ELEIÇÕES 2018: Os discursos dos sarneysistas sobre Flávio Dino

Mas saiu da boca do deputado federal Sarney Filho talvez a maior das verdades entre os discursos proferidos na “Sarneyland”, mansão da família localizada ali, no bairro do Calhau.

Ontem, 21, durante anúncio oficial da pré-candidatura de Roseana Sarney ao governo do Maranhão, as principais lideranças do grupo disseram algumas verdades sobre o governador Flávio Dino e o sua gestão.

A própria Roseana, o mano Sarney Filho e o senador Edison Lobão, foram duros nos seus pronunciamentos, mas não faltaram com a verdade ao avaliar a personalidade política do governador comunista.

A agora pré-candidata afirmou em alto e bom tom que Flávio Dino é um “ditador”.

“Ele tem uma rejeição muito grande, porque ele não é essa pessoa que se fez passar na eleição passada. Que era um ex-juiz, uma pessoa honesta, um deputado, um democrata, que trabalhava pelo Maranhão. Não existe isso. Ele é um ditador, ele persegue as pessoas. Persegue as pessoas humildes e os grandes também”, disparou.

O senador Edison Lobão, por sua vez, afirmou que ““O Maranhão elegeu uma mentira. Erramos, e porque erramos estamos pagando o preçotira”. E depois arrematou: “o povo foi iludido uma vez [por Flávio Dino], mas não será iludido uma segunda”.

Mas saiu da boca do deputado federal Sarney Filho talvez a maior das verdades entre os discursos proferidos na “Sarneyland”, mansão da família localizada ali, no bairro do Calhau. Disse Zequinha: “A entrada da Roseana na disputa é culpa do governador Flávio Dino. Quem fez Roseana candidata foi o péssimo governo Flávio Dino”. Perfeito, o mano!

De fato, os planos de Roseana Sarney, depois que deixou o governo em 2014, era curtir as brisas do litoral Leste dos Estados Unidos na companhia do maridão Jorge Murad e dos netos.

Contudo, como o atual governador nunca desceu do palanque, nunca focou no presidente e apontou para o futuro, preferindo governar olhando fundamentalmente para o passado e todo ato oficial de governo o nome mais citado é dos Sarney, claro que Roseana, seus familiares e o grupo como um todo se sentiram convidados a entrar para disputa de 2018 ao Palácio dos Leões.

E para animar ainda mais o espírito da “Branca”, eis que chega as suas mãos uma pesquisa que a coloca no centro da disputa com chances reais de levar a eleição de governador para o segundo turno.

Agora Flávio Dino que se segure…

Facebook tenta restringir difusão de notícias falsas com agências de checagem

Ainda que paliativa, medida é bem-vinda, como um remédio antitérmico em dias de gripe

Joel Pinheiro da Fonseca, via Estadão

Pabllo Vittar recebe R$ 5 milhões via Lei Rouanet para estrelar programa infantil na Globo. Filho do Lula é dono da Friboi. Bolsonaro tem mandado de prisão por crime de racismo. Dilma tentou se matar. Aécio é investigado por tráfico de drogas. Marielle Franco foi casada com traficante e eleita pelo Comando Vermelho.

As afirmações acima são notícias falsas, frutos grotescos da falta de escrúpulos e da facilidade com que manchetes bombásticas se difundem nas redes sociais. Todas elas foram amplamente compartilhadas e visam a algum efeito político. Se a informação tem qualquer efeito sobre a sociedade, então o aumento na difusão de mentiras como essas é preocupante.

Restringir a difusão de notícias falsas; é isso que o Facebook tenta fazer ao fechar parceria com agências de checagem de fatos ao redor do mundo (no Brasil, a Aos Fatos e a Lupa).

Leitores submetem notícias à avaliação das agências e, se elas forem julgadas falsas, terão sua distribuição reduzida pelo algoritmo que determina a quantas pessoas cada conteúdo chega. Seria ótimo se todos tivessem senso crítico e tempo para checar notícias por conta própria. Dado que não têm, o trabalho de agências de checagem tem valor.

Por isso sou, em princípio, favorável à medida tomada pelo Facebook, embora considere legítimo o temor de que a rede social sucumba à censura ideológica. As agências terão de demonstrar sua imparcialidade e objetividade.

