O “novo homem forte do Governo Flávio Dino” vai fazer algo por Zé Reinaldo, meu caro Jorge Aragão? 4

Se tiver essa “fortaleza” toda, Marcelo Tavares poderia, por exemplo, fazer de Zé Reinaldo o secretário da Representação do Maranhão em Brasília.

Li no blog do meu amigo Jorge Aragão o seguinte: “Desde o início do Governo Flávio Dino, em 1º de janeiro de 2015, o posto de “homem forte” da gestão comunista era de Márcio Jerry. Só que ficou vago por pouquíssimo tempo, já que o deputado estadual e chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares já o ocupou.”

Bom, se realmente Marcelo Tavares for no “O novo homem forte do Governo Flávio Dino”, como analisa Jorge Aragão, o sobrinho do ex-governador José Reinaldo, criador de Flávio Dino, diga-se, terá a obrigação de posicionar o tio em algum posto no âmbito do governo do Estado, sob pena de não parecer ser tão forte assim e pior: ingrato!

Se tiver essa “fortaleza” toda, Marcelo Tavares poderia, por exemplo, fazer de Zé Reinaldo o secretário da Representação do Maranhão em Brasília.

Mas, Flávio Dino aceita?

Com a palavra Marcelo Tavares.

Ou mesmo meu amigo Jorge Aragão.

EDUCAÇÃO: Neto Evangelista participa da solenidade de lançamento da agenda #PartiuEnem

O evento contou com a participação do governador Flávio Dino (PCdoB); do vice-governador, Carlos Brandão (PRB), do secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, além de prefeitos, secretários de estado, deputados estaduais e representantes da sociedade civil organizada.

O deputado estadual Neto Evangelista (DEM) participou, nesta sexta-feira (15), no auditório do Palácio dos Leões, representando a Assembleia Legislativa, da solenidade de lançamento da agenda #PartiuEnem, com a entrega de acervo literário de autores maranhenses e de laboratórios de Matemática, Física, Química e Biologia, a ser destinado, prioritariamente, aos Centros de Educação em Tempo Integral.

Para o parlamentar, a Educação maranhense avança significativamente desde 2015. “A exemplo da implantação do programa Escola Digna, da qualificação e valorização dos professores e da conquista da 13°colocação na nota do Ideb em nível nacional. Com esses novos investimentos, o governo fortalecerá, ainda mais, o ensino médio da rede pública estadual”, disse.

O evento contou com a participação do governador Flávio Dino (PCdoB); do vice-governador, Carlos Brandão (PRB), do secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, além de prefeitos, secretários de estado, deputados estaduais e representantes da sociedade civil organizada.

O projeto, que envolve recursos da ordem de R$4milhões, contempla uma série de atividades de intensificação da preparação e mobilização dos estudantes da rede pública estadual para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, destacou o aprimoramento do programa Escola Digna. “O foco principal é a aprendizagem. A programação acontecerá em todas as escolas estaduais e envolverá ações como #FDSdoTerceirão, Simulado #PartiuEnem, #TerceirãoNãoTiraFérias e #EnemTôPreparado”.

O governador Flávio Dino ressaltou a importância do projeto como opção para combater as desigualdades sociais. “É no espaço escolar e na perspectiva inclusiva que projetamos um sinal de sucesso da sociedade. Avançamos bastante, mas temos um desafio muito maior: proporcionar mudanças por meio da Educação, para termos um Maranhão digno e decente para todos”, finalizou.

SANTA RITA: Prefeito Hilton Gonçalo discute a produção de mandioca com representantes da AMBEV

O prefeito Hilton Gonçalo participou na última quinta-feira (14), de uma reunião com representante da AMBEV e membros da Federação da Agricultura e Pecuária do Maranhão, para discutir o aumento do plantio da mandioca que serve como matéria-prima para a produção da cerveja Magnífica.

Hilton Gonçalo acredita que o potencial agrícola do Maranhão, especialmente do município de Santa Rita, no plantio de mandioca deve ser melhor aproveitado pela AMBEV, que atualmente compra o produto agrícola, mas envia para Pernambuco para transformá-lo em fécula e aí sim ocorrer a produção da cerveja.

