FAÇAM SUAS APOSTAS: Qual secretaria Luis Fernando assumiria no governo Flávio Dino?

Enquanto Luis Fernando Silva não vier a público e dizer se aceita ou não deixar pela segunda a Prefeitura de São José de Ribamar ou ainda que sequer tal proposta foi realmente feita pelo governador Fávio Dino, as especulações em torno do assunto tendem a continuar para saber qual a posição que o nosso competente gestor toparia assumir no segundo mandato do comunista.

Esta terça-feira, 19, foi marcada, além da peleja Bolsonaros versus Bebianno, por especulações de que o prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando (ainda no PSDB), estaria prestes a cumprir mais uma missão de risco e deixar novamente o comando do terceiro maior município maranhense para voltar ao Palácio dos Leões na condição de secretário, sabe-se lá para qual projeto político.

Diante a possibilidade de Luis Fernando realmente deixar a Prefeitura de Ribamar, o Blog do Robert Lobato procurou alguns agentes políticos para saber qual seria a pasta que o gestor ribamarense toparia assumir. Vejamos.

Planejamento – Na opinião das pessoas ouvidas por esta página, Luis Fernando, embora preparado para essa área, não teria nada a ganhar politicamente comandando a Seplan, já que é um pasta basicamente técnica e que via de regra tem que dizer muito “não”, coisa que a classe política odeia escutar. Seria pouco provável, portanto, “LF” assumir a Seplan.

Infraestrutura – Aqui a coisa mudaria um pouco de figura. Luis Fernando já comandou a Secretaria de Infraestrutura na era Roseana Sarney e fez um excelente trabalho por lá. Ocorre que atualmente o posto está ocupado por Clayton Noleto, alguém que está para o governador Flávio Dino como Gustavo Bebianno um dia esteve para presidente Bolsonaro, logo não dá para apostar que “LF” poderia ocupar o lugar do secretário imperatrizense, o “homem que resolve”.

Educação – Outra pasta que não é lá fácil ser dada para Luis Fernando. Felipe Camarão não apenas conta com total confiança do governador como é considerado um dos melhores secretário da gestão Flávio Dino, sem falar que o atual comandante da Seduc faz parte dos planos políticos do grupo comunista para projetos políticos a curto prazo. Logo não parece ser profícuo, na opinião dos observadores ouvidos pelo Blog do Robert Lobato, “LF” assumir a Educação.

Saúde – Bom, essa foi a pasta que pelo menos dois agentes políticos concordaram de que poderia ser o destino de Luis Fernando caso aceitasse ser auxiliar de Flávio Dino no Palácio dos Leões. Na avaliação deles, o secretário Carlos Lula não criaria qualquer dificuldade para o governador se fosse chamado para um entendimento e entregar o cargo para “LF”. Aliás, Lula já teria, algumas vezes, pensado em deixar o governo e seguir a sua carreira de advogado, sobretudo quando da crise gerada pela Operação Pegadores, da Polícia Federal, onde teve gestores da Secretaria de Saúde presos e até um que recorreu ao suicídio por não aguentar tanta pressão, mas o governador nunca aceitou a ideia de perder Carlos Lula, Com a possível chegada de Luis Fernando, porém, a coisa poderia ser diferente.

O fato é que enquanto Luis Fernando Silva não vier a público e dizer se aceita ou não deixar pela segunda a Prefeitura de São José de Ribamar ou ainda que sequer tal proposta foi realmente feita pelo governador Fávio Dino, as especulações em torno do assunto tendem a continuar para saber qual a posição que o nosso competente gestor toparia assumir no segundo mandato do comunista.

Façam suas postas…

Deixe uma resposta