O Tribunal de Justiça foi induzido ao erro, afirma Zé Inácio após afastamento do prefeito de Governador Nunes Freire

Contra o golpe que estão orquestrando ao prefeito Indalécio, o Gago (PT) de Governador Nunes Freire, o deputado Zé Inácio (PT) se manifestou na sessão plenária desta quinta-feira 21/06, na Assembleia Legislativa.

Em decisão proferida pelo Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão, Luiz Gonzaga Almeida Filho, foi determinado o afastamento do prefeito Gago do cargo, acatando o pedido da promotora Laura Amélia. A alegação é que ele não estaria apto para a função.

Zé Inácio rebateu a decisão, relembrando que Indalécio foi empossado legitimamente pela Câmara Municipal. E só retornou ao cargo quando estava em pleno gozo de suas funções. “Ele estava vistoriando obras, fez o pagamento do funcionalismo público, recuperou as principais ruas da cidade, colou o hospital para funcionar com medicamentos na farmácia. Estive lá no último domingo, quando foi realizado um grande ato político pelo prefeito, e testemunhei o quanto ele é querido e o quanto ele estar totalmente apto para continuar a exercer seu mandato”, alegou.

Para o parlamentar, o Tribunal de Justiça foi induzido ao erro, visto que a decisão dada pela segunda instância foi baseada em fatos ocorridos em meses anteriores, ao reestabelecimento do prefeito. “O TJMA foi induzido ao erro, já que consta nos autos o laudo médico atestando a capacidade plena do Gago. O Tribunal o afastou para solicitar a perícia. E por que não agiu como o juiz da primeira instância, que solicitou o laudo médico sem pedir seu afastamento do cargo??”, questionou Zé Inácio.

Esse golpe político que estar sendo orquestrado via judiciário pelo vice-prefeito Josimar Alves de Oliveira, é semelhante ao golpe dado na presidenta Dilma Rousseff. “Não vamos aceitar esse golpe do vice-prefeito, que está sendo feito igualmente como fizeram com a presidenta Dilma, pois o Gago estar em pleno gozo de suas capacidades mentais e com total condições para realizar a gestão do município. Mas não tenho dúvida que esse erro será imediatamente corrigido e a justiça reestabelecida. Espero que o Tribunal reveja sua decisão, faça justiça e que prevaleça a vontade do povo, que o elegeu com mais de oito mil votos”, disse.

ELEIÇÕES 2018: PT pode ter a vice e indicar dois suplentes na chapa de Roseana Sarney

Curiosamente, esses movimentos surgem exatamente após a volta do ex-presidente José Sarney ao Brasil, depois de passar umas semanas nos Estados Unidos acompanhado da esposa, dona Marly

Enquanto o governador relaxa e esnoba o PT, uma fonte bem posicionada no tabuleiro político maranhense e ligadíssima ao grupo Sarney, que reside em Brasília, afirmou ao Blog do Robert Lobato que a pré-candidata à governadora Roseana Sarney (MDB) está disposta a ceder um bom espaço ao PT na sua chapa para as eleições de 2018.

Segundo essa fonte, Roseana já está tratando “no planalto e planície para convidar o PT para ocupar a vice e duas suplências de senador”.

O Blog do Robert Lobato quis saber da fonte se tal movimento não encontraria resistência na cúpula nacional do PT, no que respondeu: “Pelo contrário. A relação de Roseana e principalmente do presidente Sarney com o PT continuam boas, inclusive o ex-presidente tem mantido contato diário com interlocutores do PT, principalmente para tratar sobre a liberdade do Lula”.

Curiosamente, esses movimentos surgem exatamente após a volta do ex-presidente José Sarney ao Brasil, depois de passar umas semanas nos Estados Unidos acompanhado da esposa, dona Marly.

Será que vem coisa por aí?

A conferir.

BEQUIMÃO: Prefeito Zé Martins desmonta fake news produzido nos porões da Secom e ainda enquadra Flávio Dino 4

Em um bem fundamento direito de resposta, blog amilhado do Palácio dos Leões teve que publicar a verdade sobre a chegada das estruturas da ponte Centra-Bequimão e ainda foi obrigado a expor a perseguição do governador Flávio Dino ao município de Bequimão.