Uma parte já fazem: ambas são membros credenciados da International Fact-Checking Network, que avalia agências do mundo inteiro, segundo critérios bastante sensatos —por exemplo, transparência e abertura a correções— e cujos relatórios estão disponíveis online. Outro elemento para garantir objetividade é ter, em seus quadros, diversidade ideológica. Por falharem nisso, atraíram críticas fáceis.

A reação furiosa das últimas semanas, que inclui hostilizar os jornalistas que compõem agências de checagem, contudo, não parte da defesa da liberdade de expressão. É a reação de grupos que dependem da circulação de notícias falsas para repercutir sua mensagem e aumentar sua popularidade.

Seja como for, para reduzir o risco de censura, penso que as agências devem reservar sua condenação apenas para falsidades gritantes como as mencionadas no primeiro parágrafo, deixando imprecisões e afirmações controversas (“a Previdência é deficitária”; “mais armas, menos crimes”; “foi golpe”) abertas à livre circulação, ainda que sejam falsas.

Acertos e erros são parte do debate público. Limpar o lixo incontroverso que entulha as redes já será um bom serviço.

A checagem profissional não é panaceia. Ela não elimina a necessidade de cada um formar seu próprio senso crítico. Afinal, os checadores também erram, pelo que podem e devem ser corrigidos.

Além disso, ela é incapaz de ir às causas do problema das notícias falsas, que não estão tanto nas notícias em si, mas na disposição de milhões de pessoas de engolir mentiras tão facilmente, desde que confirmem suas convicções e ódios. Ainda que paliativa, é bem-vinda; como um remédio antitérmico em dias de gripe.

Com a radicalização crescente, manter uma plataforma de comunicação livre e descentralizada enquanto se combate a boataria profissional é do interesse de todos os cidadãos honestos.

Joel Pinheiro da Fonseca
É economista pelo Insper, mestre em filosofia pela USP e palestrante do movimento liberal brasileiro.

Dr. Leonardo Sá demostra força, ao ser recebido por multidões em Alto Alegre do Pindaré

Neste final de semana o pré-candidato a deputado estadual Dr. Leonardo Sá cumpriu uma agenda de compromissos com a população e lideranças políticas em Alto Alegre do Pindaré.

No sábado (19), Leonardo Sá foi recebido por uma multidão que o aguardava pra uma reunião organizada pelo grupo de oposição liderado pelo ex-prefeito Atemir Botelho (PRTB), e o candidato a prefeito na eleição passada Netinho Barroso (PSD).

O evento também contou com a presença dos vereadores Magno do Allan Kardec (PSD), enfermeira Vilma Marques (PRTB), Elias do Bairro Novo (PTdoB), Elisangela do Zé Gato (PROS), o pré-candidato a deputado federal Junior Lourenço (PR), e lideranças importantes como Silvano Carolino, Zé Cibica, Professor Zozima e Alexandre Colares que declararam total apoio a pré-candidatura de Dr. Leonardo Sá.

O ex-prefeito Atemir Botelho (PRTB), apresentou Dr. Leonardo Sá a todo população presente como seu pré-candidato a deputado estadual: “estou aqui pra apresentar o Dr. Leonardo Sá. É médico, é perito do INSS, é perito também na política, foi candidato a prefeito em sua cidade, uma das maiores cidades do Maranhão. Ele é o meu pré-candidato  que apresento para vocês hoje”, afirmou Atemir.

O evento contou com mais de 3 mil pessoas. Alto Alegre do Pindaré fica a 219 km da capital São Luís e conta com um eleitorado estimado em 20.887 votantes.

Marcos Coimbra: manter candidatura de Lula é duplamente correto

Marcos Coimbra, diretor do instituto de pesquisas Vox Populi, escreve sobre a candidatura Lula e a estratégia do PT para as eleições: “As reações nervosas da direita e daqueles que sonham se construir como candidatos sugerem que foi uma boa decisão. Manter a candidatura de Lula é duplamente acertado. De um lado, significa apostar na legalidade e ver aonde isso nos leva. De outro, demonstra o respeito que o PT e Lula têm por seu ativo fundamental, a vasta parcela da população que representam”

247 – “Seguindo a orientação do ex-presidente Lula, o PT adotou uma estratégia para a eleição presidencial que tudo indica ser correta”, escreve Marcos Coimbra, diretor do instituto de pesquisas Vox Populi em Carta Capital. “As reações nervosas da direita e daqueles que sonham se construir como candidatos sugerem que foi uma boa decisão. Manter a candidatura de Lula é duplamente acertado. De um lado, significa apostar na legalidade e ver aonde isso nos leva. De outro, demonstra o respeito que o PT e Lula têm por seu ativo fundamental, a vasta parcela da população que representam”.