O prefeito de Santa Rita inclusive sugeriu que possa ser discutida a construção de uma fecularia no Maranhão, afinal assim existiria geração de emprego e renda no estado, além de deixar o custo da produção da Magnífica mais barato.

Atualmente a Ambev está produzindo duas cervejas à base de mandioca, a Magnífica no Maranhão e a Nossa em Pernambuco, ambas são vendidas de forma exclusiva somente nos dois estados.

Durante a reunião que contou com a participação do presidente da FAEMA e do Sebrae, Raimundo Coelho, assim como do vice-presidente do Sebrae, Celso Gonçalo, foi abordado o assunto da distribuição da cerveja que ainda não está presente nos grandes supermercados do Maranhão.

O representante da AMBEV explicou que isso decorre por conta da produção, que ainda não atende toda a demanda. Diante desse fato, mais uma vez foi sugerida a ampliação e o incentivo à produção da mandioca no estado.

Hilton Gonçalo é um incentivador do desenvolvimento agrícola de Santa Rita, e por isso ele defende que a mandioca não deve ser usada apenas para a produção de farinha. “Acabou aquela história que Santa Rita era conhecida por ser a terra da farinha, hoje nós produzimos muito mais, claro que mantemos a tradição da nossa deliciosa farinha, mas atualmente somos produtores de outras culturas agrícolas, assim como temos um grande potencial na piscicultura”, declarou.

VÍDEO: Senadora Eliziane Gama recebe comitiva de políticos maranhenses em Brasília

Eliziane Gama agradeceu a visita dos jovens políticos maranhense e assegurou que o seu mandato está à disposição de todos que desejam trabalhar a favor do nosso estado.

A senadora Eliziane Gama (PPS) recebeu na tarde de ontem, quinta-feira, 14, uma comitiva de políticos maranhenses. O encontro foi realizado no gabinete da parlamentar em Brasília.

Liderada pelo presidente da Câmara de São Luis, vereador Osmar Filho (PDT), e formada ainda pelo deputado federal Pedro Lucas Fernandes (PTB) e pelos vereadores Marquinhos (DEM) e Estevão Aragão (PSDB), além de uma visita de cortesia para prestigiar a senadora, a comitiva levou algumas demandas importantes para a capital e para o Maranhão em geral.

O presidente Osmar Filho agradeceu a “forma acolhedora com que a comitiva foi recebida pela senadora Eliziane onde foram tratadas pautas importantes para a cidade São Luis”. O vereador afirmou também que percebeu “o quanto a bancada maranhense no Congresso Nacional está bem intencionada para ajudar não só São Luis, mas todo o estado do Maranhão”.

Eliziane Gama, por sua vez, agradeceu a visita dos jovens políticos maranhense e assegurou que o seu mandato está à disposição de todos que desejam trabalhar a favor do nosso estado.

Quem também integrou a comitiva foi experiente delegado da Polícia Civil do Maranhão, Almir Macedo, que, dessa vez, ouviu mais e falou menos.

A seguir o vídeo com o resumo da reunião nas imagens captadas pelas câmeras do jornalista Ênio Borgmann. Confira.

Empresa familiar: profissionalização, sucessão e conflitos

A questão da sucessão é importantíssima e tem uma posição ambígua, pois nesta fase as empresas podem encerrar suas atividades ou até mesmo caminharem para um novo nascimento

Armando Lourenzo, via Administradores.com

A sobrevivência é hoje uma das maiores preocupações dos dirigentes de empresas familiares, em especial dos dirigentes das firmas de pequeno porte. Para este setor pode-se observar que várias empresas enfrentam problemas operacionais ou estratégicos, isto é, dificuldades relacionadas à inadequação, tanto na utilização quanto na escolha dos recursos disponíveis para o alcance de diferenciais de mercado.

Dentre esses problemas a questão da sucessão é importantíssima e tem uma posição ambígua, pois nesta fase as empresas podem encerrar suas atividades ou até mesmo caminharem para um novo nascimento. Aliada ao problema da falta de profissionalização, atinge cerca de 80% das empresas desse segmento da economia.