Em um bem fundamentado direito de resposta, o prefeito de Bequimão, Antonio José Martins (MDB), mais conhecido como Zé Martins, matou dois coelhos numa lapada só. Explica-se.

Através de um blog alugado pelo Palácio dos Leões, cujos membros do governo teriam até a senha de acesso para publicar o que bem quiserem, adversários do prefeito Zé Martins inventaram que ele teria impedido a “Passagem de estrutura da ponte pelo centro da Bequimão”.

A ponte em questão é que a liga Central a Bequimão que o governo Flávio Dino prometeu começar as obras logo no primeiro ano da sua gestão, mas só agora, nas vésperas das eleições, que resolveu fazer um factoide miserável com entrega de estruturas metálicas numa cena dantesca onde carretas aparecem como se fossem “outdoors ambulantes” com propagandas do governo, no que acertadamente o competente jornalista Gilberto Léda denominou de “VLT da Baixada”, numa referência a entrega do lendário VLT do ex-prefeito João Castelo que chegou com pompas em São Luis e hoje apodrece em algum depósito da cidade.

Pois bem. No direito de resposta que o blog palaciano foi obrigado a publicar, Zé Martins faz o devido esclarecimento sobre o que de fato ocorreu quando da chegada das tais estruturas nos “outdoors ambulantes” e ainda chama atenção para a realidade que o município de Bequimão enfrenta em termos de perseguição do governo Flávio Dino, em particular na área da saúde já que, segundo afirma o prefeito no seu pedido de resposta, o governo está “se omitindo em repassar quase 2 milhões de reais ao Município de Bequimão.

Em suma: além de desmontar o fake news do blog amilhado, o prefeito Zé Martins ainda enquadrou o governador Flávio Dino. Toma!

A seguir, a íntegra do direito de resposta assinado pelo prefeito Antonio José Martins, reconhecido como um dos melhores prefeitos não apenas da Baixada, mas do Maranhão. Confira.

Senhor jornalista,

A respeito da matéria “ALIADO DE ROSEANA IMPEDE PASSAGEM DE ESTRUTURA DA PONTE PELO CENTRO DE BEQUIMÃO”, vimos, nos termos do Art. 5º, V da Constituição Federal c/c art. 2º, da Lei nº. 13.188/2015, e ainda, nos termos do art. 58 da Lei 9.504/1997, sem prejuízo de outras ações de caráter civil e penal, REQUERER

DIREITO DE RESPOSTA, que seque nos termos seguintes:

A “matéria” jornalística do blogue, na intenção clara de fazer proselitismo barato, por ignorância ou má-fé, descumpre a principal missão do jornalismo sério: bem informar os seus leitores sobre os fatos.

Como é de conhecimento de todos, 19 de junho é festejado o aniversário do Município de Bequimão, que ontem fez 83 anos de emancipação politica.

E, para festejar a data, muito querida por todos bequimãoenses, a prefeitura municipal, como tem feito todos os anos, programou uma série de eventos que se desenvolveram durante todo o dia no cento da cidade e nas principais vias, como corridas, ciclismo, shows, e diversas outras atividades ao ar livre.

Visando garantir a segurança dos participantes das festividades, a Guarda Municipal foi orientada a interditar, durante todo o dia, o tráfego de veículos nas vias do centro destinadas à comemoração, somente permitindo a passagem dos residentes, e ainda a assim, com velocidade controlada, em veículos pequenos.

Por conta disso, a guarda orientou o comboio com o material de construção para ponte Bequimão/Central do Maranhão – obra essencial para a região –, fosse feito por uma via alternativa, e não pelo centro da cidade, que àquela altura se encontrava tomado pelas atividades festivas alusivas ao aniversário da cidade.

O prefeito de Bequimão, Antonio Martins, diferente de uns e outros, roga pelo desenvolvimento da região, e nunca se furtou as iniciativas do Governo Estadual em beneficio da população, por conta de questões politicas. Muito pelo contrário, sempre que foi chamado participou das mesmas.