“Que pretextos inventarão para negar o registro da sua candidatura? Farão a mágica de recusar um requerimento antes que seja feito? Vão fabricar uma legislação específica para ele, negando-lhe direitos acessíveis a centenas de outros? Será Lula o primeiro candidato proibido de fazer campanha, depois de devidamente registrado e antes da decisão definitiva a respeito da postulação? E se acharem que não há alternativa, irão até o adiamento ou cancelamento das eleições?”.

“Lula e o PT estão certos na estratégia por uma segunda razão: manter a candidatura do ex-presidente é o desejo do imenso contingente de eleitores que militam, se identificam ou simpatizam com o partido. As estimativas variam, mas ninguém duvida que falamos de mais de 30 milhões de cidadãos, talvez mais de 40 milhões”.

“Elas querem votar em Lula, não concordam com as alegações que fazem contra ele, não consideram que haja prova das acusações, rejeitam a parcialidade da Justiça e avaliam que o processo, a condenação e a prisão foram políticas. São pessoas que não entenderiam se seu partido optasse agora por substituí-lo como candidato ou fugisse da disputa eleitoral, indo esconder-se em uma candidatura a vice-presidente”.

ELEIÇÕES 2018: Roseana Sarney vai pra cima de Flávio Dino 16

O tom discurso de Roseana foi uma demonstração da campanha ao governo que vem por aí.

Em reunião realizada na sua residência, na manhã desta segunda-feira, 21, a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) confirmou a sua pré-candidatura ao Governo do Maranhão.

Na presença de deputados estaduais e federais, senadores, prefeitos e aliados políticos, a emedebista partiu pra cima de Flávio Dino (PCdoB) a quem chamou de “ditador” e afirmou que o Maranhão parou no tempo na gestão comunista.

O tom discurso de Roseana foi uma demonstração da campanha ao governo que vem por aí. Os comunistas sonham com uma polarização com a filha do ex-presidente José Sarney para usar o jargão “basta comparar”.

Acontece que a além de Flávio Dino e Roseana Sarney, o pleito de outubro contará ainda com nomes como o do senador Roberto Rocha (PSDB), o ex-deputado Ricardo Murad (PRP), a ex-prefeita Maura Jorge e provavelmente o do deputado estadual Eduardo Braide (PMN), o que atrapalha os planos dos comunistas em tornar a eleição plebiscitária.

O fato é que se não houver um recuo de Roseana até as convenções, tudo levar crer que teremos uma campanha marcada pela radicalização entre a primeira via comunista e a segunda via sarneysista.

E, correndo por fora, os candidatos da terceira via, cuja unidade ainda não está descartada completamente.

Confira a íntegra do discuso de Roseana Sarney.

ALCÂNATARA: Othelino prestigia entrega da nova iluminação da Igreja Nossa Senhora do Carmo

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), prestigiou, no último sábado (19), a entrega de uma moderna iluminação de LED na Igreja Nossa Senhora do Carmo, em Alcântara, feita pela Prefeitura do município, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e Cemar.

Othelino Neto estava acompanhado de sua esposa Ana Paula Lobato, presidente do Grupo de Esposas de Deputados (Gedema), do ex-secretário de Comunicação e Assuntos Políticos do Estado, Márcio Jerry, e da chefe da Assessoria Especial do Governo, Joslene da Silva Rodrigues.

O prefeito do município, Anderson Wilker (PCdoB); o superintendente do Iphan-MA, Maurício Itapary; o presidente da Cemar, Augusto Dantas; além de diretores e engenheiros da companhia de energia também estiveram presentes na entrega da iluminação da Igreja, que abrilhantou a Festa do Divino, comemorada há 400 anos na cidade.