A empresa familiar, atualmente representa uma parte significativa no conjunto das empresas privadas existentes no país e no mundo. Pesquisas mais conservadoras apontam para o percentual de 75% aproximadamente em termos mundiais. Seus problemas são muito conhecidos: dificuldades para a transferência do comando (sucessão) e a falta de profissionalização.

Na tentativa de orientar a empresa familiar para o seu prolongamento, apresentam-se dois instrumentos básicos de gestão: programa de profissionalização e planejamento da sucessão.

O primeiro é a profissionalização, a qual pode-se entender em seu sentido mais amplo como uma administração onde a propriedade está separada da gestão, ou seja, família é família e empresa é empresa. É claro que a profissionalização na prática, não quer dizer substituição total dos parentes por pessoas de fora, pois podem existir membros da família que sejam qualificados e competentes para o exercício da gerência.

Neste sentido o caminho é estabelecer os critérios de ingresso e permanência na empresa e a partir disto escolher as pessoas. Outra questão a ser resolvida é a estruturação formal da empresa, pois em algumas situações a “bagunça organizacional” já tomou conta, dificultando assim o funcionamento das atividades da firma. Deve-se ressaltar que não se está propondo um engessamento a tal ponto que a agilidade seja absorvida por esta nova estrutura, mas sim o aparecimento de regras para que a empresa possa caminhar de forma a não depender apenas da cabeça de uma única pessoa.

O segundo instrumento é o planejamento da sucessão empresarial. A escolha do sucessor deve ser orientada por critérios claros e apoiada pela família. Dependendo do caso outros agentes podem influenciar indiretamente na escolha, como clientes ou fornecedores. Esta situação vai estar relacionada ao tipo de influência destes agentes na atuação da firma.

Os pontos mais críticos da sucessão podem ser apresentados por:

• falta de vocação e dificuldades no treinamento e na escolha dos sucessores,
• diferenças entre as visões estratégicas do fundador e do sucessor,
• falta de conscientização por parte do fundador que deve fazer o planejamento da sucessão,
• dificuldade na aceitação do sucessor escolhido, por parte do resto da família.
• conflitos entre os membros da família.

Para minimizar os pontos críticos, a sucessão deve ser planejada desde o início da empresa, sendo muito importante que o próprio fundador ajude a coordenar e planejar o programa de ação.

Esses instrumentos podem estar planejados e organizados, porém se as pessoas não colaborarem, tudo não passará de uma relação de desejos. Conflitos entre sócios, parentes e funcionários são constantes, porém apesar da dificuldade em reduzi-los totalmente, estes devem ser gerenciados. Além dos conflitos existentes entre o fundador e seus funcionários, existem aqueles resultantes da relação entre os membros da família (mesmo os que não trabalham) e a empresa. Para estes problemas recomendam-se atividades de treinamento e comunicação para os familiares, com o objetivo de buscar um equilíbrio interno de conhecimentos e a elaboração de um conjunto de regras de convivência com a participação de todos os membros na sua confecção, visando um maior comprometimento.

Os instrumentos apresentados não têm o objetivo de resolver todos os problemas relativos às empresas familiares, mas sim orientar o pensamento dos dirigentes na geração de programas que visem aumentar a longevidade da empresa familiar, de modo que esteja adequada ao ambiente, integrada as expectativas da família e gerando os resultados necessários.

ESPAÇO ALTERNATIVO: Lulu Santos e um certo secretário 10

Qual o problema em dizer que uma certa autoridade saiu do armário? Nenhuma, claro! Mas não será o blogueiro que vai dar o nome aos bois ou a outros bichos quaisquer, isso quem tem que fazer, ou melhor, assumir, é o próprio cidadão que resolveu radicalizar segundo a ideia de que “toda forma de amor vale a pena”.

Vamos lá.