É assim, firme nos interesses da população que mantém todos os serviços de saúde do Hospital Municipal, embora o Governo Estadual esteja se omitindo em repassar quase 2 milhões de reais ao Município de Bequimão. Aliás, este ano de 2018, até a presente data, não houve um único repasse aquela casa de saúde, prejudicando não apenas a população de Bequimão, mas, também, dos municípios vizinhos. Esta sim, um atitude coronelista e incompatível com a democracia que vivenciamos em pleno Século XXI.

Acreditamos que o jornalista, ao produzir uma matéria sem se inteirar de todos os fatos, e procurar fazer proselitismo politico com fatos que não conhece, presta um péssimo serviço à população ou a quem lhe encomendou a matéria.

Atenciosamente,
Antonio José Martins.
Advogado, no exercício do cargo de Prefeito Municipal.

PT cogita Dilma como ‘plano B’ em MG

Ideia de lançar presidente cassada ao governo, substituindo Fernando Pimentel, é tratada nos bastidores, mas encontra resistência da própria petista

No dia 28, Dilma terá uma reunião com as bancadas estadual e federal do PT-MG. Será a primeira grande reunião dela com o partido para falar sobre as eleições 2018. A expectativa de líderes do PT mineiro é de que o tema entre na pauta. “Nosso candidato ao governo é o Pimentel, com Dilma sendo nossa pré-candidata ao Senado, por enquanto. Vamos debatendo. O processo eleitoral é dinâmico”, disse o deputado petista Reginaldo Lopes (MG) ao Estado.

Segundo o parlamentar, esse debate interno “ainda” não começou, mas a decisão final será de Pimentel. A ex-presidente mudou seu domicílio eleitoral do Rio Grande do Sul para Minas Gerais no limite do prazo legal a pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Dilma soube das articulações por meio da imprensa. Em suas redes sociais, ela rechaçou qualquer possibilidade de assumir o lugar de Pimentel, seu amigo pessoal desde a adolescência, na disputa estadual.

Sem saber que a possibilidade é cogitada por seus próprios companheiros de partido, Dilma classificou a articulação de “fake news” e atribuiu os boatos aos adversários. “Não há hipótese de eu ser candidata ao governo de Minas. É a própria fake news dos interessados em evitar uma nova derrota nas urnas, como em 2014”, escreveu a presidente cassada.

Em caráter reservado, integrantes da direção do PT mineiro disseram temer que o desgaste de Pimentel leve a sigla ao isolamento em Minas Gerais. A avaliação é de que Dilma seria uma “tábua se salvação” para o partido, já que ela estaria bem colocada nas pesquisas feitas para consumo interno.

Pimentel enfrenta desgaste tanto pelas acusações a que responde na Justiça quanto pelo desempenho do governo. Ele é réu em ação no Superior Tribunal de Justiça (STJ) por suposto caixa 2 na campanha de 2014. Nos últimos meses, virou alvo de setores importantes do funcionalismo, como os professores, por causa de atrasos no pagamento de salários.

O petista ainda enfrenta atritos com prefeitos mineiros, inclusive de partidos de sua base na Assembleia Legislativa, por falta de repasses aos municípios. O governador não compareceu ao 35.º Congresso da Associação Mineira de Municípios realizado nesta quarta-feira, 20, em Belo Horizonte. O nome do governador foi vaiado pelo público do evento formado por prefeitos, vice-prefeitos e vereadores quando o mestre de cerimônias anunciou sua ausência. Ele foi o único pré-candidato a faltar.

Um dia antes, Pimentel estava em São Paulo, onde almoçou com o ex-prefeito Fernando Haddad e o ex-ministro Walfrido Mares Guia em um bistrô francês no bairro dos Jardins. Segundo interlocutores, o assunto foi a eleição presidencial.

Auxiliares de Pimentel rejeitam a ideia de substituição e dizem que a possibilidade de o governador não ser candidato à reeleição é menor do que a de Dilma ser barrada na disputa ao Senado. Dirigentes petistas, no entanto, confirmam a articulação e citam o nome do empresário Josué Gomes da Silva (PR), filho do ex-vice-presidente José Alencar, como alternativa.

