ELEIÇÕES 2018: A importância do segundo turno no MA

O Maranhão é muito complexo, com uma realidade socioeconômica e cultural diversificadíssima, e pela conjuntura local e nacional, a eleição do futuro governante num segundo turno daria maior equilíbrio político para o nosso estado.

Até aliados próximos a Flávio Dino (PCdoB) avaliam que a sua vitória ainda no primeiro turno da eleição é conceder um crédito muito alto para quem possui uma personalidade deveras autoritária – o Blog do Robert Lobato ouviu coisa do tipo de um prefeito governistas lá das bandas do Vale do Pindaré.

Lógico que torcem pela reeleição do comunista, mas alguns desses aliados preferem que seja no segundo turno, para que Dino se torne, de vez, em um “ditador”.

Já os opositores, claro, não somente querem levar o pleito para o segundo turno, como entendem que Flávio Dino pode ser derrotado nesse cenário.

Independentemente dos desejos de aliados e adversários, o ideal para a cidadania maranhense é haver segundo turno para que os candidatos que lá chegarem, ter condições iguais na disputa, uma vez que terão o mesmo tempo no horário gratuito de rádio e tevê.

Flávio Dino tem a consciência de que um eventual segundo pode significar “caixão e vela preta” para o sonho de reeleição, daí que aposta tudo, e quando digo tudo é tudo mesmo!, para levar a fatura logo no da 7 de outubro e de preferência elegendo os seus dois senadores.

Ocorre que uma vitória do comunista no primeiro turno já foi uma possibilidade mais real, hoje pairam dúvidas e mais duvidas sobre tal possibilidade, e a eleição de dois senadores da chapa comunista tornou-se algo pouco provável – atualmente a disputa para o Senado Federal está embolada entre Lobão, Sarney Filho e Eliziane.

Enfim, o Maranhão é muito complexo, de uma realidade socioeconômica e cultural diversificadíssima, e pela conjuntura local e nacional, a eleição do futuro governante num segundo turno daria maior equilíbrio político para o nosso estado, na medida que uma definição logo na primeira etapa do pleito seria, como disse o prefeito aliado do atual governador, “conceder um crédito muito alto para quem possui uma personalidade deveras autoritária”.

Então, que venha o segundo turno!

6 comentários sobre “ELEIÇÕES 2018: A importância do segundo turno no MA

Deixe uma resposta