Oposição ampla na OAB-MA pode defenestrar Thiago Diaz do comando da entidade

Thiago Diaz conseguiu o impensável, que foi afugentar vários dos seus aliados que o ajudaram a chegar na presidência da seccional maranhense da OAB com uma proposta de mudança ampla, geral e irrestrita na entidade. Porém, foi só o rapaz sentar na cadeira de presidente que se revelou em um monstro.

Uma ampla frente oposicionista formada para disputar a eleição da nova diretoria da Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão (OAB/MA), pode resultar na defenestração do atual presidente da instituição, Thiago Diaz.

Informações do blog do colega Diego Emir dão conta de que os movimentos União&Força, de Pedro Alencar; e REPENSE, de Roberto Feitosa, comunicaram nesta terça-feira (16), aos advogados e advogadas do Maranhão que se uniram ao grupo Por uma OAB mais forte que é liderado pelo ex-presidente Mário Macieira, e o resultado dessa movimentação é que Carlos Brissac será o candidato desta união (veja aqui).

Três outros candidatos situados no campo das oposições à atual gestão da OAB/MA se mantém fora do acordo: Aldenor Rebouças, Mozart Baldez e Sâmara Braúna, mas as conversas bastidores continuam.

Thiago Diaz conseguiu o impensável, que foi afugentar vários dos seus aliados que o ajudaram a chegar na presidência da seccional maranhense da OAB com uma proposta de mudança ampla, geral e irrestrita na entidade. Porém, só o rapaz sentar na cadeira de presidente que se revelou em um monstro.

Nem o advogado Pedro Alencar, principal criador do projeto Thiago Diaz presidente da OAB/MA, sobreviveu à mudança de comportamento do garoto, que em verdade não mudou coisou alguma, apenas se revelou ao chegar no poder.

Mas, nada como um dia atrás do outro…

Deixe uma resposta