Palanque. Apesar de comandar a máquina estadual, Pimentel ainda não conseguiu atrair partidos grandes e médios para sua coligação. O senador Antonio Anastasia, pré-candidato do PSDB ao governo, já articulou o apoio de PPS, PSD e PSC.

No dia 26, o PTB deve anunciar oficialmente apoio ao pré-candidato tucano. Pimentel está próximo de PSDC e PMN. Procurada, a presidente do PT-MG, Maria Aparecida de Jesus, disse que Dilma vai disputar o Senado. / COLABOROU JONATHAS COTRIM

PRESIDENCIÁVEIS 2018: Por que Ciro Gomes e Jair Bolsonaro não são opções para o país 8

 “Brasil que o Brasil quer para o futuro”, para parodiar aquele besteirol da Globo, dois entre os principais pré-candidatos a presidente da República não têm condições de oferecer nada de bom ou seguro para o nosso país.

Um é Ciro Gomes (PDT), o outro é Jair Bolsonaro (PSL).

Mas, como nos ensinara Jack, o estripador, vamos por partes. Ciro Gomes primeiro.

Ex-deputado estadual, ex-deputado federal, ex-prefeito de Fortaleza, ex-governador governador do Ceará, ex-ministro da Fazenda (governo Itamar Franco) e ex-ministro da Integração Nacional (governo Lula), ninguém pode negar que Ciro Gomes tem um currículo de gestor público admirável, tanto quanto o seu currículo partidário: PDS, PMDB, PSDB, PPS, PSB, Pros e agora PDT – sabe-se lá até quando.

Ciro Gomes poderia ser um bom presidente não fosse sua personalidade completamente doentia, incompatível com as exigências emocionais que requer a liturgia do maior cargo da República.

Bipolar, Ciro Gomes vai do médico ao monstro em apenas um milésimo de segundo, basta ser contrariado, questionado, criticado ou confrontado com algo que não lhe agrade.

Se esquecer de tomar o seu remédio controlado, Ciro Gomes espanca até a sua mãe! Aliás, o presidenciável tem fama de valentão, inclusive de ser chegado à uma violência doméstica básica, segundo noticiou tempos atrás a imprensa falada, escrita e televisiva.

O problema é que Ciro sempre parece esquecer de tomar o “tarja preta”, aí, meu amigo, cai capa do bom gestor público e sobe a do doidão, do emocionalmente desequilibrado.

O maior anti-Ciro é o próprio Ciro.

Jair Bolsonaro

Passemos agora para o milico Jair Bolsonaro.

Bom, esse nem currículo de gestor público possui.

Porém, no quesito infidelidade partidária o presidenciável Jair Bolsonaro supera o seu colega de “gênio” Ciro Gomes.

Enquanto o ex-governador cearense passou por sete agremiações partidárias, o deputado fluminense passou por oito: PDC, PP, PPR, PPB, PTB, PFL, PP (o retorno) e agora o PSL. Ufa!

Jair Bolsonaro é uma tábula rasa no que diz respeito a assuntos e temas importantes sobre a gestão, economia, desenvolvimento, relações internacionais, entre outros que exigem de um candidato a presidente da República conhecimentos suficientes para enfrentar um debate sério sobre o país.

Noves fora defender questões que o senso comum aceita como verdades, Bolsonaro é uma aberração política. E o Brasil descobrirá isso quando ele for exprimido nos debates com os seus concorrentes ou mesmo naqueles promovidos por entidades de classe com participação de jornalistas, acadêmicos, intelectuais etc.

Em verdade, Bolsonaro é fruto dessa zorra institucional e política que o Brasil atravessa. Figuras como Adolf Hilter, por exemplo, também surgiram pelo desolamento aos quais os cidadãos sentiam nos seus países.

De qualquer forma, e seja como for, nem Ciro Gomes e nem Jair Bolsonaro lograrão êxito em chegar à Presidência da República.

Isso poque, de fato, ambos não são opções para o país.

E a campanha eleitoral vai revelar isso.

Para o bem do Brasil e do povo brasileiro.

