Denúncia: Há possibilidade de governo perdoar dívidas das distribuidoras Eletrobras vendidas

Em entrevista ao programa à Rádio Folha AM 1020 (Boa Vista – RR), no domingo (2/9), o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Urbanitários do Estado de Roraima (Stiu-RR), Gissélio Cunha (foto), disse que as dívidas da Boa Vista Energia e demais distribuidoras da Eletrobras que foram vendidas, serão transferidas para a União, caso o Projeto de Lei Complementar nº 77/2018, que já foi aprovado na Câmara dos Deputados, passe no Senado Federal.

“Estamos indo nessa semana para Brasília para fazer um corpo a corpo com os senadores, para tentar barrar o PLC 77. E fazemos um apelo ao Ministério Público para que atue na nossa causa que é de toda a sociedade roraimense. Parte da dívida da Boa Vista Energia com a Eletronorte que chega perto dos R$ 900 milhões, vai ser transferida para a União, ou seja, para o nosso bolso”, alerta o sindicalista.

Gissélio lembra que a empresa que comprou a Boa Vista Energia comprou também a concessão. “A população vai ficar sujeita ao monopólio de uma única empresa, inclusive comunidades indígenas, ribeirinhas. A venda pode resultar em um aumento inicial na tarifa de energia de 19,03 % a partir de primeiro de novembro”, alertou.

“Somos um sistema isolado da Federação, a solução para Roraima é interligar ao sistema nacional. E a gente faz um apelo à sociedade para que acompanhe a situação do sistema energético de nosso estado, já que falta compromisso político”, completa.

Venda
O consórcio Oliveira-Atem arrematou por R$ 50 mil a Boa Vista Energia uma das distribuidoras da Eletrobras, realizado na quinta-feira, 30 de agosto, na Bolsa de Valores de São Paulo. O consórcio foi o único a oferecer proposta pela distribuidora de Roraima e venceu o leilão pelo lance mínimo.

A Oliveira Energia é sediada em Manaus e opera na geração energia termelétrica, administrando cerca de quarenta usinas termoelétricas no Amazonas e em Roraima. A Atem é uma distribuidora de combustíveis. (fonte: Folha BV)

Nossa luta não tem trégua! Agora toda a pressão junto aos senadores para não aprovarem o projeto sobre as distribuidoras, uma vez que, em liminar, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), proibiu o governo de privatizar empresas estatais sem prévia autorização do Congresso

(Fonte: Federação Nacional dos Urbanitários-FNU)

2 comentários sobre “Denúncia: Há possibilidade de governo perdoar dívidas das distribuidoras Eletrobras vendidas

    • Robert Lobato disse:

      Resposta: Soube que Flávio fugiu da TV Mirante, onde tinha entrado até justiça para aparecer por lá, mas quando teve a oportunidade escafedeu-se.

Deixe uma resposta