“Nesta época da Festa do Divino, a cidade fica lotada, cheia de turistas. Então, não teria data mais especial para iniciar esse projeto, que deixa Alcântara mais bela nesse tom de luz amarelada, ressaltando as características dos seus prédios históricos”, acentuou o presidente Othelino Neto.

Márcio Jerry destacou que a Festa do Divino “é uma tradição muito forte e referência em turismo religioso, razão pela qual o governador Flávio Dino (PCdoB) tem dado atenção especial à cidade”.

O presidente da Assembleia e a comitiva percorreram trechos da cidade. O diretor do Iphan e a equipe da Cemar, coordenada pelo diretor Comercial e Técnico, Sérgio de Melo, estavam no grupo e explicaram os aspectos técnicos do projeto.

Portas abertas

O prefeito Anderson Wilker elogiou o projeto e ouviu do superintendente do Iphan-MA que o órgão busca eficiência e valorização das cidades turísticas. Além disso, garantiu que o instituto está de portas abertas para novas parcerias.

A obra integra o Projeto “Luzes da Cidade” que beneficia municípios providos de monumentos históricos eleitos pela Unesco com investimento de R$ 1,2 milhão e redução de energia elétrica de 54%.

O Projeto “Luzes de Alcântara” faz parte do Programa de Eficiência Energética da ANEEL que tem como objetivo  promover a modernização do sistema de iluminação das áreas urbanas e Centro Histórico do município de Alcântara, além de promover a iluminação artística de monumentos históricos (Praça da Matriz, Pelourinho, Igreja do Sinos, etc.), começando pela Igreja de Nossa Senhora do Carmo.

Fazendo história

De acordo com o superintendente do Iphan-MA, o projeto fará com que Alcântara brilhe ainda mais, pois a nova iluminação acarretará melhoria na segurança, além de ajudar a fomentar, ainda mais, o turismo da cidade. A conclusão do Projeto “Luzes de Alcântara” acontecerá em agosto deste ano.

Maurício Itapary lembrou que, em 1988, Alcântara foi elevada ao posto de Cidade Monumental pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e dividida em áreas de conservação e preservação rigorosa.

O Projeto “Luzes de Alcântara” foi elogiado pelo guia turístico Danilo de Alcântara, que tem o nome em homenagem ao santo padroeiro da cidade. Ele mostrou as belezas históricas do Pelourinho e a Igreja da Matriz, local da primeira missa realizada no município, em 1648.

Senador Roberto Rocha quer recuperar a Lagoa da Jansen pela CODEVASF

Empresa pública federal já tem atuado no restante do Maranhão em áreas de revitalização e conservação hídrica e ambiental

O Governo Federal deve editar, nos próximos dias, uma Medida Provisória contendo uma emenda do senador Roberto Rocha (PSDB-MA) para incluir a Ilha de São Luís na área de atuação da Codevasf. Na última quarta-feira,16, o parlamentar maranhense esteve em audiência com o ministro da Integração Nacional, Antônio de Pádua, e avançou sobre o assunto. Até a próxima segunda-feira, o texto da emenda será entregue na Casa Civil do Palácio do Planalto.

“Assim que a legislação se adequar, a Codevasf poderá também atuar na capital, e eu e os demais colegas parlamentares, tanto da Câmara quanto do Senado, teremos condições reais de viabilizar recursos federais, por exemplo, para elaborar projetos e promover ações e obras de revitalização da Lagoa da Jansen, que deixou de ser um cartão postal já algum tempo e se transformou em águas poluídas e impróprias”, afirmou o senador.

Além de obras para recuperar a lagoa em São Luís, a empresa pública também realiza a implementação de infraestrutura de irrigação, apoia produtores de pesca e aquicultores, monitora ações de preservação ambiental, recuperação dos rios e bacias, protege nascentes, constrói barragens, controla processos erosivos, além de realizar a compra de equipamentos e maquinários pesados.

“Desde o ano passado, a Codevasf já está operando em praticamente todo território maranhense, graças a uma lei federal aprovada de nossa autoria. E por causa disso, já consegui distribuir uma série de veículos, tratores e maquinários de todo tipo a diversas associações rurais pelo interior do Maranhão”, destacou o senador Roberto Rocha.