Bastou uma simples publicação no Twitter do Blog do Robert Lobato para criar um quiproquó desgraçado. O que foi publicado? Isso aqui abaixo:

É que durante um almoço nesta quinta-feira, 14, fui informado que uma notória autoridade do Governo do Maranhão resolveu assumir o que realmente é e partiu para ser feliz ao lado de quem verdadeiramente ama. Aplausos!

“Ora, meu caro Bob, alguém tem a ver algo com a opção afetiva, no caso, homoafetiva, do referido cidadão”?, perguntaria aquela leitor crítico.

A resposta é: claro que não!

Ocorre que há pessoas que vêm chifre em cabeça de cavalo e boa parte delas de má-fé.

A reação ao que eu escrevi no Twitter é impressionante.

De homossexuais assumidos aos não assumidos, passando por “homofakes” (homossexuais com perfis falsos) todos resolveram partir para a agressão deste humilde blogueiro como se um pecada capital tivesse cometido. Uma babaquice sem tamanho!

As reações raivosas remetem àquela ideia de que os homossexuais querem todos os direitos do mundo, e os merecem, mas não aceitam qualquer tipo opinião que não os agradam, pois qualquer opinião, critica ou mesmo uma simples brincadeira é sinal de “homofobia”, “racismo” e “preconceito”. Ah! Comprem-me um bode, ou melhor, um veado para comer no leite de coco!

Qual o problema em dizer que uma certa autoridade saiu do armário? Nenhuma, claro! Mas não será o blogueiro que vai dar o nome aos bois ou a outros bichos quaisquer, isso quem tem que fazer, ou melhor, assumir, é o próprio cidadão que resolveu radicalizar segundo a ideia de que “toda forma de amor vale a pena”.

Aí é que boto fé em caras como Lulu Santos que arrombou o armário de vez e assumiu a sua condição de homossexual em dos seus shows.

No Maranhão, porém, me aparecem uns babacas que sabem de quem se trata o secretário e ao invés de defendê-lo com argumentos qualificados preferem partir para cima deste blogueiro com as mais diversas ofensas. Todos os direitos aos homos e nenhum aos héteros é isso?

Não preciso dizer que sou hétero, pois sou e me orgulho de sê-lo. Aliás, tenho parentes próximos que não são, mas cada um respeita a sua condição sexual.

Enfim, não será o Blog do Robert Lobato que dirá quem é cara que resolveu deixar a esposa para viver com uma outra autoridade aí…

Que um dia ele criei coragem e faça como Lulu Santos, mas não apenas saia do armário, mas saia assumindo e beijando na boca publicamente o seu amor.

E para encerrar, fiquem com um dos maiores craques da história do Flamengo.

Boa noite.

BEQUIMÃO: Em nota bem fundamentada, prefeito Zé Martins lança por terra factoide sobre ‘abandono’ do Parque Expocapril

Com documentos e fotos, o gestor bequimãoense prova o exagero do Ministério Público e a injustiça cometida por falta de informações.

Salão de palestras e reuniões do Parque Expocapril construído em 2014.

Após o Ministério Público do Estado do Maranhão (MPE) publicar uma matéria sem argumentação apontando uma série de irregularidades e acusar o prefeito de Bequimão, Zé Martins de abandonar a obra do Parque Expocapril e alega ausência de prestação de contas dos valores recebidos por meio do convênio com o Governo do Estado, através da Secretaria de Agricultura (Sagrima), o prefeito Zé Martins emitiu nota de esclarecimento desmontando o verdadeiro factoide do MP de Bequimão. Com documentos e fotos, o gestor bequimãoense prova o exagero do Ministério Público e a injustiça cometida por falta de informações.

Salão onde são realizadas reuniões e palestras construído no Parque Expocapril em 2014 em Bequimão. Fotos: Rodrigo Martins.

A seguir a íntegra da nota assinada pelo prefeito Zé Martins, reconhecidamente um dos prefeitos mais sérios e competentes do Maranhão. Confira.