COMUNIDADES INDÍGENAS: Waldir Maranhão cumpre agenda no Ministério da Saúde

A agenda faz parte do desdobramento da vista que Waldir Maranhão fez, no último domingo, 17, em Barra do Corda, quando integrou a comitiva liderada pelo senador e pré-candidato a governador Roberto Rocha

Dep. Waldir Maranhão foi recebido pelo secretário especial da Saúde Indígena Marco Toccolini.

O deputado federal Waldir Maranhão (PSDB) cumpriu na manhã desta quarta-feira, 20, agenda na Secretaria de Saúde Indígena, órgão do Ministério da Saúde, em Brasilia.

O parlamentar tucano foi recebido pelo secretário especial de Saúde Indígena, senhor Marco Antônio Toccolini.

Na pauta, as demandas que estão tramitando no Ministério em benefícios das comunidades indígenas no estado do Maranhão.

Essa agenda faz parte do desdobramento da vista que Waldir Maranhão fez, no último domingo, 17, em Barra do Corda, na companhia da comitiva liderada pelo senador e pré-candidato a governador Roberto Rocha (PSDB).

Na oportunidade, os pré-candidatos que integraram a comitiva foram recepcionados por índios de diversas comunidades.

Roberto Rocha ladeados por índios da tribo Canela.

Pelo que informou o secretário especial Marco Antônio Toccolini, estão em curso os procedimentos burocráticos para construção 8 poços em várias aldeias, sendo que dois já serão inaugurados no dia 29 deste mês: um na aldeia Pé de Galinha, em Barra do Corda, e outro na aldeia Planalto, no município de Jenipapo dos Vieiras, ambas pertencentes a tribo dos Guajajaras.

“Estamos cumprindo o nosso papel de parlamentar e vimos cobrar os compromissos dos órgãos públicos em Brasília com o estado do Maranhão. Quando da nossa passagem em Barra do Corda, no domingo passado, o nosso pré-candidato ao governo, senador Roberto Rocha, fez anúncio de várias ações a favor de municípios daquela Região, inclusive de construção de unidades habitacionais, sem falar que foi muito recebido pelas comunidades indígenas daquelas localidades. Agora temos a notícia da construção de poços em diversas aldeias, uma ótima notícia, diga-se”, comemorou Waldir Maranhão, que é pré-candidato a senador.

Ressalta-se que essas demandas no Ministério da Saúde favoráveis aos indígenas maranhenses, também conta com a atuação determinada do deputado federal Hildo Rocha (MDB).

PINDARÉ-MIRIM: Dr Leonardo Sá denuncia transporte irregular de carne no município

O pré-candidato a deputado estadual Dr Leonardo Sá teve acesso a uma grave denúncia feita por moradores do município de Pindaré-Mirim. No município foi flagrado na tarde de segunda-feira (18), na porta do matadouro municipal, responsável pelo abastecimento de carne bovina na cidade, a irregularidade e o descaso no transporte da carne que saí do matadouro para a mesa do cidadão.

Na imagem é possível perceber o descumprimento de uma regra crucial para o transporte seguro de peças de carne, onde a carcaça é manuseada sem que tenha proteção plástica, como determina a Portaria 90, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

“Percebe-se claramente que o funcionário encarregado leva a mão diretamente sobre a carne, abrindo espaço para a contaminação do alimento, que resulta em alterações na cor, textura e sabor da carne, além de diminuir a validade perecível do alimento, e ser mais propício para a proliferação de bactérias nocivas à saúde e que pode levar à transmissão de doenças ao consumidor”, comenta Dr Leonardo Sá.

Além de tudo a carne está sendo transportada em um veículo aberto com temperatura que ultrapassa os 25 graus e que apresentava má condições, como sujeira, exposição ao ar livre, e a carne encostando na parte interna sem proteção e sem fiscalização, fiscalização essa que deveria ser feita por um veterinário da Inspeção Municipal da Secretaria de Agropecuária e Abastecimento do município.

São José Ribamar: Prefeitura realiza Conferência e inicia audiências para revisão do Plano Diretor

População comparece para discutir o Plano Diretor Municipal – Foto: Wanderson Silva.