DIQUES DA BAIXADA
A implantação de diques na Baixada Maranhense, ao longo da Baía de São Marcos, também foi tema da audiência do senador o ministro. O parlamentar solicitou que sejam realocados os projetos e as execuções das obras no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

“Essa obra gigantesca vai beneficiar diretamente milhares de maranhenses na região mais pobre do estado e do Brasil. Vamos transformar os trabalhadores que moram na Baixada em um dos maiores produtores de alimentos do Maranhão”, disse o senador.

O sistema de diques vai proteger os campos e os lagos, impedindo que a água do mar penetre nas áreas de água doce. Assim, ele pretende melhorar a atividade econômica da região, gerando milhares de empregos às famílias da baixada e, principalmente, mudando o quadro social da região mais carente do estado.

Neurótico só tem um problema, saudáveis têm vários; entenda por quê

Afinal, qual é o problema do neurótico?

Por Luís César Ebraico, via Via Estelar

Mais de uma vez recebi pacientes perturbados por ‘previsões’ de astrólogos incapazes de processar de maneira adequada as informações com que trabalham.

Recentemente, tive que lidar com a compreensível preocupação de uma mãe a quem foi dito, com base na análise do mapa astrológico de seu filho, que ela ou ele tinha que sair de casa, porque um dos dois iria matar o outro! Casos como esse levaram-me a ministrar, em um curso de formação de astrólogos, uma cadeira com o título de “Cuidados na Transmissão da Informação Astrológica”. Assisti a algumas cadeiras ministradas nesse curso e, numa delas, ouvi um diálogo inesquecível:

Neurótico tem um só problema, os saudáveis têm vários

PROFESSOR (logo no início da aula): – O neurótico tem um problema, blá, blá, blá, blá, blá, blá.

ALUNA (passados já uns quarenta minutos do início da aula): – Mas, professor, afinal das contas, qual o problema que tem o neurótico?

PROFESSOR: – Não, minha filha, você não entendeu. O neurótico tem UM problema, as pessoas saudáveis têm vários…

Raramente eu tinha ouvido um comentário que recobrisse de maneira tão perfeita minha experiência clínica. Com efeito, quanto mais neurótica, mais a pessoa é escrava de UM problema, que ocupa tal espaço em sua vida que os demais problemas deixam de receber a atenção que merecem. Uma paciente, por exemplo, vem a uma primeira sessão e diz que se sente extremamente rejeitada porque não agüenta o fato de que seu ex-marido, mal separou-se dela, já tenha iniciado uma relação estável com outra pessoa, relação que, desconfia ela, talvez já até existisse mesmo antes da separação; vem a uma segunda sessão e diz que que se sente extremamente rejeitada porque não consegue suportar o fato de seu ex-marido, mal separou-se dela, já tenha iniciado uma relação estável com outra pessoa, relação que, desconfia ela, talvez já até existisse mesmo antes da separação; vem a uma terceira sessão e fala que se sente extremamente rejeitada porque é realmente inadmissível que seu ex-marido, mal separou-se dela, já tenha iniciado uma relação estável com outra pessoa, relação que, desconfia ela, talvez já até existisse mesmo antes da separação; vem a uma quarta sessão…

Pois é, o professor de astrologia tinha razão: a pessoa neurótica tem UM problema, as pessoas saudáveis têm vários. Se, um belo dia, essa paciente esquece como se sentiu rejeitada pelo marido e chega dizendo que se sentiu rejeitada pela irmã, já acho que está melhorando; se diz que tem a impressão de que talvez ela paciente rejeite o síndico de seu prédio, está melhor ainda; se diz que talvez tenha inveja de uma amiga, ainda melhor; se raiva de seu dentista, também. Daqui a pouco, vai ter tantos problemas quanto qualquer pessoa saudável.

Não é curioso que minha função, como psicoterapeuta, seja a de AUMENTAR o número de problemas das pessoas?

Eduardo Yabusaki – Psicólogo e Sexólogo Especializado em Terapia Comportamental Cognitiva, Terapia de Casal e Terapia Sexual. Coordenador do Curso de Sexologia Clínica ministrado em diferentes cidades há mais de 15 anos. Docente convidado do Curso de Fromação em Sexologia Clínica de BH. Responsável pelo www.vidadecasalbh.com.br