ELEIÇÕES 2018: Aqueles que cobram de Roberto Rocha deveriam ter a honestidade de cobrar também de Roseana Sarney

O Blog do Robert Lobato não vai cair na armadilha de atacar potenciais aliados e muito menos caminhar pelo território da má-fé de depositar na conta da candidata Roseana Sarney (MDB) a possibilidade de Flávio Dino ganhar a eleição já no primeiro turno. Não! Isso seria queimar pontes para um futuro próximo onde a oposição pode precisar caminhar unida.

“No Maranhão não tem governo fraco, tem governo ruim.” (Roberto Rocha)

É perfeitamente compreensível a blogosfera bancada pelo Palácio dos Leões partir pra cima do senador Roberto Rocha, candidato a governador pelo PSDB.

É perfeitamente aceitável que a blogosfera dinista tente desconstruir a imagem do candidato tucano por razões mais do que óbvias!

O que deixa de ser perfeitamente compreensível são setores da blogosfera sarneysista tentarem fazer o mesmo jogo dos blogueiros agarrados no governo, qual seja atacar Roberto Rocha quando ainda há muita água a passar por debaixo da ponte até as eleições do dia 7 de outubro.

Só seria perfeitamente compreensível a contundência de alguns blogueiros em relação ao candidato do PSDB, se ao menos tivessem a honestidade em reconhecer que Flávio Dino não é produto apenas de si mesmo, mas também de erros históricos cometidos pelo grupo Sarney ao longo das décadas que comandou o Maranhão.

O Blog do Robert Lobato, porém, não vai cair na armadilha de atacar potenciais aliados e muito menos caminhar pelo território da má-fé de depositar na conta da candidata Roseana Sarney (MDB) a possibilidade de Flávio Dino ganhar a eleição já no primeiro turno. Não! Isso seria queimar pontes para um futuro próximo onde a oposição pode precisar caminhar unida.

E mais: não é porque o Blog do Robert Lobato não tem e nunca teve “parceria” com Roseana Sarney, que nesta altura da campanha a emedebista passaria ser alvo deste editor. Isso seria canalhice!

Pelo contrário, esta página tem a plena consciência de que o processo político no Maranhão é muito complexo, na medida que por muito tempos o povo foi obrigado a ficar refém da escolha entre apenas dois campos políticos.

Se por anos a fio foi difícil combater o domínio do grupo Sarney, imaginem vocês enfrentar um regime que deseja se perpetuar no poder fazendo igual, alias, igual não, muito pior à “oligarquia”?

Antes, as chamadas oposições ao Sarney ao menos tinham o município de São Luís administrado por forças contrárias ao Palácio dos Leões para fazer minimamente um contraponto ao poder estabelecido no estado. Foi assim com Cafeteira, Conceição, Jackson e Castelo.

Isso tudo sem falar no poderio da máquina de propaganda do governo comunista que usa me abusa de meios de comunicação que antes eram ligados ao grupo Sarney, como é o caso do sistema Difusora, por exemplo. Aliás, mesmo o sistema Mirante, de propriedade dos Sarney, ajudou bastante na propagação das mentiras de Flávio Dino. É quando o interesse financeiro fala mais alto do que a política e, por conseguinte, dos interesses do povo.

Enfim, a eleição não acabou. O Jogo não está jogado.

“Ainda estão rolando os dados”, como poetizou o mestre Cazuza.

É a opinião do Blog do Robert Lobato.

Deixe uma resposta