O “novo homem forte do Governo Flávio Dino” vai fazer algo por Zé Reinaldo, meu caro Jorge Aragão?

Se tiver essa “fortaleza” toda, Marcelo Tavares poderia, por exemplo, fazer de Zé Reinaldo o secretário da Representação do Maranhão em Brasília.

Li no blog do meu amigo Jorge Aragão o seguinte: “Desde o início do Governo Flávio Dino, em 1º de janeiro de 2015, o posto de “homem forte” da gestão comunista era de Márcio Jerry. Só que ficou vago por pouquíssimo tempo, já que o deputado estadual e chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares já o ocupou.”

Bom, se realmente Marcelo Tavares for no “O novo homem forte do Governo Flávio Dino”, como analisa Jorge Aragão, o sobrinho do ex-governador José Reinaldo, criador de Flávio Dino, diga-se, terá a obrigação de posicionar o tio em algum posto no âmbito do governo do Estado, sob pena de não parecer ser tão forte assim e pior: ingrato!

Se tiver essa “fortaleza” toda, Marcelo Tavares poderia, por exemplo, fazer de Zé Reinaldo o secretário da Representação do Maranhão em Brasília.

Mas, Flávio Dino aceita?

Com a palavra Marcelo Tavares.

Ou mesmo meu amigo Jorge Aragão.

4 comentários sobre “O “novo homem forte do Governo Flávio Dino” vai fazer algo por Zé Reinaldo, meu caro Jorge Aragão?

  1. Gustavo disse:

    Eu não acredito que o ex-governador aceite. É muita humilhação. A bem da verdade esta é uma notícia capciosa. Marcelo não tem esse poder. Pelo contrário, ele faz o jogo pragmatismo de se preservar. Só isso. Tanto que no último governo não teve qualquer participação relevante. Mas qual secretário teve a não ser o “primeiro-dano”.? Nenhum! O secretários de Flavio Dino são meros prepostos sem nenhuma autonomia. Simples assim.

Deixe uma resposta