O prefeito de Bequimão, Zé Martins, em respeito à opinião pública, e em atenção às matérias jornalísticas diversas dando conta da propositura de Ação Civil por ato de Improbidade Administrativa proposta pelo Ministério Público Estadual através de sua Promotoria instalada na Comarca de Bequimão, vem esclarecer o que segue:

1 – Inicialmente devemos reconhecer e louvar o zelo do Ministério Público na defesa do patrimônio público e da probidade administrativa, iniciativas que por vezes, devido ao excesso de zelo, acaba por cometer algumas injustiças, como foi no presente caso;

2 – Com efeito, o Município de Bequimão assinou convênio com o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Agricultura, ainda no ano de 2014, cujo objeto era a construção da infraestrutura do Parque de Exposição do município, no valor de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais);

Prédio construído em 2014 pela prefeitura de Bequimão e Sagrima onde funcionará o Restaurante durante a Expocapril em Bequimão-MA

3 – Do total contratado, o governo estadual repassou apenas R$ 100.000,00 (cem mil reais), tendo o Município de Bequimão executado bem além deste valor, prova disso é que nunca cessou as exposições no mencionado parque como mostram as fotografias que seguem em anexo a esta nota;

4 – Embora tenha recebido somente o valor da primeira parcela, apesar de reiterados pedidos de medições para receber o restante do convênio e concluir a obra, o Município de Bequimão, fez sim, a prestação de contas do valor recebido em 26 de dezembro de 2014, conforme protocolo da SAGRIMA, tendo sido a mesma autuada com o Processo 0244876/2014 (SAGRIMA), falecendo de qualquer sentido a acusação da parte do MPE de que não houve a prestação de contas;

Documento mostra a prestação de contas do convênio com a Sagrima em dezembro de 2014, conforme acima citado.

5 – Com relação à ilação de que teria havido “irregularidades no processo”, trata-se de uma acusação totalmente sem sentido. O processo licitatório obedeceu todas as etapas previstas em lei e o objeto foi executado. Não tendo sido concluído até o final, devido à ruptura unilateral do convênio por parte do atual governo estadual.

A foto mostra que a obra só não foi concluída 100% por falta de pagamento do atual Governo do Estado da última parcela do convênio.

6 – Por fim, conclamamos, não apenas o Ministério Público, mas, também, a imprensa e toda a sociedade a se manterem vigilantes quanto à fiscalização dos recursos públicos, pois da parte deste gestor tais iniciativas sempre terão todo o apoio necessário, uma vez que a fiscalização e vigilância apenas atestarão a lisura dos nossos procedimentos.

Atenciosamente,

Zé Martins
Prefeito de Bequimão.

PAÇO DO LUMIAR: Município receberá equipamentos agrícolas através de emendas do deputado Hildo Rocha e do ex-senador Lobão

Aproveitando a relação e o prestígio político junto a Hildo Rocha e Lobão, o Pastor Sampaio esteve na manhã desta quarta-feira, 13, numa audiência com o superintendente da CODEVASF, Jones Braga, acompanhado de lideres de associações rurais.

As comunidades da zona rural de Paço do Lumiar têm o que comemorar.

Município da Região Metropolitana ainda com vastas e produtivas áreas agrícolas que precisa ser sustentavelmente exploradas, o município de Paço do Lumiar acaba de ser contemplado com kits de irrigação a fim de ajudar no desenvolvimento e incremento da agricultura familiar.

No total serão serão 50 kits de irrigação viabilizados através de emenda do deputado federal Hildo Rocha (MDB), que não tem medido esforços para ajudar a população de vários municípios, independente do gestor municipal ser ou não alinhado politicamente a ele, como é o caso Paço do Lumiar que é administrada pelo prefeito Domingos Dutra (PCdoB).

Além da visão republicana de Hildo Rocha, não se pode desconhecer o empenho do pastor Sampaio Júnior, que apresentou as demandas tanto ao deputado, que está no seu segundo mandato, quanto ao ex-senador Lobão, demandas estas que consistiram de uma patrulha mecanizada, equipamento composto por um trator, uma grade de arar e um carrinho de madeira. emenda do ex senador Lobão. Esses equipamentos estarão disponível para o produtor rural de Paço do Lumiar até o início de abril, após todos os trâmites legais.

