REFLEXÃO DA NOITE: Suicídio é a solução?

O suicídio pode causar dor ainda maior para os entes e amigos queridos que por aqui ficarão a sofrer pela ausência de quem partiu por ato e vontade própria.

No ultimo sábado, 02 de fevereiro, Sabrina de Campos Bittencourt entrou para a triste estatística de prática de suicídio no mundo.

A ativista, que recebeu as primeiras denúncias de abusos do médium João de Deus, resolveu tirar a própria na cidade de Barcelona, na Espanha, onde vivia

O ato revolucionário de tirar a própria vida – revolucionário no sentido de se tratar de uma decisão tão radical – vem aumentado de forma assustadora, no Brasil e no mundo, inclusive entre jovens e idosos.

A princípio pode parecer um atitude covarde, mas ninguém pode julgar, a priori, o que leva alguém atentar contra a sua própria vida. Um suicida sofre calado, ainda que possar dar, aqui e acolá, algumas pistas de que pode se matar a qualquer momento (reveja aqui).

Não é tão simples ou fácil, portanto, responder à pergunta que dá título a este post, uma vez que trata-se um tema muito complexo que envolve vários fatores: familiares, psicológicos, sociológicos, econômico-financeiros, religiosos, entre outros.

De qualquer modo, suicídio não pode ser analisado como coisa “doido”, “gente fraca”, “sem Deus no coração” etc. Não! Suicídio é coisa séria e quando pessoa recorre a ele via de regra quer dar cabo não à vida exatamente, mas a um sofrimento profundo que nem sempre é possível ser visto por terceiros, mesmo por familiares ou amigos próximos.

Daí que é muito importante perceber quando alguém da nossa relação demonstrar uma tristeza profunda e, principalmente, um quadro depressivo grave.

Particularmente, entendo que a vida vale muito a pena apesar deste mundo ordinário, de uma sociedade cada vez mais doente, de governos medíocres e de decepções que somos obrigado a encarar quase cotidianamente.

Nesse sentido, suicídio não é a solução.

Pode curar a dor de que o pratica, mas, por outro lado, pode causar dor ainda maior para os entes e amigos queridos que por aqui ficarão a sofrer pela ausência de quem partiu por ato e vontade própria recorrendo ao suicídio.

Boa noite a todos.

Deixe uma resposta