Com a Conferência Municipal da Cidade realizada na última segunda-feira (18), em São José de Ribamar, a gestão do prefeito Luis Fernando dá início, à partir desta quarta-feira (20), às audiências públicas para tratar, com a população de todas as regiões administrativas, da Revisão do Plano Diretor Municipal (PDM).

Na Conferência, além da revisão do Plano Diretor, foram abordados temas de mobilidade, planejamento e controle social, além do Plano de Saneamento Básico, que também está em fase de elaboração.

A Conferência tem, entre seus principais objetivos, propor a interlocução entre autoridades e gestores públicos com os diversos segmentos da sociedade, sobre assuntos relacionados à Política e o Desenvolvimento Urbano; sensibilizar e mobilizar a sociedade local para o estabelecimento de agendas, metas e planos de ação para enfrentar os problemas existentes no município; propiciar a participação popular de diversos segmentos da sociedade para a formulação de proposições e realização de avaliações sobre a função da cidade e da propriedade, entre outros.

Em São José de Ribamar, a Conferência Municipal da Cidade tem como tema “A Função Social da Cidade e da Propriedade” e como lema “Cidades Inclusivas, Participativas e Socialmente Justas”, envolvendo aspectos das políticas nacional, estadual e municipal, conforme orientação do Conselho Nacional das Cidades.

Para o prefeito Luis Fernando, presente na abertura da Conferência, o desenvolvimento da cidade passa pela participação efetiva da população. “Com essa conferência e com as audiências públicas para discutirmos o Plano Diretor e Plano de Saneamento Básico, estaremos cumprindo a lei, mas ao mesmo tempo estamos dando continuidade ao modo participativo de administrar o município. Antes mesmo da eleição, realizamos os seminários “Planeja – O cidadão Decidindo”, no qual debatemos e coletamos propostas para o desenvolvimento da cidade. Foi com base nessas propostas que fizemos nosso plano de governo e é com base nesse plano que estamos reconstruindo o município”, pontuou.

Coordenadora da Conferência, a Chefe da Assessoria Especial, Anna Caroline Salgado, falou sobre a importância do evento. “Este é um momento de interação entre o poder público e os movimentos sociais para defesa das prioridades do município. Serão dias de debates que irão conduzir o caminho que São José de Ribamar merece”, afirmou.

Nas redes sociais e no site da prefeitura (www.saojosederibamar.ma.gov.br), serão divulgados os locais das audiências públicas relacionadas à Revisão do Plano Diretor.

(Fonte: ASCOM/SJR)

SENADO 2018: Waldir Maranhão segue se movimentando dentro do projeto do PSDB 2

O deputado federal soube valorizar o seu acolhimento nos quadros do PSDB nos últimos momentos do fechamento da janela partidária. E agora pode colher bons frutos.

O deputado federal Waldir Maranhão (PSDB) segue movimentando-se bem dentro do campo político que escolheu trilhar, nas eleições de 2018, após ser catapultado do grupo do governador Flávio Dino (PCdoB).

Em primeiro lugar, Waldir vestiu a camisa do projeto político e de sociedade liderado pelo senador e pré-candidato ao Governo do Maranhão, Roberto Rocha (PSDB).

Em segundo lugar, o parlamentar “colou” nas agendas de pré-campanha dos tucanos e tem cumprido o seu papel de homem de grupo e de posição política, o que é fundamental para garantir a confiança de todos, pois o PSDB tem pré-candidato ao governo declarado.

Em terceiro lugar, Waldir Maranhão assumiu, igualmente, o projeto nacional do PSDB com Geraldo Alckmin presidente da República, o que também é importante para criar liga e passar confiança à tropa.

Outro aspecto fundamental na postura de Waldir Maranhão dentro do PSDB nessa fase de pré-campanha é que consegue dar, digamos, um perfil mais popular às candidaturas de Roberto Rocha e Geraldo Alckmin – e isso ficou bem evidente no ato ocorrido no Multicenter Sebrae, no mês de maio, quando Waldir mobilizou caravanas de vários municípios que lotaram o local.

O fato inconteste é que o deputado soube valorizar o seu acolhimento nos quadros do PSDB nos últimos momentos do fechamento da janela partidária.

Tem feito de forma exemplar o dever de casa.

E poderá colher bons frutos…