CODEVASF

Aproveitando a relação e o prestígio político junto a Hildo Rocha e Lobão, o Pastor Sampaio esteve na manhã desta quarta-feira, 13, em audiência com o superintendente da CODEVASF, Jones Braga, acompanhado de lideres de associações rurais onde ficou definido quais as entidades serão atendidas pelo programa e período em que os equipamentos serão entregues.

O deputado Hildo Rocha fez questão de declarar: “As portas do nosso gabinete sempre estarão abertas ao Pastor Sampaio, pois sei que mesmo sem mandato ele tem corrido atrás de melhorias para Paço do Lumiar, uma cidade com forte tradição agrícola”.

(Com informações do blog do Kim Lopes)

EDUCAÇÃO: Neto Evangelista prestigia e reconhece conquistas do setor no MA

Ao prestigiar o trabalho do seu colega Felipe Camarão, que pode ser outro nome apresentado nas eleições de 2020 pelo grupo do governador Flávio Dino (PCdoB), Neto Evangelista revela que sabe separar possíveis disputas eleitorais do reconhecimento de um trabalho que está dando certo, ainda que seja de um potencial concorrente como é o caso do comandante da Seduc

Depois de participar ao lado do secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, da reinauguração do Centro de Ensino Força Aérea Brasileira, no bairro São Cristovão, na segunda-feira, 11, ontem o deputado Neto Evangelista (DEM) usou a tribuna da Assembleia Legislativa para destacar os avanços do programa Escola Digna no Estado do Maranhão.

“Dados mostram que o programa cresce de forma rápida. Hoje, 65% das escolas da rede estadual estão reformadas, 61 já foram entregues em substituição às escolas de taipa e de palha. Além disso, o estado tem investido, paralelamente, na qualificação profissional dos professores”, destacou o parlamentar.

A escola Força Aérea Brasileira, que atende alunos do ensino fundamental ao médio, não passava por nenhum tipo de reforma há mais de 20 anos. Foram realizados serviços de superestrutura, alvenarias e divisórias. Houve, ainda, a troca de telhado, colocação de forro PVC, revestimento, troca total do piso, pintura, e instalações elétricas e hidráulicas, com troca de louças.

Os 545 alunos tiveram melhoria no ambiente escolar e, consequentemente, da qualidade do ensino e aprendizagem. “A ação efetiva do governo pode ser vista pelos números. Em 2010, tínhamos, em torno de 20,8% de analfabetos no Maranhão e, hoje, temos 16,7%. Saímos da 21º para a 13º colocação no País na nota do IDEB”, relatou o democrata.

Neto Evangelista disse, ainda, que desde a implantação do programa, a educação maranhense vem obtendo resultados significativos.“Em 2014, não existia nenhuma vaga em escola de ensino integral no Maranhão. E, hoje, já passam de 13 mil alunos que estudam em escola de tempo integral. Vale destacar outros avanços na pasta, a exemplo das progressões, promoções e concursos públicos. O último concurso da categoria realizado no Estado ofereceu o maior salário do Brasil. Tudo isso resulta do trabalho incansável do Governo do Estado, por intermédio do secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, que não mede esforços para transformar a realidade da população maranhense pelo melhor caminho, que é o caminho do saber”.

São Luis 2020

Bom parlamentar, bem articulado na classe política, Neto Evangelista tem deixado claro o seu intento em disputar o pleito de prefeito de São Luis nas eleições de 2020. Além de uma atuação parlamentar de destaque, Neto já deu demonstração que possui perfil de gestor arrojado, competente e empreendedor focado em resultados quando da sua passagem pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) uma das maiores e importantes no âmbito do Governo do Estado.

Ao prestigiar o trabalho do seu colega Felipe Camarão, que pode ser outro nome apresentado nas eleições de 2020 pelo grupo do governador Flávio Dino (PCdoB), Neto Evangelista revela que sabe separar possíveis disputas eleitorais do reconhecimento de um trabalho que está dando certo, ainda que seja de um potencial concorrente como é o caso do comandante da Seduc, outra grata revelação da nova safra de políticos que surge no Maranhão.

(Com informação da Ascom/Dep. Neto Evangelista)