papel da imprensa, da “velha mídia” ou se jornalistas e blogueiros podem conviver juntos.

Outro ponto interessante que merece reflexão é acerca do papel dos blogs em uma era com tantas redes sociais. Facebook, Twitter, YouTube ou Instagram são canais que devem trabalhar de forma complementar com os blogs. Um não atrapalha e não prejudica o outro. Discutir se o Facebook vai acabar com a blogosfera tem o mesmo peso que já teve a afirmação de que a televisão iria morrer com a popularização da web. E o que ainda se vê é a “junção” desses diversos canais, indo contra a opinião dos gurus.

Confira também  Portal oferece cursos online sobre comunicação, marketing e jornalismo

Blog não é só hype. Blog sério tem conteúdo sério. Blog sério tem contextualização e linha editorial. Quem afirma que blog não tem linha editorial não trata o blog como um canal sério, portanto, não é blogueiro. A investida dos grandes meios de comunicação em criar “blogs” para jornalistas da redação tem atrapalhado – e muito – a profissionalização da blogosfera brasileira. Lá fora blog é blog e é tratado com mídia de respeito. Aqui blog é uma seção onde um jornalista pode publicar qualquer “3 linhas” e ir embora.

Achar que jornalistas e blogueiros são profissões extremamente diferentes e incompatíveis é lamentável. Nesses casos, vale uma fantasia de dinossauro para alguns profissionais. Blogs e jornalismo andam juntos. Blogueiros e jornalistas andam juntos. A profissão blogueiro e a profissão jornalista são complementares, compatíveis e formam a mídia web. O discurso de “diário de adolescente” ou “velha mídia” não merece nem 140 caracteres.

(Fonte: BlogMidia8)