MAIS IMPOSTOS: Voto firme de Wellington do Curso e as eleições de 2020

O deputado Wellington do Curso saiu fortalecido ao votar contrário ao aumento de impostos e se consolidou como o principal oposicionista ao governo Flávio Dino no parlamento maranhense.

“Estejam vigilantes, mantenham-se firmes na fé, sejam homens de coragem, sejam fortes.”
(1 Coríntios 16:13)

Ainda repercute a sessão da Assembleia Legislativa do Maranhão que aprovou o Projeto de Lei 239/2018, de autoria do Governo do Estado, que aumenta alíquotas de impostos no estado.

Na visão do governo Flávio Dino (PCdoB) trata-se de um “Pacote Anticrise”, mas para a oposição não passa de mais um “Pacote de Maldades” comunista.

Entre os que votaram contra e a favor, além do voto solitário de Eduardo Braide (PMN) pela abstenção, há de fazer-se um reconhecimento pela posição do deputado Wellington do Curso (PSDB) que se manteve inexorável na sua condição de parlamentar oposicionista, sem ter medo ou vacilar politicamente.

Tal como o seu colega Eduardo Braide, Wellington de Curso também gravou um vídeo no plenário comentando sobre o ânimo dos seus pares em relação ao projeto governista que aprofunda a gula do Palácio dos Leões por impostos. Só que, ao contrário de Eduardo, o bravo Wellington continuou contra a proposta de aumentar impostos mesmo após a gravação do vídeo.

Ambos os parlamentares concorreram ao cargo de prefeito em 2016: Eduardo Braide ficou em segundo lugar no pleito com 45.66% dos votos, indo para o segundo turno; e Wellington do Curso saiu das urnas em terceiro lugar obtendo 19.80% dos votos válidos.

As eleições municipais de 2020 ainda estão distantes, mas as articulações já ocorrem nos bastidores e tempo passa rápido.

Não possível avaliar, com um grau de segurança razoável, se a votação do assim chamado “Pacote de Maldades” do governo terá alguma influência na campanha de prefeito daqui a dois anos, ou seja, se o eleitor levará em conta quem votou a favor, contra ou se absteve do processo na Assembleia Legislativa.

De qualquer forma, claro que o deputado Wellington do Curso saiu fortalecido ao votar contrário ao aumento de impostos e se consolidou como o principal oposicionista ao governo Flávio Dino no parlamento maranhense.

E assim deverá se posicionar até 2020.

O que não é nada mau para quem ainda acalenta o sonho de ser prefeito de capital maranhense.

É aguardar e conferir.

Deixe uma resposta